|

RIOgaleão sobe seis posições em pesquisa da satisfação do Ministério dos Transportes


RIOgaleão sobe seis posições em pesquisa da satisfação do Ministério dos Transportes ...  


Rio de Janeiro, janeiro de 2017 – O aeroporto RIOgaleão subiu seis posições na pesquisa de satisfação dos passageiros divulgada hoje pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. A pesquisa foi feita entre outubro e dezembro passado e compara os dados com o trimestre anterior, de julho a setembro de 2016. 

Com a melhoria na percepção dos passageiros, a posição do RIOgaleão no ranking dos 15 principais aeroportos do país subiu da 12ª posição para o 6º lugar, o que comprova o resultado positivo do investimento de R$ 2 bilhões na modernização da estrutura e serviços implementados pela concessionária. A nota do RIOgaleão passou de 4,16 para 4,35 (de um total de 5), sendo que a partir de 4,0 a avaliação é considerada como boa. Se for comparado o último trimestre do ano com o primeiro a avaliação do aeroporto subiu de 3,92 para 4,35, sendo o aeroporto com maior evolução. 

Com quase dois anos e meio à frente da gestão e operação do Aeroporto Internacional Tom Jobim, o RIOgaleão mantém evolução contínua na satisfação dos passageiros. A megaoperação realizada pela concessionária durante o período olímpico, que recebeu mais de 3 milhões de passageiros, assim como a alta temporada que ocorre atualmente, atestam a aprovação do público sobre as novas instalações, serviços e experiências no novo aeroporto.

A Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (FIPE) também realizou uma pesquisa que mede a qualidade dos serviços oferecidos pela concessionária aos passageiros, assim como as instalações do aeroporto. A instituição realiza a pesquisa com aval da Agência Nacional da Aviação Civil (ANAC) para medir a qualidade do serviço e da operação na opinião dos passageiros. 

Segundo a pesquisa, o RIOgaleão obteve nota superior a quatro de um máximo de cinco pontos, assim como a divulgada pelo Ministério dos Transportes.  Ainda segundo a pesquisa, cerca de 69% dos passageiros entrevistados preferem o RIOgaleão ao Santos Dumont quando comparados os aeroportos do Rio de Janeiro.

Itens que, no passado, eram os mais criticados pelo público que frequenta o aeroporto são hoje bem avaliados e recebem nota alta. Entre eles, estão o conforto térmico (4,73) e a limpeza dos sanitários (4,37). A climatização, inclusive, foi o item que recebeu a maior nota dentre as categorias avaliadas, fruto do investimento de R$12 milhões da concessionária na completa modernização do sistema de ar condicionado. Quando o RIOgaleão assumiu a operação do aeroporto, parte dos equipamentos existentes estavam inoperantes e eram da década de 70.

Entre as categorias melhor avaliadas, em ambas as pesquisas, e que obtiveram destaque por alcançar nota acima de 4,0 de um máximo de 5,0 pontos estão: disponibilidade de assentos no embarque, cordialidade dos funcionários do aeroporto, limpeza geral do aeroporto, organização da fila de inspeção de segurança, sinalização, disponibilidade de carrinhos para bagagem e de tomadas, lojas e estabelecimentos comerciais, qualidade da informação nos painéis dos voos e nas esteiras de restituição de bagagens, facilidade de embarque e desembarque no meio-fio, percepção de segurança, conforto térmico, acústico e qualidade do sistema sonoro.

Novo RIOgaleão
Com investimentos no valor de R$ 2 bilhões, feitos pelo RIOgaleão, o Aeroporto Internacional Tom Jobim, conta, hoje, com novos serviços e infraestrutura diferenciada para oferecer aos passageiros e visitantes do Rio de Janeiro uma experiência de excelência aeroportuária. A concessionária construiu o Píer Sul, nova área do aeroporto, no terminal 2, com mais de 100 mil m² para embarques e desembarques de voos internacionais e um novo complexo de estacionamento.

Os embarques, desembarques e imigração, no aeroporto, ficaram mais ágeis e seguras com a instalação de portões automáticos integrados com o sistema do órgão público de segurança. Com a tecnologia BCBP (bar-coded boarding pass), o passageiro tem autonomia para acessar as áreas restritas de embarque por meio da leitura do código de barras do bilhete de viagem via papel impresso ou pelo smartphone. Já a imigração ganhou os portões eGates que liberam o acesso à área internacional por meio da leitura automática do passaporte e da biometria facial. Os sistemas de refrigeração, elétrico e sonoro também foram completamente modernizados e estão em pleno funcionamento.

O Edifício Garagem conta agora com sete andares, sendo quadro deles construídos pela concessionária e os demais modernizados com troca de elevadores, sinalizadores e remarcações das cerca de 3.000 vagas do espaço de um total de 7 mil em todo o aeroporto. 

Além disso, o espaço conta com monitoramento de segurança 24 horas por dia e um pavimento premium, localizado no Piso 2, que tem vagas mais largas com manobristas e uma sala VIP, operada pela renomada Plaza Premium Lounge, empresa asiática especializada em serviços aeroportuários, com quartos para descanso, banheiros com chuveiros individuais e salas para reuniões. O diferencial desse espaço é a localização que fica na área pública para uso comum de todos os visitantes do aeroporto, principalmente para negócios.

A concessionária também trouxe para o aeroporto mais de 200 novas operações comerciais (muitas delas renomadas internacionalmente e outras que são a cara do Rio de marcas regionais), o que incentiva a concorrência saudável dos preços entre os cessionários.  O Píer Sul conta, também, com cinco salas VIP para uso dos passageiros com destino ao exterior operadas pela Gol Linhas Aéreas, Star AllianceAmerican Airlines Admirals Club e Plaza Premium Lounge. Já o embarque doméstico possui uma sala VIP também operada pela empresa asiática.

Todo a rede de internet aeroportuária também passou por uma completa modernização e os passageiros têm acesso gratuito à internet de alta velocidade por wi-fi no qual é possível, inclusive, assistir filmes via streaming enquanto circulam pelo aeroporto. Duas operadores de câmbio atuam no aeroporto, o Safra e a Global Exchange, que contam com 13 pontos de troca de moedas a preços competitivos e alinhados com o mercado.

Outro investimento importante foi a implementação de tecnologia de ponta no novo Centro de Operações RIOgaleão, construído pela concessionária, e que proporcionou ao aeroporto mais dinamismo, agilidade no embarque e desembarque dos passageiros, eficiência operacional e economia para as companhias aéreas. Além de contar com um sistema de gerenciamento aeroportuária de última geração e com tecnologia pioneira entre os aeroportos da América Latina. 

O Aeroporto Internacional Tom Jobim é o único latino-americano que tem o controle e gerenciamento total do pátio das aeronaves, antes realizado somente pela Torre de Controle operada pela Aeronáutica.

Sobre o RIOgaleão
O RIOgaleão é formado pela Odebrecht TransPort, Changi Airports International e Infraero. A concessionária assumiu a administração e a operação do aeroporto em agosto de 2014, com contrato de concessão de 25 anos. Até o fim desse período, o RIOgaleão investirá R$ 5,2 bilhões no aeroporto – destes, investimentos de cerca de R$ 2 bilhões já foram concluídos. As obras do aeroporto foram conduzidas por um consórcio liderado pela Odebrecht. A Changi Airports International traz para o RIOgaleão sua experiência em operações aeroportuárias. Changi Airport Group, empresa controladora, é responsável pela operação e gestão de Singapore Changi Airport, o aeroporto mais premiado do mundo. As duas empresas se uniram para transformar o Aeroporto Internacional Tom Jobim em uma icônica porta de entrada para a América Latina. Para mais informações, visite: www.riogaleao.com.


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented