|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 16/09/2016 / PDV da Embraer tem adesão de 1,4 mil funcionários nas plantas no Brasil

Imagem

PDV da Embraer tem adesão de 1,4 mil funcionários nas plantas no Brasil ...

Demissões começam em 1º de outubro; pedidos de adesão são analisados. Medida faz parte do pacote para economia de US$ 200 milhões ao ano ...

O Plano de Demissão Voluntária (PDV) da Embraer teve a adesão de 1.470 funcionários nas unidades que a fabricante de aviões tem no país. Os desligamentos devem ser feitos a partir do dia 1º de outubro.

A empresa não divulgou uma meta de dispensas, mas o PDV integra um pacote de ações que a fabricante de aeronaves adota para reduzir em cerca de US$ 200 milhões ao ano as despesas da companhia.

O PDV foi aberto dia 23 de agosto em todas as unidades da empresa no Brasil. As inscrições terminaram nesta quarta-feira (14) .

Segundo a Embraer, as intenções de adesão ao plano serão avaliadas individualmente até o próximo dia 23 e os funcionários considerados aptos serão demitidos. A empresa não informou a quantidade de pedidos por planta.

Segundo o Sindicatos dos Metalúrgicos, que representa os trabalhadores em São José dos Campos, onde é a sede da empresa, foram pelo menos 600 adesões ao PDV.

O pacote previa além do pagamento rescisório aos demitidos, também indenização de 40% do salário nominal, sendo proporcional ao tempo de empresa; direito a seis meses de plano de saúde e odontológico e apoio em programas de palestras e workshops de qualificação.

Nas fábricas e subsidiárias, como a Eleb, que mantém no Brasil e no exterior, a Embraer tem atualmemente cerca 19 mil empregados - sendo 13 mil em São José dos Campos. As fábricas no Brasil ficam, além de duas em São José, também em Taubaté, Sorocaba, Botucatu e Gavião Peixoto

Sindicato

O sindicato informou que mantém seu posicionamento contrário ao PDV. "As demissões são desnecessárias e fruto da política da desnacionalização da Embraer e do envolvimento da empresa num caso de corrupção investigado pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro", defende a entidade.

O sindicato informou também que deu início a uma campanha em defesa do emprego e que vai cobrar intervenção dos governos federal, estadual e municipal para barrar o processo de demissão.

Crise
No último trimestre, a Embraer sofreu prejuízo de R$ 337,3 milhões, revertendo resultado positivo, de R$ 399,6 milhões obtidos no mesmo período do ano passado. A companhia também cortou estimativas para entregas de aviões executivos e comerciais.

Com isso, a projeção de receitas líquidas neste ano teve queda para o intervalo de US$ 1,6 bilhão a US$ 1,75 bilhão ante previsão anterior de US$ 1,75 bilhão a US$ 1,9 bilhão. Nos últimos seis meses, o consumo de caixa da companhia foi de US$ 600 milhões.



Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




PORTAL G-1


PDV da Embraer tem adesão de 1,4 mil funcionários nas plantas no Brasil

Demissões começam em 1º de outubro; pedidos de adesão são analisados. Medida faz parte do pacote para economia de US$ 200 milhões ao ano.

Do G1 Vale Do Paraíba E Região

O Plano de Demissão Voluntária (PDV) da Embraer teve a adesão de 1.470 funcionários nas unidades que a fabricante de aviões tem no país. Os desligamentos devem ser feitos a partir do dia 1º de outubro.
A empresa não divulgou uma meta de dispensas, mas o PDV integra um pacote de ações que a fabricante de aeronaves adota para reduzir em cerca de US$ 200 milhões ao ano as despesas da companhia.
ImagemO PDV foi aberto dia 23 de agosto em todas as unidades da empresa no Brasil. As inscrições terminaram nesta quarta-feira (14) .
Segundo a Embraer, as intenções de adesão ao plano serão avaliadas individualmente até o próximo dia 23 e os funcionários considerados aptos serão demitidos. A empresa não informou a quantidade de pedidos por planta.
Segundo o Sindicatos dos Metalúrgicos, que representa os trabalhadores em São José dos Campos, onde é a sede da empresa, foram pelo menos 600 adesões ao PDV.
O pacote previa além do pagamento rescisório aos demitidos, também indenização de 40% do salário nominal, sendo proporcional ao tempo de empresa; direito a seis meses de plano de saúde e odontológico e apoio em programas de palestras e workshops de qualificação.
Nas fábricas e subsidiárias, como a Eleb, que mantém no Brasil e no exterior, a Embraer tem atualmemente cerca 19 mil empregados - sendo 13 mil em São José dos Campos. As fábricas no Brasil ficam, além de duas em São José, também em Taubaté, Sorocaba, Botucatu e Gavião Peixoto
Sindicato

O sindicato informou que mantém seu posicionamento contrário ao PDV. "As demissões são desnecessárias e fruto da política da desnacionalização da Embraer e do envolvimento da empresa num caso de corrupção investigado pelo Ministério Público Federal do Rio de Janeiro", defende a entidade.
O sindicato informou também que deu início a uma campanha em defesa do emprego e que vai cobrar intervenção dos governos federal, estadual e municipal para barrar o processo de demissão.
Crise

No último trimestre, a Embraer sofreu prejuízo de R$ 337,3 milhões, revertendo resultado positivo, de R$ 399,6 milhões obtidos no mesmo período do ano passado. A companhia também cortou estimativas para entregas de aviões executivos e comerciais.
Com isso, a projeção de receitas líquidas neste ano teve queda para o intervalo de US$ 1,6 bilhão a US$ 1,75 bilhão ante previsão anterior de US$ 1,75 bilhão a US$ 1,9 bilhão. Nos últimos seis meses, o consumo de caixa da companhia foi de US$ 600 milhões.

JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO


Câmara só vota nova Previdência em 2017, diz Rodrigo Maia


O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a proposta de reforma da Previdência que o presidente Michel Temer promete enviar ao Congresso neste mês só será votada em plenário em 2017.
Segundo ele, mesmo que o projeto chegue ao Legislativo no prazo prometido, o máximo que será possível fazer até dezembro será concluir a análise inicial da proposta, com a aprovação do texto pela comissão especial que a Câmara vai criar para debater o assunto antes do plenário.
Maia disse que sua prioridade zero será a aprovação na Câmara da proposta de emenda à Constituição que impõe um teto para o crescimento dos gastos públicos nos próximos anos, encaminhada por Temer em junho.
"A reforma da Previdência eu acho que eu termino na comissão até o final do ano", disse Maia. "A minha prioridade mesmo, que acho que para o governo e para o Brasil é fundamental, é a PEC do teto dos gastos. Se estiver com ela encerrada na Câmara e encaminhar bem a reforma da Previdência na comissão, acho que terei colaborado muito para o Brasil começar a recuperação econômica."
As duas propostas são essenciais para o esforço que o governo Temer tem feito para ajustar as contas públicas e criar condições para a retomada. Sem reformas que freiem os gastos da Previdência, os efeitos do teto dos gastos serão passageiros, de acordo com os economistas.
A PEC do teto, que limita por 20 anos a expansão dos gastos públicos à variação da inflação, chegou à Câmara em 15 de junho e está em análise numa comissão especial. Segundo Maia, ela deve estar pronta para ir a voto no plenário entre o fim de outubro e o início de novembro, logo após as eleições municipais.
Aliados pressionaram o Palácio do Planalto a enviar sua proposta de reforma da Previdência só após as eleições, por temer que mudanças impopulares nessa área sejam usadas contra os candidatos dos partidos governistas.
Temer anunciou que enviará o texto até o fim de setembro, seguindo conselho de seu ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, para quem um adiamento seria danoso para a credibilidade do governo e a confiança dos investidores em sua capacidade de promover as reformas.

Receita inclui Irlanda em lista de paraísos fiscais, e aéreas reclamam


Julio Wiziack

Em guerra contra os paraísos fiscais, a Receita Federal incluiu quatro países na lista dos locais que oferecem vantagens tributárias consideradas indevidas e provocou reações de empresas brasileiras e de outras áreas do governo.
Irlanda, Áustria, Curaçao e São Martinho passaram a ser considerados paraísos fiscais pelo Brasil. A partir de agora, qualquer empresa nacional com negócios nesses países pagará mais imposto nas transações comerciais e financeiras com o Brasil.
A decisão vai afetar o setor aéreo, que estima um aumento anual de custo de R$ 1 bilhão. "Cerca de 60% da nossa frota é alugada de empresas com sede na Irlanda", disse à Folha Eduardo Sanovicz, presidente da Abear, associação que representa o setor.
"Na situação em que as empresas se encontram [endividadas e cortando custos], será inviável operar", disse.
Sanovicz disse ter procurado a Casa Civil e o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, que pediu ao secretário da Receita, Jorge Rachid, que suspenda por um prazo a medida para o setor.
Segundo Eduardo Sanovicz, a decisão da Receita aumenta de 15% para 25% alíquota do imposto pago pelas companhias aéreas sobre o valor dos aluguéis de 300 das 519 aeronaves de sua frota.
A gigante de alimentos JBS, que planejava transferir sua sede para a Irlanda, mudou de ideia e agora vai para Londres. A mineradora Vale, que tem uma subsidiária na Áustria, também será afetada, em um momento em que a empresa sofre com a desvalorização do preço do minério de ferro e a perda de apetite da China, seu maior comprador.
Ao tomar a medida, o fisco brasileiro está alinhado com outros países que têm imposto restrições aos paraísos fiscais e recentemente passaram a contestar especialmente o regime tributário irlandês.
Depois da crise de 2008, o país mudou sua legislação para atrair empresas estrangeiras que lá instalaram holdings e subsidiárias para pagar menos imposto de renda.
Os investimentos diretos na Irlanda saltaram de US$ 31 bilhões para US$ 101 bilhões entre 2014 e 2015. O resultado foi que o PIB do país cresceu 26% em 2015, contrariando todas as previsões de analistas, que esperavam algo próximo de 8%.
O fisco americano pediu que a Apple explicasse ao Senado do país por que se instalou na Irlanda, e a empresa recebeu uma multa de € 13 bilhões da União Europeia.
No Brasil, a Receita considera paraíso fiscal qualquer país que cobre menos de 20% de imposto ou que não permita acesso a informações sobre a composição acionária de suas empresas. Há cerca de três anos, o fisco aplicou multas que chegaram a R$ 60 bilhões contra grandes multinacionais brasileiras por operações em paraísos fiscais.

AGÊNCIA REUTERS


Malásia confirma que destroço achado na Tanzânia é de voo MH370

Busca de mais de 2 anos encontrou apenas alguns traços do Boeing 777. Partes achadas em Moçambique e África do Sul estão sendo analisadas.

O governo da Malásia disse nesta quinta-feira (15) que um grande pedaço de avião descoberto na ilha de Pemba, na costa da Tanzânia, em junho, pertence ao avião desaparecido da Malaysia Airlines que fazia o voo MH370.
Uma busca de mais de dois anos pelo avião encontrou apenas alguns traços do Boeing 777 que desapareceu em março de 2014, com 239 pessoas a bordo, logo após decolar de Kuala Lumpur, capital da Malásia, a caminho de Pequim.
O destroço ainda será examinado com maior profundidade em busca de alguma pista sobre as circunstâncias do acidente, de acordo com um comunicado do ministro do Transporte da Malásia, Liow Tiong.
Investigadores já tinham confirmado anteriormente que uma peça do avião encontrada na ilha francesa de Reunião em julho de 2015 fazia parte do MH370. Vários outros destroços encontrados em Moçambique, África do Sul e Ilhas Rodrigues, um território das Ilhas Maurício, também estão sendo investigados.

