NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 31/12/2015 / T-50 russo é considerado avião sem par do século XXI


T-50 russo é considerado avião sem par do século XXI ...


O Sukhoi T-50 (PAK FA), caça russo de quinta geração, foi chamado de um dos melhores aviões militares do mundo na lista de aviões novos composta pela revista Business Insider ...

“Apesar de fato de que [agora existe somente o modelo preliminar deste avião] Moscou pensa que o T-50 será capaz de levar vantagem ao F-35 em relação aos seus parâmetros chave inclusive a velocidade e capacidade de manobrar. Entretanto, existe a opinião que as capacidades stealth do T-50 são inferiores das que têm o F-22 e F-35”, destacou a publicação.

No início deste ano, o analista na área de defesa, Dave Majumdar, expressou a mesma ideia quando comparou o T-50 com o Lockheed Martin F-22 Raptor, o primeiro caça da quinta geração no arsenal de Washington. Ambos os aviões têm muito em comum e podem sair como vencedores de batalhas no ar. O F-22 é, com efeito, tem vantagem sobre o T-50 quando se trata de capacidades stealth.

O T-50, a resposta da Rússia à aeronave norte-americana mais avançada Lockheed Martin F-35 Lighting II, é um avião de um tripulante, que possui dois motores e é desenhado para realizar ataques aéreos. É um avião polivalente. Espera-se que o avião substitua aviões MiG-29 e Su-27.

O relatório diz que o T-50 entrará no serviço no fim de 2016 ou no início de 2017.

A Business Insider nota que o T-50 poderá ser um modelo básico para construir variantes que serão exportadas. A Índia já coopera com a Rússia desenhando uma variante do T-50 e tais países como o Irã e a Coreia do Sul são compradores potenciais de futuros modelos do avião.

Os aviões Lockheed Martin F-35 Lighting II e F-22 estão no topo da lista da revista. O F-35 foi desenhado para se tornar o melhor avião militar do mundo mas nem tudo se desenvolveu como foi planejado.

O avião tinha problemas de tudo a partir de software e até o funcionamento de motores, isso adiou a sua elaboração e afetou o seu preço que é muito alto. Além disso, não é bastante eficiente em realizar algumas de suas tarefas, destacou a publicação.




Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




PORTAL SPUTNIK BRASIL


T-50 russo é considerado avião sem par do século XXI

O Sukhoi T-50 (PAK FA), caça russo de quinta geração, foi chamado de um dos melhores aviões militares do mundo na lista de aviões novos composta pela revista Business Insider.

“Apesar de fato de que [agora existe somente o modelo preliminar deste avião] Moscou pensa que o T-50 será capaz de levar vantagem ao F-35 em relação aos seus parâmetros chave inclusive a velocidade e capacidade de manobrar. Entretanto, existe a opinião que as capacidades stealth do T-50 são inferiores das que têm o F-22 e F-35”, destacou a publicação.
No início deste ano, o analista na área de defesa, Dave Majumdar, expressou a mesma ideia quando comparou o T-50 com o Lockheed Martin F-22 Raptor, o primeiro caça da quinta geração no arsenal de Washington. Ambos os aviões têm muito em comum e podem sair como vencedores de batalhas no ar. O F-22 é, com efeito, tem vantagem sobre o T-50 quando se trata de capacidades stealth.
O T-50, a resposta da Rússia à aeronave norte-americana mais avançada Lockheed Martin F-35 Lighting II, é um avião de um tripulante, que possui dois motores e é desenhado para realizar ataques aéreos. É um avião polivalente. Espera-se que o avião substitua aviões MiG-29 e Su-27.
O relatório diz que o T-50 entrará no serviço no fim de 2016 ou no início de 2017.
A Business Insider nota que o T-50 poderá ser um modelo básico para construir variantes que serão exportadas. A Índia já coopera com a Rússia desenhando uma variante do T-50 e tais países como o Irã e a Coreia do Sul são compradores potenciais de futuros modelos do avião.
Os aviões Lockheed Martin F-35 Lighting II e F-22 estão no topo da lista da revista. O F-35 foi desenhado para se tornar o melhor avião militar do mundo mas nem tudo se desenvolveu como foi planejado.
O avião tinha problemas de tudo a partir de software e até o funcionamento de motores, isso adiou a sua elaboração e afetou o seu preço que é muito alto. Além disso, não é bastante eficiente em realizar algumas de suas tarefas, destacou a publicação.

PORTAL G-1


ITA divulga lista dos 140 candidatos aprovados no vestibular 2016

Instituição teve recorde de candidatos inscritos neste ano para a prova. Ao todo, cerca de 12,5 mil se candidataram a uma das 140 vagas.

O Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) divulgou nesta quarta-feira (30) a lista dos 140 aprovados no vestibular da instituição.
Com recorde de inscritos para as provas, a nota de corte do vestibular passou de 63,7 para 69,4 neste ano, segundo o instituto. Ao todo, 12,5 mil candidatos se inscreveram para o vestibular - o índice de abstenção foi de 39%.
Os aprovados em 1ª chamada devem se apresentar no ITA no dia 17 de janeiro. O não comparecimento implicará na eliminação do candidato do concurso. Caso haja uma segunda convocação, ela será feita no dia 20 de janeiro, a partir das 15h, no site da instituição. As notas finais dos candidatos também serão disponibilizadas no site a partir do dia 3 de janeiro.
Dados

A cidade que teve o maior número de aprovados nesta edição do vestibular do ITA foi Fortaleza (CE), com 61 aprovações. São José dos Campos, sede do instituto, teve 39 candidatos aprovados. Das 140 vagas oferecidas, 14 serão ocupadas por mulheres e 126 por homens.
Vestibular

O vestibular do ITA, um dos mais concorridos do país, foi aplicado durante quatro dias em 23 cidades brasileiras. Ao todo, foram oferecidas 140 vagas para cursos de aeronáutica, aeroespacial, civil-aeronáutica, computação, eletrônica e mecânica-aeronáutica.
Nesta edição, os cursos mais procurados são engenharia aeronáutica, com 2.958 inscritos; engenharia mecânica-aeronáutica, com 2.625 e engenharia aeroespacial com 2.247 candidatos.
Apesar do recorde no número de inscritos, a oferta de vagas caiu esse ano. São 30 vagas a menos. Segundo o instituto, isso acontece por conta da ampliação das salas de aula, laboratórios, biblioteca e auditórios. A previsão de término da obra é para o primeiro semestre de 2016. Mas o aumento de vagas será gradativo e deve ser normalizado até 2017.

Fogo atinge pela 2ª vez aeródromo de Monte Alegre e deixa prédios em risco

Antigo prédio do aeródromo e sede carnavalesca quase foram atingidos. Polícia Militar, Guarda Ambiental e populares ajudaram a conter o fogo.

Do G1 Santarém

Um incêndio atingiu uma área de vegetação seca do aeródromo do município de Monte Alegre, oeste do Pará, que fica entre os bairros Cidade Alta e Planalto. De acordo com a Polícia Militar do município, o fogo começou por volta das 23h de terça-feira (29) na lateral da pista e foi controlado por volta de 1h desta terça-feira (30). Esta é a segunda vez na semana que o fogo atinge a mata da parte interna do aeródromo.
O G1 fez contato com a Polícia Militar do município, uma vez que a cidade não tem Corpo de Bombeiros. Segundo o cabo do 18° BPM, Oziel Araújo, o incêndio foi de grande proporção e havia risco de atingir prédios da área e até postos de combustíveis. “O fogo foi somente na área interna do aeródromo, mas tomou proporções alarmantes, pois corria o risco de incendiar o prédio do antigo aeroporto onde fica situado o prédio da guarda ambiental e ao lado uma sede carnavalesca. Teve a preocupação de as faíscas atingirem dois postos de combustíveis que ficam no fim da pista do aeródromo. As enormes chamas produziram muita fumaça, o que incomodou os moradores das proximidades. Os olhos ardiam com a fumaça”, contou o PM.
De acordo com Araújo, membros da guarda ambiental e populares ajudaram a conter o fogo, fazendo o isolamento da área. A direção do aeródromo e a prefeitura também ajudaram no combate ao incêndio.
Aeródromo
O local possui infraestrutura e instalações adequadas para aterrissagem e decolagem de aeronaves, mas não necessariamente para o transporte de pessoas e cargas ao nível de um aeroporto. O aeródromo passou três anos interditado pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) por falta de segurança, voltou a receber voos em outubro de 2013.

Colégios de Fortaleza aprovam 35% dos novos alunos do ITA

Dos 170 aprovados no vestibular, 61 são de Fortaleza (CE). Vestibular do ITA é dos mais difíceis e concorridos do Brasil.

Fortaleza é a cidade que mais aprova alunos no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) pelo quarto ano seguido. O órgão divulgou nesta terça-feira (30) a lista dos 170 aprovados pelo vestibular da instituição. Dos 170 aprovados, 61 são de colégios de Fortaleza. Em 2013, 71 alunos de Fortaleza haviam sido aprovados no mesmo vestibular e em 2012, 43.
O balanço mostra aumento na nota de corte, que passou de 62,5 para 63,7 (o índice vai até 100). A prova foi realizada por 7.792 estudantes de todo o país e teve abstenção de 34%.
Os aprovados poderão acessar individualmente as notas finais de suas respectivas provas a partir deste sábado (3) no site oficial do vestibular. Os convocados serão contatados via e-mail ou telefone e devem comparecer ao ITA no dia 18 de janeiro, às 10h.
Os estudantes ainda devem passar por exame médico, conforme previsto no regulamento, no dia 20 de janeiro. Caso haja uma segunda convocação, ela será feita também no dia 20, a partir das 15h, no site da instituição.
Dados

A cidade que contou com o maior número de selecionados no vestibular do ITA foi Fortaleza (CE), com 61 aprovações. Em seguida, aparece São José dos Campos (SP), sede do instituto, com 45 aprovados. Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP) tiveram 17 e 14 selecionados, respectivamente. Entre o total de vagas do vestibular, 18 serão ocupadas por mulheres.
Vestibular

O vestibular do ITA, um dos mais concorridos do país, foi aplicado durante quatro dias em 23 cidades brasileiras. Ao todo, foram oferecidas vagas para cursos de aeronáutica, aeroespacial, civil-aeronáutica, computação, eletrônica e mecânica-aeronáutica.
As carreiras mais disputadas são de engenharia aeronática e civil aeronáutica - que somaram mais de 3,6 mil candidatos. Do total de vagas disponíveis para cursos no próximo ano, 140 são para civis e 30 para optantes pela carreira militar.

Com 15 anos, potiguar é aprovado no vestibular do ITA

Victor Raniery Silva de Holanda foi aprovado na primeira tentativa do exame. Vestibular do ITA é considerado um dos mais difíceis e concorridos do país.

Renato Vasconcelos

Imagem
Victor Raniery de Holanda, de 15 anos, foi aprovado
no curso de mecânica-aeronáutica do ITA
(Foto: Arquivo Pessoal)
 "Por enquanto eu penso apenas em me dedicar a engenharia e estudar bastante. Não consigo visualizar em que vou trabalhar com certeza, são muitas possibilidades". É desta forma que Victor Raniery da Silva Holanda, de 15 anos, pensa na carreira. Aluno do Over Colégio e Curso, Victor foi aprovado no vestibular do Instituto de Tecnologia da Aeronáutica (ITA), um dos mais concorridos do Brasil. O resultado foi divulgado nesta quarta-feira (30). A partir de janeiro do próximo ano, o adolescente se muda para São José dos Campos, em São Paulo, onde se apresenta para cursar mecânica-aeronáutica.
Segundo o estudante, o interesse por estudar engenharia surgiu durante uma mostra de profissões, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). "Eles apresentaram as profissões de forma bastante superficial, mas fiquei interessado principalmente por engenharia mecânica. Meu pai então foi pesquisar sobre cursos de engenharia no país e me falou sobre o ITA. Quando vi a qualidade dos laboratórios, do curso e dos profissionais que eles formam, decidiu que ia tentar", disse.
Quanto a escolha pelo curso de mecânica-aeronáutica, Victor confessa que a inspiração também surgiu a partir de um projeto que conheceu na UFRN. "Eu fiquei interessado pelo projeto "carcará", onde os estudantes constroem aviões e participam de competições. Foi aí que eu decidi por seguir nesse ramo mais específico da engenharia", explicou.
"Fico muito feliz com esta aprovação porque agora eu sei que não vou precisar gastar muito tempo me dedicando aos estudos para passar no vestibular. Agora poderei me dedicar a engenharia de forma mais tranquila", concluiu o jovem de 15 anos.
Prodígio

Para concluir o ensino médio e ser aprovado com 15 anos em um dos vestibulares mais concorridos do Brasil, Victor teve uma pequena ajuda da Justiça. O estudante conseguiu o direito de pular o 9º ano do ensino fundamental após ser aprovado na prova do Instituto Federal do Rio Grande do Norte.
De acordo com o pai de Victor, Volney Teixeira de Holanda, o aluno já se destacava no ensino fundamental. "Ele sempre recebeu certificados como aluno destaque na escola, até que quando ele estava no 8º ano do ensino fundamental (antiga 7ª série), ele pediu para fazer a prova para o IFRN e passou", contou o pai.
Segundo Volney, que trabalha na área jurídica, foi a partir desta aprovação que o filho conseguiu na Justiça o direito de cursar o ensino médio antes de concluir o ensino fundamental. "Entramos com uma ação na Justiça para ele assumir a vaga. Victor teve que fazer uma prova com cerca de 280 questões, salvo engano ele acertou por volta de 260. Foi aí que ele conquistou o certificado e assumiu a vaga", disse Volney.
O aluno ainda cursou o 1º e o 2º ano do ensino médio no IFRN antes de decidir que queria cursar o ITA. Foi quando o pai decidiu transferí-lo para uma escola particular de Natal. "Ele já fazia cursinho no turno contrário à aula. Quando decidiu que queria o ITA, conversei com o professor dele e resolvi tranferí-lo para a escola para que ele pudesse se preparar", finalizou.
De acordo com Carlos André, professor e diretor da escola em que Victor concluiu o ensino médio, o esforço e a disciplina do estudante é que o levaram até o resultado alcançado.
“Victor é um aluno muito especial. Ganhou na justiça o direito de pular o nono ano pois era mais avançado que os demais alunos de sua idade. Seu interesse sempre foi a aprovação no ITA então criamos uma estratégia especial para ele alcançar esse objetivo assim que tivesse idade para fazer a prova”, disse Carlos André.
Preparação

De acordo com o estudante, a preparação para a prova foi intensificada nos últimos dois meses. "Como durante a tarde eu tinha aula, eu estudava por conta própria sempre pelas manhãs. Mas faltando dois meses para a prova, sabendo de como ela é concorrida, eu passei a estudar durante às noites. Nos fins de semana estudava de acordo com o que eu achava necessário, ou seja, bastante", explicou Victor.
Segundo o professor Carlos André, a dedicação de Victor fez a diferença para a aprovação. “Quando ele chegou a escola, nunca tinha assistido a uma aula de física ou de química na vida. Colocamos ele em uma turma do cursinho de Medicina para ele ter uma noção antes de entrar na turma militar. Ele era tão novo que os outros alunos acharam engraçado. Dois meses depois ele já tirava dúvidas dos outros colegas”, relata o professor.
“Ter um aluno aprovado no ITA é sempre muito bom, mas este caso é particular porque é um aluno com apenas 15 anos. A gente sabe que mais de 80% dos alunos que entram no ITA são aprovados pelo menos na segunda tentativa. Não é normal um aluno ser aprovado de primeira e ser com apenas 15 anos é mais incrível ainda. Foi um trabalho ao longo de três anos", concluiu o professor.
Mudança para SP

Depois de aprovado, Victor tem até 17 de janeiro para se apresentar na sede do ITA, em São José dos Campos, em São Paulo. Segundo o pai de Victor, a família ainda não planejou a mudança do jovem.
"Não estamos nem em Natal, estamos viajando. A euforia é tão grande que nem paramos para pensar nos detalhes. Voltamos para casa na próxima semana e aí é que vamos pensar em como será essa transição. O importante é estarmos lá no dia 17", disse o pai.
Despreocupado quanto a mudança, Victor apenas falou por alto sobre a mudança. "Eu e meu pai ainda estamos pensando como vai ser. Ele quer ir comigo, porque ainda sou muito novo. Mas ainda vamos decidir isso juntos", concluiu.

Alistamento militar em MS poderá ser feito pela Internet a partir de janeiro

Medida do Exército vale para nove estados brasileiros. Jovens serão informados por e-mail sobre próximas etapas e prazos.

G1 Ms

O alistamento militar online começa a valer a partir do dia 2 de janeiro de 2016. A medida é válida para Mato Grosso do Sul e outros oito estados brasileiros. Com a mudança, os jovens poderão preencher o cadastro de recrutamento pela internet e receberão pelo e-mail informações sobre as próximas etapas e prazos e se foram selecionados ou dispensados do serviço militar obrigatório.

De acordo com o Exército, com a novidade o tempo de permanência e frequência na Junta de Serviço Militar (JSM) será menor, garantido economia e maior comodidade já que os dados poderão ser incluídos e consultados tanto por computadores, telefones celulares e outros dispositivos móveis.

Caso o jovem tenha dificuldade de acesso à internet, poderá fazer o recrutamento online nas Juntas do Serviço Militar disponíveis em todos os municípios do estado. O prazo termina no dia 30 de junho e é obrigatório para jovens do sexo masculino que completarão 18 anos em 2016. A estimativa é que 95 mil jovens façam o alistamento no estado.

Os testes do novo sistema começaram a ser feitos no Sergipe. A medida será adotada também no Maranhão, Amapá, Bahia, Mato Grosso, Pará, Paraná e Santa Catarina.

MINISTÉRIO DA DEFESA


Reajuste salarial dos militares será de 27,9%


Brasília, 30/12/2015 – O governo encaminhou nesta quarta-feira ao Congresso Nacional o Projeto de Lei que trata do reajuste salarial dos militares das Forças Armadas. A mensagem da Presidência da República foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União de hoje.

O Ministério da Defesa, desde o início do ano, estabeleceu uma série de diálogos com a equipe econômica do governo. Nos últimos dias, conseguiu elevar o índice de reajuste do soldo dos militares, que anteriormente estava em torno de 25,5%, para uma média de 27,9%.

“Conseguimos a garantia de que teremos os soldos reajustados dentro das possibilidades econômicas do país”, explica o secretário-geral do Ministério da Defesa, general Silva e Luna.

A expansão da folha de pagamento de militares será concedida ao longo dos próximos quatro anos, sendo 5,5% a partir de agosto de 2016.

O reajuste será escalonado, com maiores percentuais para as graduações do início de carreira e postos intermediários, indicados como prioritários pelos Comandos das três Forças. Os índices variam de 24,39% a 48,91%.

Esse reajuste incide sobre os soldos. No entanto, como as gratificações são vinculadas a ele, também terão seus valores corrigidos na composição da remuneração bruta do militar.

Dessa forma, a remuneração bruta (com as gratificações) média dos oficiais generais, que atualmente varia de R$ 21.777 a R$ 25.433, será de R$ 27 mil a R$ 31.636, em 2019.

No caso dos oficiais superiores, que atualmente ganham, com gratificação, entre R$ 14.472 e R$ 17.068, ganharão, em 2019, entre R$ 18.212 a R$ 21.340, em média.

Os oficiais subalternos e intermediários, com remuneração bruta atual de R$ 8 mil a R$ 10.878, em média, passarão a receber valores que vão de R$ 9.990 a R$ 14.309.

Os praças, que ganham atualmente remunerações que variam de R$ 1.021 a R$ 7.463, em média, passarão a receber de R$ 1.270 a R$ 9.845 até o final do período de quatro anos.

As gratificações variam de acordo com a experiência, competência, local de trabalho do militar, por exemplo. Sobre essa remuneração bruta incidem os descontos obrigatórios, como o imposto de renda, contribuição para a pensão militar e para o fundo de saúde da Força.

JORNAL VALOR ECONÔMICO


Governo reajusta salários e benefícios dos servidores públicos


Murillo Camarotto E Vandson Lima

BRASÍLIA - O governo encaminhou nesta quarta-feira ao Congresso seis projetos de lei referentes à negociação salarial e à ampliação dos benefícios dos servidores públicos federais. Segundo o Ministério do Planejamento, os acordos contemplam 1,1 milhão de trabalhadores, contingente que representa quase 90% do quadro funcional da União.

Com vigência de dois anos, o reajuste salarial ficou acertado em 10,8% e será pago em duas vezes: uma em agosto de 2016 e a outra em janeiro de 2017. O auxílio-alimentação passou de R$ 373 para 458, a assistência pré-escolar subiu de R$ 73 para R$ 321 e a assistência à saúde passou de R$ 117 para R$ 145 por mês.

Outra mudança anunciada foi a incorporação, às aposentadorias, da chamada Gratificação de Desempenho. De acordo com o governo, o valor será aplicado em três vezes: janeiro de 2017, janeiro de 2018 e janeiro de 2019.

Para as carreiras de Estado, cujos vencimentos são pagos na forma de subsídio, o acordo contempla a incorporação do índice de 27,9% em quatro anos, sendo 5,5% em 2016; 6,99% em 2017; 6,65% em 2018; e 6,31% em 2019. A primeira parcela será paga em agosto de 2016 e as demais em janeiro dos respectivos anos.

Estão nesse grupo, por exemplo, servidores da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e da Comissão de Valores Mobiliários (CVM); do Ciclo de Gestão; e do Banco Central. Também foram firmados acordos com os servidores do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), da carreira administrativa da Polícia Federal.

Ainda assim, ficaram de fora entidades representativas importantes, como Receita Federal, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal (PFR), Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Médicos Peritos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Analistas de Infraestrutura, Analistas de Políticas Sociais, Peritos Federais Agrários e Diplomatas.

“Teremos o desafio de superar os impasses e chegarmos a termos de acordo com as entidades que representam esses servidores em 2016”, informou em nota o secretário de Gestão de Pessoas e Relações de Trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça.

A nota, no entanto, não esclarece outras medidas encaminhadas ao Congresso, como a que "cria, transforma e extingue cargos e funções", bem como outra que altera a remuneração de militares de ex-Territórios Federais. Também está prevista a criação de carreiras do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e regras sobre a remuneração dos cargos das carreiras das agências reguladoras.

Outra mensagem altera os requisitos de acesso a cargos públicos, reestrutura cargos e carreiras, dispõe sobre honorários advocatícios de sucumbência das causas em que forem parte a União, suas autarquias e fundações, e dá outras providências. Também foram alterados o soldo e o escalonamento vertical dos militares das Forças Armadas. O inteiro teor das medidas, entretanto, não foi publicado.

JORNAL O DIA


Reajuste médio dos militares será de 27,9% em quatro anos.


Angélica Martins

Após um ano de negociações e muita pressão, o tão esperado reajuste salarial de 655 mil militares das Forças Armadas foi encaminhado nesta quarta-feira ao Congresso Nacional. O projeto de lei será votado após o recesso em fevereiro. O aumento médio proposto é de 27,9%, dividido em quatro anos, começando com 5,5% a partir de agosto de 2016. A mensagem da Presidência da República foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União de quarta. Conforme a coluna antecipou em agosto, o reajuste previsto era de 25% até 2019, com aprovação até dezembro deste ano.
Segundo o Ministério da Defesa, o aumento será escalonado, com maiores percentuais para graduações do início de carreira e postos intermediários. Os índices variam de 24,39% a 48,91%. O reajuste incide sobre os soldos. No entanto, como as gratificações são vinculadas a eles, também terão valores corrigidos na composição da remuneração bruta. As gratificações variam conforme a experiência, competência, local de trabalho do militar, por exemplo.

AGÊNCIA BRASIL


Setor de transporte aéreo comemora aumento da demanda por viagens

Relatório da Anac aponta que aumentou em mais de 13% a demanda por viagens internacionais, em 2015, em comparação com 2014

O setor de transporte aéreo comemora aumento da demanda por viagens. Segundo relatório da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), as viagens internacionais aumentaram em mais de 13%, em 2015, em comparação com 2014. Sobre o assunto, o Revista Brasil entrevistou o diretor de Segurança e Operação de Voo da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Ronaldo Genkins.

Segundo ele, os dados revelam que além do aumento da demanda por viagens nacionais e internacionais, as tarifas diminuíram e esta é a grande razão do aumento das viagens. O preço das tarifas caiu mais de 18% e isto compensou e proporcionou o aumento da demana. A demanda internacional, ainda que tenha ocorrido o aumento do dólar, cresceu expressivamente.

Ronaldo Genkins avalia que o que tem sido ampliado não é a frequência, mas a capacidade das aeronaves que fazem a mesma ligação. Ou seja, se substitui um avião de 140 assentos para outro de 180 assentos e assim por diante o que gera um aumento de oferta.




JORNAL DIÁRIO DE CUIABÁ


Ministério da Saúde divulga dados atualizados de microcefalia


O Ministério da Saúde divulgou nesta terça-feira (29) o último boletim epidemiológico do ano sobre microcefalia. Os dados foram copilados até o dia 26 de dezembro. Até o momento, foram notificados 2.975 casos suspeitos da doença em recém-nascidos de 656 municípios de 20 unidades da federação. Também estão sendo investigados 40 óbitos suspeitos de microcefalia relacionados ao vírus Zika. 
Das 20 unidades da federação com casos suspeitos, nove permaneceram com número de casos suspeitos iguais ao Boletim anterior divulgado na semana passada. Três estados (TO, MG e MT) apresentaram diminuição de casos e oito apresentaram aumento de casos.
O maior número de casos foi registrado em Pernambuco (1.153), o que representa 38,76% dos casos de todo o país. O estado foi o primeiro a identificar aumento de microcefalia no país. Em seguida, estão os estados da Paraíba (476), Bahia (271), Rio Grande do Norte (154), Sergipe (146), Ceará (134), Alagoas (129), Maranhão (94) e Piauí (51).
Em novembro, o Ministério da Saúde declarou Emergência em Saúde Pública de Importância Nacional para dar maior agilidade às investigações, que estão sendo realizadas de forma integrada com as secretarias estaduais e municipais de saúde. Trata-se de um mecanismo previsto para casos de emergências em saúde pública que demandem o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública.
Também está em funcionamento, desde o dia 10 de novembro, o Centro de Operações de Emergência em Saúde (COES), um mecanismo de gestão de crise que reúne as diversas áreas para responder a esse evento.
Mobilização Nacional – Para a execução das ações do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia, foi instalada a Sala Nacional de Coordenação e Controle para o Enfrentamento à microcefalia. O objetivo é intensificar as ações de mobilização e combate ao mosquito Aedes aegypti.
Também serão instaladas salas estaduais, que contarão com a presença de representantes do Ministério da Saúde, Secretarias de Saúde, Educação, Segurança Pública, Assistência Social, Defesa Civil e Forças Armadas.
Atualmente, estão implantadas salas em 18 unidades da federação: Acre, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Santa Catarina, Tocantins, Rio Grande do Sul, Distrito Federal, Alagoas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Sergipe e Ceará. Outros quatro estados estão em fase de implantação da sala: Pará, Rio Grande do Norte, Minas Gerais e São Paulo. Os demais serão orientados pelo Ministério da Saúde para a implantação das salas.
Orientação – O Ministério da Saúde recomenda que as gestantes adotem medidas que possam reduzir a presença de mosquitos transmissores de doença, com a eliminação de criadouros, além de se protegerem da exposição de mosquitos, mantendo portas e janelas fechadas ou teladas, usar calça e camisa de manga comprida e utilizar repelentes permitidos para gestantes.
Também faz parte destas orientações o acompanhamento e as consultas de pré-natal, com a realização de todos os exames recomendados pelo médico. O Ministério da Saúde reforça ainda a orientação de não consumirem bebidas alcoólicas ou qualquer outro tipo de drogas, não utilizar medicamentos sem orientação médica e evitar contato com pessoas com febre ou infecções.
Zika - Atualmente, a circulação do Zika é confirmada por meio de teste PCR, com a tecnologia de biologia molecular. A partir da confirmação em uma determinada localidade, os outros diagnósticos são feitos clinicamente, por avaliação médica dos sintomas.
O Ministério da Saúde capacitou mais 11 laboratórios públicos para realizar o diagnóstico de Zika. Contando com as cinco unidades referência no Brasil para este tipo de exame, já são 16 centros com o conhecimento para fazer o teste. Nos dois próximos meses, a tecnologia será transferida para mais 11 laboratórios, somando 27 unidades preparadas para analisar 400 amostras por mês de casos suspeitos de Zika em todo o país.
Larvicidas – O Ministério da Saúde enviou, este mês, larvicida aos estados do Nordeste e Sudeste, o suficiente para tratar um volume de água equivalente a 3.560 piscinas olímpicas. São mais 17,9 toneladas do produto utilizado para eliminar as larvas do mosquito Aedes aegypti.
O quantitativo é suficiente para proteger 8,9 bilhões de litros de água e corresponde à demanda apresentada pelas próprias Secretarias Estaduais de Saúde, levando em consideração a situação epidemiológica local e o histórico de consumo.
Em 2015, no total foram enviadas 114,4 toneladas de larvicida para todo o país, quantidade suficiente para o tratamento de 57,2 bilhões de litros de água. Para o próximo ano, o Ministério da Saúde já adquiriu mais 100 toneladas do produto, que deverá garantir o abastecimento até junho de 2016, um investimento na ordem de R$ 10 milhões. (Assessoria)

PORTAL UOL


Empresas estudam acabar com copilotos em aviões; associações apontam riscos


Blog Todos A Bordo Uol - Economia

Um grupo formado por 35 empresas aéreas, entre elas a Boeing e a Airbus, está empenhado em desenvolver uma nova tecnologia de automação para reduzir a dependência da tripulação durante os voos, o que melhoraria a segurança das aeronaves. As empresas estudam, inclusive, eliminar o copiloto dos aviões comerciais em um futuro próximo.
A ideia do projeto, batizado de Across e também financiado pela União Europeia, é criar uma espécie de programa de piloto automático ainda mais sofisticado que assuma o controle da aeronave, principalmente em ocasiões com mau tempo e em situações propícias a acidentes. Até agora, 25 protótipos de novas tecnologias já foram criados.
Segundo as empresas, a ideia é ajudar nas tomadas de decisões do piloto em situações de risco e reduzir a pressão sofrida por eles com o crescimento do tráfego aéreo.
Além disso, para o consórcio, cockpits com apenas um piloto são vistos como uma possibilidade em um futuro próximo, principalmente por conta dos processos de automação cada vez mais constantes. A medida traria, inclusive, redução de gastos para as companhias.
De acordo com o projeto, dados mostram que os pilotos conseguem impedir um grande número de acidentes, mas “questões envolvendo a tripulação foram fatores que contribuiram para 60% dos acidentes fatais entre 1990 e 2010”.
Para elas, a crescente complexidade dos sistemas da aeronaves explicaria a causa do alto número de acidentes recentes que podem ser atribuídos a erros humanos, tais como dificuldade na percepção do ambiente, consciência situacional não completa e omissão de ação ou ação inapropriada.
Pilotos não concordam com o programa
As associações de pilotos da UE não concordam com a ideia e afirmam que o projeto, na verdade, é uma tentativa de criar aviões sem pilotos no futuro, apesar da oposição pública.
A Associação dos Pilotos Britânicos diz ainda que uma maior automação iria aumentar os riscos de invasões de hackers e falhas de computador.
O projeto começou em janeiro de 2013 e terminará em junho de 2016.

Airbus posterga primeira entrega do A320neo para 2016


Reuters - Cyril Altmeyer E Victoria Bryan

PARIS/BERLIM (Reuters) - A fabricante europeia de aviões Airbus adiou a entrega de sua primeira aeronave A320neo em alguns dias, disse um porta-voz nesta quarta-feira, perdendo a meta de entregar a versão atualizada do jato a um cliente até o fim de 2015.
"As discussões continuam de forma que, quando entregarmos o avião, ele esteja verdadeiramente operacional na frota da Lufthansa", disse o porta-voz da Airbus. "Levará alguns dias".
A aérea alemã Lufthansa passou a ser a primeira da fila a receber a entrega do A320neo mais cedo neste mês, após a Qatar Airways expressar incerteza sobre a performance técnica de seus motores da Pratt & Whitney.
A Lufthansa disse ter acertado com a Airbus o atraso da entrega para o início de 2016 devido a "complexidades técnicas".
A Airbus disse que isso se relaciona com atrasos na documentação.

Polícia de Tóquio já tem drone anti-drone


Carlos L. A. Da Silva Código Fonte

O que fazer para derrubar ou capturar um drone utilizado para atividades ilegais? A polícia japonesa já encontrou uma solução para o problema: para vencer um drone, é só utilizar outro drone.

