|

Transporte aéreo de carga começa 2018 com aumento na demanda



Transporte aéreo de carga começa 2018 com aumento na demanda ...  



Genebra, março de 2018 – A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA - International Air Transport Association) divulgou os dados sobre os mercados globais de carga aérea que mostram aumento de 8,0% na demanda, que é medida em quilômetros por toneladas de carga (FTKs), em janeiro de 2018 em relação ao período anterior. Esse valor foi maior que o crescimento anual de 5,8% registrado em dezembro de 2017.

A capacidade de carga, medida em quilômetros por toneladas de carga disponíveis (AFTKs), aumentou 4,2% na comparação ano a ano em janeiro de 2018.

O ritmo positivo contínuo no crescimento da demanda por transporte de carga em 2018 reflete o fato de que os fatores de crescimento continuam favoráveis. A demanda global por exportações da manufatura está em alta, e para atender a essa demanda, aumentou o prazo de entrega da cadeia de suprimentos. Consequentemente, a demanda por transporte aéreo de carga pode se fortalecer, com as empresas buscando entrega mais rápida para compensar os tempos de produção mais longos.

"Com crescimento de 8% em janeiro, o setor de transporte de carga aérea teve um bom início de 2018, após um ano excepcional em que a demanda cresceu 9%. Nossa expectativa é que a demanda por transporte aéreo de carga apresente uma taxa de crescimento mais normal em 2018, perto de 4,5%.
Mas existem fatores contrários também. Se o Presidente Trump cumprir sua promessa de impor sanções às importações de alumínio e aço, existe um risco real de uma guerra comercial. Ninguém ganha com fortes medidas protecionistas", disse Alexandre de Juniac, Diretor Geral e CEO da IATA.

Desempenho por região
As companhias aéreas de todas as regiões relataram aumento na demanda em janeiro de 2018.

As companhias aéreas da região Ásia-Pacífico apresentaram aumento os volumes de carga de 7,7% em janeiro de 2018 e a capacidade cresceu 2,2%, em relação ao mesmo período de 2017. O aumento reflete a forte demanda contínua dos principais exportadores da região, a China e o Japão, em parte devido à recuperação da atividade econômica na Europa. Porém, a tendência de aumento dos volumes de carga com ajuste sazonal teve uma pausa.

As companhias aéreas da América do Norte apresentaram aumento nos volumes de carga de 7,5% em janeiro de 2018 na comparação ano a ano, com aumento de 4,2% da capacidade. A força da economia dos Estados Unidos e do dólar norte-americano melhorou as importações nos últimos anos. Porém, isso pode ser compensado pelo enfraquecimento do dólar, mas a lei de reforma tributária recentemente aprovada nos Estados Unidos pode aumentar os volumes de carga no próximo período. A tendência dos volumes de carga com ajuste sazonal é sem aumento.

As companhias aéreas da Europa apresentaram aumento de 10,5% nos volumes de carga em janeiro de 2018, com aumento na capacidade de 5,3%. O forte desempenho na Europa é resultado da alta demanda de exportações entre os fabricantes da região. Os volumes de carga com ajuste sazonal subiram 3% em janeiro na comparação mês a mês, o maior aumento desde março de 2017.

As companhias aéreas do Oriente Médio tiveram aumento nos volumes de carga de 4,4% na comparação com o ano anterior em janeiro de 2018, o menor crescimento entre todas as regiões. A capacidade aumentou 6,3%. Os volumes de carga com ajuste sazonal aumentaram novamente no primeiro mês do ano, mas as companhias aéreas da região continuam afetadas pelo ambiente político complicado no Oriente Médio.

As companhias aéreas da América Latinativeram aumento na demanda de 8,0% em janeiro de 2018, com aumento de capacidade de 5,4%. Este aumento na demanda reflete sinais de recuperação da maior economia da região, o Brasil. Os volumes de carga internacional com ajuste sazonal estão de volta aos níveis observados no final de 2014.

As companhias aéreas da África registraram aumento na demanda de 12,9% em janeiro de 2018 em relação ao mesmo mês do ano passado. Este aume

nto foi resultado do forte crescimento do comércio de produtos saindo e entrando na Ásia. A demanda por transporte de carga aumentou 59% entre a África e a Ásia em 2017, após o aumento do número de voos diretos entre esses continentes, resultado de investimentos estrangeiros na África.

World Cargo Symposium
O início do ano com resultados positivos será um cenário otimista para o World Cargo Symposium, que reunirá a indústria de transporte aéreo de carga em Dallas, Texas, de 13 a 15 de março.

Clique aqui para ver os resultados do transporte aéreo de carga de janeiro de 2018 (arquivo em pdf).



Sobre a IATA:
  • A IATA (International Air Transport Association) representa cerca de 280 companhias aéreas, que compõem 83% do tráfego aéreo global.
  • Siga-nos no Twitter http://twitter.com/iata2press para receber notícias especialmente elaboradas para a mídia.
  • Significados dos termos de medição:
    • FTK: quilômetros por toneladas de carga que mede o tráfego de carga.
    • AFTK: quilômetros por toneladas de carga disponíveis que mede a capacidade de carga total disponível.
    • FLF: o fator de carga é uma porcentagem do AFTK utilizado.
  • Os dados estatísticos da IATA se referem ao tráfego aéreo doméstico e internacional das empresas aéreas associadas e não associadas à IATA.
  • Participações no mercado de transporte aéreo de carga por região das companhias aéreas em termos de FTK: Ásia-Pacífico 37%, Europa 24,2%, América do Norte 20,5%, Oriente Médio 13,7%, América Latina 2,7%, África 1,9%.

Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented