Aeroporto de Guarulhos tem movimento tranquilo na véspera do Ano Novo








O movimento de passageiros no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos – Governador André Franco Montoro é bastante tranquilo nesta véspera de Ano Novo. Até o meio dia desta sexta-feira (31/12) foram registradas 129 partidas, entre voos domésticos e internacionais.

Para garantir essa tranquilidade, a Infraero distribuiu equipes das áreas de operações e manutenção ao longo dos dois terminais, o que tem assegurado o correto funcionamento das instalações durante a alta temporada. Esses empregados utilizam o colete amarelo “Posso ajudar?/May I help you?” e prestam assistência aos frequentadores do aeroporto.

Atualmente, o Aeroporto Internacional de Guarulhos possui 46 empresas aéreas que ligam o Brasil a 26 países.

Tomadas elétricas
Para proporcionar mais conforto ao passageiro, a Superintendência da Infraero no Aeroporto Internacional de São Paulo/Guarulhos instalou novas torres de tomadas elétricas nos dois Terminais de Passageiros.

O item, de fácil visualização, apresenta uma estrutura metálica com um 1,6m de altura e base de aço. Nesta estrutura estão disponibilizadas oito tomadas, sendo quatro com dois pinos (bipolar), na cor branca, e quatro com três pinos (bipolar com aterramento), que atendem às determinações da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Todos os dispositivos são dotados de proteção contra curto-circuito e sobrecarga de energia.

A medida é mais uma ação da Infraero para atender às necessidades dos usuários do aeroporto que utilizam equipamentos eletrônicos como notebooks, celulares, dentre outros. Inicialmente, as torres de tomadas elétricas foram instaladas nas novas salas de convivência localizadas no piso de embarque, nas extremidades dos Terminais 1 e 2, asas A e D.

Fonte: INFRAERO




sexta-feira, dezembro 31, 2010 | Posted in | Read More »

Aeroporto de Brasília preparado para a posse presidencial








O Aeroporto Internacional de Brasília/Presidente Juscelino Kubitschek (DF) está preparado para o atendimento às delegações estrangeiras que chegam à Capital Federal para a posse presidencial, no dia 1º de janeiro.

Todo o processo de recepção das comitivas está sendo coordenado pelo Ministério das Relações Exteriores, com apoio da Infraero, da Polícia Federal e Receita Federal.

As equipes da Infraero, em escala de plantão, prestam todo apoio para o acesso dos diplomatas envolvidos nos receptivos, além de realizar o planejamento operacional para estacionamento das aeronaves. “Essa medida se estenderá até o dia 5 de janeiro, uma vez que é preciso reforçar a operação e a segurança por causa da grande presença de autoridades de outros países”, explica o superintendente da Regional Centro Oeste, Carlos Haroldo Novak.

Os detalhes do planejamento operacional foram apresentados nesta quarta-feira (29/12), quando representantes do Ministério das Relações Exteriores se reuniram com a comunidade aeroportuária e órgãos públicos envolvidos na ação. O superintendente do aeroporto, Antônio Salles, demonstrou confiança no trabalho desenvolvido. “Tenho convicção plena de que a operação será um sucesso. Precisaremos do apoio de todos vocês, cada um na sua área de atuação, para que tudo saia dentro do planejado”, destacou o superintendente.

Fonte: INFRAERO




sexta-feira, dezembro 31, 2010 | Posted in | Read More »

Presidente Lula usa vídeoconferência para inaugurar o Teca de Fortaleza








O Terminal de Logística de Carga Aérea (TECA) e a Torre de Controle do Aeroporto Internacional Pinto Martins/Fortaleza (CE) foram formalmente inaugurados nesta quarta-feira (29/12) pelo presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que percorreu a região Nordeste entregando obras incluídas no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).

A solenidade utilizou tecnologia de videoconferência para oficializar a conclusão do empreendimento, montado dentro das instalações do Terminal de Carga, e contou com a presença do superintendente Regional do Nordeste, Fernando Nicácio da Cunha Filho, do superintendente do aeroporto, Sérgio Baltoré, e do inspetor chefe da Receita Federal, Silvestre Gomes da Silva Neto.

Em última visita ao Ceará, antes de entregar a faixa presidencial, o presidente Lula aproveitou o lançamento da pedra fundamental da refinaria Premium II, no Complexo Industrial de Pecém, para interagir com a equipe da Infraero e dar como operacional e entregue o investimento feito na infraestrutura aeroportuária. Do Terminal de Logística de Carga, a equipe da Infraero entrou em contato com o presidente da República. Um breve relato do superintendente regional Fernando Nicácio resumiu a importância do investimento. “O Estado passa a contar com as modernas instalações e equipamentos de última geração para garantir a demanda crescente“, afirmou Nicácio.

Fonte: INFRAERO




sexta-feira, dezembro 31, 2010 | Posted in | Read More »

Galeão e Santos Dumont intensificam ações às vésperas do réveillon no Rio de Janeiro








gig_reveillon_esteiras_3012 Os dois principais Aeroportos do Rio de Janeiro – Galeão/Tom Jobim e Santos Dumont – estão preparados para receber os passageiros que desembarcam na cidade para a festa de Réveillon. A Infraero reforçou as equipes de manutenção para garantir assistência rápida para esteiras de bagagem, escadas rolantes e elevadores; equipes de limpeza, com funcionários fixos 24h nos sanitários, além de manter todo efetivo em atividade para garantir tranquilidade, conforto e segurança aos viajantes.