O país tem uma resistência histórica contra aeronaves não-tripuladas, uma desconfiança que só aumentou quando um drone entregou material radioativo no escritório do Primeiro-Ministro em Abril.

O drone anti-drones da polícia japonesa virá equipado com uma grande rede de captura de 3×2 metros, que será utilizada para neutralizar a aeronave ilegal em pleno ar. O modelo adotado pela polícia é o DJI Spreading Wings 900 de quatro rotores, potente o bastante para arrastar drones menores na rede montada.

A iniciativa já foi testada com sucesso pela polícia da capital, Tóquio. Por enquanto, a força policial terá apenas uma aeronave para proteger o espaço aéreo da cidade, mas a esquadrilha deve ser ampliada para dez drones até Fevereiro do ano que vem e terá como foco a guarda de prédios públicos.

JORNAL DIÁRIO DE PERNAMBUCO


Bolívia vai militarizar fronteira com Brasil por aumento da violência

Ao todo, 200 militares vão reforçar a segurança, então nas mãos de um grupo de cinco policiais

Afp - Agence France-presse

La Paz - O governo boliviano anunciou que vai militarizar a localidade de San Matías, no leste do país e na fronteira com o Brasil, palco de uma escalada de violência nos últimos meses - informou o ministro da Defesa, Reymi Ferreira, nesta terça-feira. A onda de violência estaria ligada a acertos de contas do narcotráfico. "O presidente autorizou as Forças Armadas a (realizar) a militarização de San Matías em apoio à Polícia Nacional", declarou o ministro à imprensa.

Ao todo, 200 militares vão reforçar a segurança em San Matías, então nas mãos de um grupo de cinco policiais, como havia reconhecido o ministro de Governo (Interior), Carlos Romero. "O efetivo militar estará subordinado à ação da Polícia, que é a que tem competência. Nós intervimos como reforço, por ser uma zona fronteiriça e uma zona muito perigosa por contrabando, narcotráfico, tráfico de mulheres e contrabando de madeira, que foi ocorrendo na área", detalhou o ministro da Defesa.

Nos últimos meses, registrou-se uma série de assassinatos em San Matías. O último deles aconteceu na semana passada, com o assassinato de uma funcionária do Escritório de Migração, quando celebrava o Natal em casa. O ministro Ferreira disse que a medida terá caráter temporário. Tanto o representante da Defensoria Pública em Santa Cruz (leste), quanto parlamentares da oposição pediram o reforço da presença policial e até mesmo militar nessa região.

OUTRAS MÍDIAS


CANALTECH


Que tal viajar em uma redoma de vidro no topo de um avião?


A empresa de engenharia aeroespacial Windspeed Technologies desenvolveu o conceito de um sistema que consiste em um pequeno elevador com poltronas e uma redoma de vidro que podem ser instalados em um avião. A ideia é simples: permitir que alguns de seus passageiros tenha uma visão panorâmica do voo, subindo ao topo da aeronave e tendo uma vista bem mais ampla do que aquela permitida pela janela do veículo.
Chamado de SkyDeck, o sistema foi criado para ser utilizado em jatos particulares ou mesmo como um diferencial nas primeiras classes de voos comerciais, quem sabe servindo como um algo a mais pelo qual as companhias poderiam cobrar por sua utilização. A ideia principal é deixar os voos menos entediantes, algo que pode ser ainda mais interessante em viagens extremamente longas.
“As ofertas atuais de entretenimento em voo não mudaram muito ao longo das últimas décadas”, informa a companhia na apresentação do SkyDeck em sua página oficial. “Nós queremos trazer um produto capaz de oferecer um alto nível de entretenimento para reduzir o tédio de voos longos”, completa a publicação.
Sem preocupações aerodinâmicas
Uma das dúvidas mais latentes quando se fala em uma redoma de vidro instalada no topo de uma aeronave é a possível alteração na aerodinâmica do veículo. A Windspeed garante que o desempenho do veículo permanece inalterado devido ao design e à engenharia envolvidos na construção da cobertura. Além disso, o fato de ser projetada para ficar na parte traseira do avião também contribui para evitar um aumento considerável no gasto de combustível.
Outras questões de segurança, como a da resistência da cobertura a fim de ser possível adicioná-la ao topo a aeronave, também estão sendo avaliadas. A Windspeed garante estar em contato com inúmeras fabricantes a fim de encontrar a superfície ideal para permitir que passageiros consigam ter um extra na sua experiência de voo. Mas tudo ainda está na fase das ideias, ou seja, é bem provável que o SkyDeck demore a se tornar realidade.



PORTAL PARNAMIRIM (RN)


Jefferson Bezerra

Prefeitura capacita soldados da FAB para combater Aedes aegypti


A Secretaria de Saúde de Parnamirim (Sesad) está capacitando 150 soldados da Força Aérea Brasileira (FAB) para atuarem juntos aos agentes de endemias no combate ao Aedes aegypti no município. A parte teórica da capacitação teve início na última semana. Os treinamentos práticos iniciaram na segunda-feira e seguem até a próxima terça-feira (5), no bairro Parque Industrial.
Durante o período prático, grupos de 30 militares por dia estão realizando inspeção nas ruas, acompanhados por técnicos da Secretaria de Saúde. A capacitação consiste na procura de depósitos que contenham água, aplicação de larvicida e inspeção casa a casa.
É muito importante esse momento de campo, pois os soldados estão podendo vivenciar a parte mecânica do processo de prevenção e identificação de possíveis focos do mosquito .Eles vão nos ajudar bastante, frisou o supervisor geral de endemias, Damião Fernandes.
A partir da segunda semana de janeiro, os 150 soldados se juntarão aos 90 de agentes de endemias do município para realizarem o trabalho focal de prevenção ao mosquito conhecido também por transmitir a dengue e o chikungunya.
Cada equipe será composta por um agente epidemiológico e dois militares que percorrerão as casas, nos horários das 7h30 às 13h, diariamente, para identificar os focos do mosquito, aplicar larvicidas em locais de água parada e orientar a população a respeito dos riscos do Aedes aegypt.Cada quarteirão terá um agente de endemias que será responsável por dar suporte a equipe.
Após os treinamentos práticos, a Sesad fará um novo levantamento de índice amostral - levantamento de infestação do mosquito - para traçar o cronograma de atuação das equipes nos bairros.
A parceria da Prefeitura de Parnamirim e Base Aérea faz parte da atuação integrada do Governo Federal, estados e municípios para combater o Aedes aegypti, tendo em vista o aumento dos casos de microcefalia, causado pela circulação do vírus zika em diversos estados do Nordeste.
Levantamento
De acordo com a Sesad,de janeiro até novembro de 2015, Parnamirim registrou 1.651 casos notificados de dengue. Destes, 225 confirmados sorologicamente. Além disso,foram confirmados 13 casos do vírus zika, 137 notificações de chikungunya e 7 registros de microcefalia. Apesar do elevado número de casos notificados neste ano, a média do índice de infestação predial de 1,1% é classificada como de baixo risco.
Os bairros que apresentam o maior número de incidência do mosquito são: Centro, Jardim Planalto, Liberdade e Boa Esperança.
ImagemImagemImagem

JORNAL DE NEGOCIOS (PT)


Ana Serafim

Aviação mundial com mais 6,4% de passageiros e recorde de lucros em 2015

Os lucros operacionais das companhias aéreas poderão superar os 54 mil milhões de euros este ano, beneficiando da baixa do petróleo. As "low cost" transportaram 950 milhões de pessoas, 28% do total.
A indústria aérea mundial deverá somar 3,5 mil milhões de passageiros em voos regulares este ano, mais 6,4% do que em 2014, segundo os dados preliminares divulgados pela Organização da Aviação Civil Internacional (OACI).
Em 2015 é também esperado um novo recorde nos lucros operacionais, que poderão chegar aos 60 mil milhões de dólares (54,7 mil milhões de euros), um aumento de 42,9% face aos 40 mil milhões de dólares (38,3 mil milhões de euros) alcançados no final do ano passado.
Realçando que mais de um terço destes resultados é gerado pelas companhias norte-americanas, a OACI explica em comunicado que "a significativa baixa no custo do combustível e o impacto positivo do crescimento do tráfego aéreo compensaram o efeito misto de um dólar forte nas receitas e nos custos unitários das transportadoras aéreas".
Além disso, a diminuição do preço do petróleo também contribuiu para atrair mais passageiros porque permitiu às empresas "ter alguma flexibilidade para baixar tarifas".
Num ano em que a oferta de lugares de avião aumentou 6,1% globalmente – variando entre 0,1% em África e 13,8% no Médio Oriente – a taxa de ocupação das aeronaves melhorou 0,5 pontos percentuais face a 2014, para 80,2%.

"A indústria da aviação é composta por mais de 1.400 companhias aéreas comerciais, 4.130 aeroportos e 173 prestadores de serviços de navegação aérea e continua a desempenhar um papel decisivo no estímulo ao crescimento do turismo e do comércio. Actualmente, mais de metade dos turistas usam o transporte aéreo e cerca de 35% do comércio mundial em valor é feito é feito por avião", detalha a organização.
Do total de passageiros, 950 milhões viajaram em companhias de baixo custo. "A presença crescente das "low cost" nas economias emergentes foi um importante contributo para o crescimento generalizado do tráfego de passageiros", continua.
Quanto a 2016, "a esperada nova descida nos preços do petróleo aliada a uma melhoria económica, deverá permitir que o tráfego de passageiros e o lucro do sector continuem a sua rota ascendente", conclui a ICAO.

OPINIAO E NOTÍCIA (RJ)


Brasil foi o terceiro maior comprador de armas em 2014

Estudo realizado pelo Congresso dos Estados Unidos aponta o Brasil como o terceiro maior comprador de armas em 2014, atrás de Coreia do Sul e Iraque
Um estudo realizado pelo Congresso dos Estados Unidos revelou que o Brasil é o terceiro país do mundo que mais comprou armas em 2014. De acordo com o Congresso americano, o Brasil gastou cerca de US$ 6,5 bilhões em acordos de compra para melhorar o poderio bélico das Forças Armadas do país, principalmente na compra de aviões de caça suecos.
O relatório indica que o Brasil está atrás apenas da Coreia do Sul e do Iraque na compra de armas no mundo e, assim como o Brasil, ambos os países também procuram ampliar sua força militar.
O estudo aponta que a Coreia do Sul gastou cerca de US$ 7,8 bilhões em contratos de compra de armas, já que nos últimos anos vive em constante tensão com a vizinha Coreia do Norte, devido ao programa nuclear e outras provocações que o país vizinho tem feito, se tornado o principal comprador de armas do mundo. Já o Iraque, gastou em 2014 cerca de US$ 7,3 bilhões em armas, devido à retirada das tropas americanas do país, obrigando o governo iraquiano a reforçar seu exército nacional.
Além da compra de armas, o estudo aponta que Estados Unidos foram o principal vendedor do mundo. Os dados indicam um salto de cerca de 35% nas receitas americanas, subindo de US$ 26,7 bilhões em 2013 para US$ 36,2 bilhões em 2014, impulsionados por acordos multibilionários com Catar, Arábia Saudita e Coreia do Sul. De acordo com os números, os Estados Unidos foram responsáveis por 50% da venda de armas no mundo em 2014.
Logo atrás dos Estados Unidos, a Rússia foi a segunda maior vendedora, com US$ 10,3 bilhões. Em terceiro foi a Suécia (US$ 5,5 bilhões), seguida por França (US$ 4,4 bilhões) e China (US$ 2,2 bilhões), fechando as cinco primeiras posições.

EXAME INFORMATICA (PT)


DARPA quer drone militar que aterre em pequenos navios

A agência militar DARPA recorre a drones para fazer voos de vigilância e reconhecimento, mas que precisam de grandes embarcações para o lançamento e aterragem. O objetivo é criar drones que possam fazer o mesmo, mas em navios mais pequenos.
O TERN, de Tactically Exploited Reconnaissance Node, está numa fase de início de construção de um protótipo. A DARPA atribuiu já um fundo de 93 milhões de dólares à Northrop Grumman para a criação de um modelo funcional e preparar uma demonstração, primeiro em solo firme, depois a bordo de um avião.
O projeto descreve um drone que parece uma asa única, com estabilizadores e propulsores. Este drone pode levantar voo como um helicóptero, em más condições atmosféricas e a partir de um navio pequeno. A missão é feita através de um voo na horizontal e, durante a aterragem, o UAS, de Unmanned Air System, volta a adotar uma postura vertical, noticia o Engadget.
Se o projeto for um sucesso, poderá marcar uma viragem na forma como as missões de reconhecimento e vigilância são feitas, garantindo um papel mais importante aos navios mais pequenos de cada frota. Ainda não há dados sobre quando devem decorrer as experiências.



Leia também:









quinta-feira, dezembro 31, 2015 | Posted in , , , , , , , , , , , , , , | Read More »

Oficinas da Helibras conquistam certificação para serviços nos conjuntos mecânicos de H155 e AS365



Oficinas da Helibras conquistam certificação para serviços nos conjuntos mecânicos de H155 e AS365 ...