Os terminais dos dois aeroportos já contam com as ações da campanha "Fique Por Dentro". Os passageiros encontram painéis informativos, totens com monitores que exibem um vídeo com orientações sobre a inspeção de pessoas e bagagens no raio -X, o Guia do Passageiro, incluindo uma edição em Braile, que informa sobre as atribuições de todos os integrantes do sistema aéreo.

Ao longo dos terminais, principalmente nas áreas de check-in, o passageiro encontra totens com folhetos informativos sobre artigos que podem ser transportados nas bagagens. Para reforçar a orientação, equipes das áreas de Operações, Segurança e Comunicação Social estão usando os coletes amarelos com a inscrição “Posso ajudar? / May I Help You?”.

Ações integradas
No Galeão, a Infraero desenvolve uma ação conjunta com as empresas aéreas e órgãos públicos que atuam no aeroporto, como a Polícia Federal e a Receita Federal. Entre as medidas adotadas estão os três novos carrosséis para triagem de bagagem do Terminal de Passageiros 1, que agilizam a separação e o tratamento desses objetos.

gig_reveillon_pf_301210 Para o atendimento ao passageiro, a Infraero modificou o layout da área de inspeção de passaportes no embarque internacional, o que permitiu ampliar de seis para oito o número de guichês da Polícia Federal. A área destinada à Receita Federal também foi modificada, com o objetivo de acomodar melhor os passageiros e agilizar os trabalhos alfandegários.

Segurança
sdu_reveillon_301210 Na área de segurança, o Santos Dumont passou a contar com o Centro de Monitoramento Operacional (CMO), que controla toda movimentação do aeroporto para evitar filas de passageiros desordenadas, carrinhos de bagagens espalhados pelo saguão, esteiras bloqueadas ou qualquer tipo de interferência no bom andamento da operação do aeroporto. Além disso, 16 novas câmeras foram instaladas para aumentar a vigilância nos Terminais de Passageiros.

Fonte: INFRAERO




sexta-feira, dezembro 31, 2010 | Posted in | Read More »

Venda de helicópteros dispara no País impulsionada pelo mercado executivo






Helibras, única fabricante do País, quintuplicou vendas para a iniciativa privada este ano, enquanto a demanda do setor público ficou estável.

Maior procura ainda é por modelos simples para deslocamentos nas capitais e regiões metropolitanas.

Fernando Scheller.

O mercado de helicópteros no Brasil mostrou uma forte recuperação neste ano, de carona no bom desempenho do chamado "mercado executivo". A Helibras, subsidiária da Eurocopter, quintuplicou as vendas para a iniciativa privada, passando de 5 unidades, em 2009, para 25, em 2010.

A expansão das vendas totais também foi significativa. A companhia comercializou 35 unidades em 2010, comparado com 14 no ano passado. O desempenho das compras do setor público, porém, quase não mudou. O governo brasileiro adquiriu nove helicópteros da Helibras no ano passado e 10 neste ano.

O padrão se repetiu na TAM Aviação Executiva, que representa a americana Bell no Brasil, e diz ter crescido por causa das compras feitas por grandes companhias privadas e por empresas de táxi aéreo, que fazem viagens de helicópteros para executivos.

De acordo com Leonardo Fiuza, diretor comercial da companhia, o número de aeronaves vendidas quintuplicou entre 2009 e 2010, passando de quatro para 20 unidades. "Este ano foi o melhor para a Bell nesta década", afirma Fiuza, ressaltando que a empresa espera voltar a bater recorde nos próximos anos.

Os modelos mais vendidos pela TAM são o Bell 407, comercializado por US$ 2,95 milhões, e o Bell 429, que custa US$ 5,8 milhões. A maior parte da procura é por modelos monoturbina, para deslocamentos na capital paulista e região metropolitana.

Contrato extra. Em 2009, ainda durante a crise, a Helibras firmou com o governo brasileiro um contrato de 2 bilhões para a produção de 50 helicópteros militares ao custo de US$ 30 milhões cada. O valor inclui também a implantação de uma nova linha de produção em Itajubá (MG), onde a companhia mantém uma fábrica há mais de 30 anos, e a transferência de tecnologia para a fabricação do modelo EC725 no País a partir de 2012.

Hoje, a única linha de produção de helicópteros no Brasil é do modelo AS350, conhecido como Esquilo - neste ano, a aeronave respondeu por 80% das entregas da Helibras no País. Segundo a empresa, por ser fabricado internamente, o modelo tem a vantagem de contar com o financiamento pelo Finame, linha oficial com taxa de juros de 5,5% ao ano, um ano de carência e dez anos de prazo para pagamento.

Segundo o diretor-presidente da Helibras, Eduardo Marson Ferreira, a nova linha de produção vai aumentar a complexidade do trabalho de montagem de helicópteros. Hoje, um Esquilo leva quatro meses para ficar pronto, enquanto a fabricação de um EC 725 pode durar um ano e meio.

O helicóptero feito no país custa em média US$ 3 milhões e carrega até sete passageiros. O EC 725 para uso militar pode carregar 34 pessoas e é vendido a um preço até dez vezes maior.

Crescimento. Com a expansão, a Helibras já aumentou o número de funcionários no País. Desde junho de 2009, foram contratadas 170 pessoas, e a equipe hoje tem 450 trabalhadores. Em dois anos, quando a nova planta estiver pronta, a empresa projeta ter mil funcionários.

Fonte: O ESTADO DE SÃO PAULO / NOTIMP




sexta-feira, dezembro 31, 2010 | Posted in , , | Read More »

Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos







Publicidade






Recently Added

Recently Commented