As oficinas de manutenção, revisão e reparos da Helibras, localizadas em Itajubá (MG) receberam uma complementação da certificação da Airbus Helicopters / ANAC / TCCA (órgão de aviação civil do Canadá) para serviços nos helicópteros H155 e AS365 que operam nos dois países. Após treinamento ministrado por um técnico da matriz, os profissionais brasileiros foram qualificados para realizar a revisão geral de todos os conjuntos mecânicos desses modelos.

Essa é mais uma etapa realizada pela Helibras visando oferecer aos clientes serviços completos, sem a necessidade de enviar componentes das aeronaves em operação no Brasil para o exterior.

Esta qualificação capacita as oficinas a atenderem as frotas do Exército Brasileiro, que opera os AS365 Pantera e a versão modernizada K2, assim como as unidades de AS365 e H155 que atuam no mercado executivo e Oil & Gas no país. 

Sobre a Helibras

A Helibras é a única fabricante brasileira de helicópteros e completou, em 2015, 37 anos de atividades. Desde a sua fundação, em 1978, a empresa já entregou mais de 750 helicópteros no Brasil, sendo 70% do modelo Esquilo, fabricado em Itajubá (MG). Em 2012, começou a produzir o modelo H225M (militar), tendo construído uma nova linha de montagem e ampliado todas as suas instalações para esse novo programa. A Helibras é subsidiária da Airbus Helicopters, que pertence ao Airbus Group, pioneiro mundial nos segmentos aeroespacial e de serviços relacionadas à defesa. Com participação de 50% na frota brasileira de helicópteros a turbina, a Helibras é líder de mercado e mantém instalações em Minas Gerais, São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília. Sua fábrica, que emprega mais de 640 profissionais e tem capacidade de produção de 36 aeronaves por ano, produz e customiza diversos modelos que atendem aos segmentos civil, governamental e militar. Em 2014, a empresa registrou faturamento total de R$ 671 milhões. Mais informações: www.helibras.com.br.

Sobre a Airbus Helicopters

Airbus Helicopters é uma divisão da Airbus Group. A empresa fornece as mais eficientes soluções em helicópteros civis e militares aos seus clientes para servir, proteger, salvar vidas e realizar o transporte seguro de passageiros em ambientes altamente exigentes. Voando mais de 3 milhões de horas por ano , a frota da empresa em serviço inclui cerca de 12.000 helicópteros operados por mais de 3.000 clientes em 152 países. A Airbus Helicopters emprega mais de 23.000 pessoas no mundo e, em 2014, gerou uma receita de 6,5 bilhões de euros. Em conformidade com a nova identidade da empresa, totalmente integrada à Airbus Group, a Airbus Helicopters renomeou sua gama de produtos que substitui a antiga designação "EC" por um "H".


Leia também:









quinta-feira, dezembro 31, 2015 | Posted in , , , , , | Read More »

Azul passará a operar voo diário entre Campinas e Porto Seguro



Azul passará a operar voo diário entre Campinas e Porto Seguro ...

São Paulo, dezembro de 2015 – A partir de 22 de fevereiro, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras passará a ter um voo regular diário entre Campinas e Porto Seguro. Com a operação da rota por jatos Embraer 195, de 118 assentos e com TV ao vivo, mais de 1,5 mil Clientes poderão ser transportados semanalmente. A novidade da companhia passa por aprovação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) – atualmente, a linha Campinas-Porto Seguro é servida por voos regulares da empresa aos sábados e domingos.

“Atenderemos a uma demanda de turismo para uma das regiões mais visitadas do país. Com a ampliação da oferta entre Campinas e Porto Seguro, vamos ajudar no incremento da economia do destino baiano, com apoio na conectividade do terminal paulista para que Clientes de todo o país possam chegar a Porto Seguro”, afirma Marcelo Bento, diretor de Planejamento e Alianças da Azul.

Em Campinas, a Azul oferta voos para mais de 55 destinos em aproximadamente 170 decolagens diárias. Já em Porto Seguro, a companhia tem frequências para nove destinos domésticos.

Voos extras – Entre 18 de dezembro e 31 de janeiro, em adição aos voos regulares operados aos fins de semana, a companhia terá operações de segunda a sexta entre Campinas e Porto Seguro. O objetivo é atender ao acréscimo de demanda esperado durante o verão.

Azul em Campinas
A Azul oferece voos diretos a partir do Aeroporto de Viracopos para mais de 55 destinos: Aracaju, Araçatuba, Porto Seguro, Brasília, Bonito, Cascavel, Criciúma, Cabo Frio, Corumbá, Cuiabá, Campo Grande, Caldas Novas, Belo Horizonte (Confins e Pampulha), Curitiba, Caxias do Sul, Dourados, Florianópolis, Fortaleza, Rio de Janeiro (Santos Dumont e Galeão), Goiânia, Foz do Iguaçu, Ilhéus, Juiz de Fora (Zona da Mata), Juazeiro do Norte, Joinville, João Pessoa, Bauru, Londrina, Manaus, Maceió, Maringá, Marília, Natal, Navegantes, Sinop, Passo Fundo, Porto Alegre, Patos de Minas, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Recife, Rio Verde, Rondonópolis, São José do Rio Preto, Salvador, Teresina, Três Lagoas, Uberaba, Uberlândia, Vitória, Chapecó, Valença, Feira de Santana, Fort Lauderdale/Miami e Orlando. A companhia estreou em Campinas em 25 de fevereiro de 2000, com operações da Trip.

Azul em Porto Seguro
A companhia opera uma média de cinco voos diários no destino baiano. Os destinos atendidos são Ribeirão Preto, Presidente Prudente, Salvador, São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Campinas, Uberlândia, Belo Horizonte (Confins) e Rio de Janeiro (Santos Dumont). Estreia: 3 de julho de 2009.

Sobre a Azul
A Azul Linhas Aéreas Brasileiras é a companhia aérea com o maior número de destinos servidos no país. A empresa detém uma frota de 140 aeronaves, mais de 10.000 funcionários, mais de 900 voos diários, aproximadamente 100 destinos servidos e um terço do total de decolagens do país. A qualidade de seus serviços já foi atestada por inúmeros prêmios, nacionais e internacionais. Em 2015 foi eleita pela quinta vez consecutiva pela Skytrax World Airline Awards como “Melhor companhia aérea low-cost da América do Sul”. A Azul também recebeu em 2013 o prêmio de “Companhia Aérea mais Pontual da América do Sul”, concedido pela FlightStats, e foi reconhecida como empresa aérea mais pontual do Brasil em 2014, segundo os critérios da Infraero. Neste mesmo ano, a companhia foi reconhecida como melhor companhia aérea low cost do mundo pela CAPA – Centre for Aviation.

Saiba mais em www.voeazul.com.br.


Leia também:









quinta-feira, dezembro 31, 2015 | Posted in , , , | Read More »

Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos







Publicidade






Recently Added

Recently Commented