OUTRAS MÍDIAS


AERO MAGAZINE


Anac suspende helicóptero que sobrevoou iates e passageiro saltou da aeronave na água

Monoturbina é o mesmo apreendido em 2013 com cocaína a bordo em caso com suspeita de envolvimento da família do senador José Perrella
A ANAC interditou um helicóptero flagrado realizando manobras irregulares sobre banhistas em Escarpas do Lago, em Minas Gerais. Um vídeo publicado nas redes sociais mostra Robinson R66, matrícula PR-GZP, sobrevoando banhistas e embarcações possivelmente na represa de Furnas, informação não confirmada. A aeronave atinge uma altitude de voo próxima da altura dos banhistas e, em dado momento, uma pessoa salta da aeronave para água.
A medida de interdição foi aplicada de maneira cautelar para que todos os fatos da ocorrência sejam esclarecidos. A manobra colocou em risco a segurança e a integridade física das pessoas envolvidas. Ao final do processo de apuração, operador e piloto poderão sofrer sanções administrativas como multas e, de acordo com avaliação do caso, suspensão das habilitações dos envolvidos. O caso também poderá ser enviado à Polícia Federal para que as penalidades cabíveis em âmbito criminal sejam aplicadas.
A aeronave envolvida no caso se tornou famosa em 2013, quando foi apreendida pela Polícia Federal transportando 445 quilos de cocaína. Segundo relatos da época, a aeronave, que pertenceria a uma empresa dos filhos do senador José Perrella (PDT), havia partido de São Paulo para Afonso Cláudio, na Região Serrana de Minas Gerais, quando foi interceptada pelas autoridades. O caso segue sob investigação até os dias atuais.

A GAZETA DO IGUAÇU (PR)


Aeroporto de Foz do Iguaçu vai para privatização em 2017

O Aeroporto Internacional Cataratas, de Foz do Iguaçu (PR), está na lista dos dez terminais aéreos que serão privatizados pelo governo federal, no segundo semestre de 2017. A relação inclui ainda os aeroportos de Curitiba, Recife, Belém, Vitória, Goiânia, Cuiabá, Maceió, São Luís e Manaus. Antes deles, serão leiloados os aeroportos de Fortaleza, Salvador, Porto Alegre e Florianópolis.
A decisão do governo foi bem recebida pelo setor de turismo de Foz do Iguaçu, que vê a possibilidade de o terminal receber mais voos e retomar o crescimento no número de embarques e desembarques, prejudicado este ano pela crise econômica. No ano passado, mesmo já sob efeitos da crise, o aeroporto de Foz foi o que apresentou maior taxa de crescimento, de quase 10% em relação ao ano anterior.

METRÓPOLE ON LINE (SP)


Laryssa Prado

Estudante de São José conquista primeiro lugar em prova da AFA

Guilherme Yurio teve a melhor colocação na categoria Intendentes
Na última sexta- feira (9), a AFA (Academia da Força Aérea) divulgou o resultado do seu edital de ingresso 2017. Guilherme Yurio, 20 anos, conquistou o primeiro lugar na categoria Formação de Oficiais de Intendentes da Aeronáutica. O estudante é natural de Curitiba, mas atualmente vive em São José dos Campos.
As fases do exame de admissão da AFA são extensas e é necessário ter bons resultados em todas elas para que o candidato conquiste a vaga no curso desejado.
Para Guilherme, a principal característica da prova foi a exigência de muita velocidade e muita precisão. "É uma prova extensa, com questões objetivas de Matemática, Física, Português, Inglês e uma redação. A impressão que tive foi de que a prova seguiu o estilo e a estrutura dos anos anteriores", diz o estudante.
A rotina diária de estudo de Guilherme vai das 7h30 às 21h30, com intervalos para descanso. O estudante do curso Poliedro diz que a primeira colocação foi uma surpresa."Não imaginava esse rendimento. Meu foco durante todo tempo de prova era me esforçar o máximo possível".
Para quem pretende fazer a prova da AFA nos próximos anos, Guilherme dá a dica. "O primeiro passo é decidir qual seu objetivo. Tome o tempo que for necessário, mas faça essa escolha. Com isso resolvido, trace um plano de metas com tudo que é necessário para você alcançar seu sonho (isso inclui os conteúdos a serem estudados). Para isso, é preciso ter disciplina e dedicação. Isso é o que tem funcionado no meu caso".
O coordenador da turma ITA do colégio Poliedro, Thiago Costa, também reforça a ideia de que para se sair bem na avaliação é necessário ter foco e carga horária de estudo diferenciada, além de abordar o conteúdo específico da prova, através de simulados, por exemplo. "É importante homogeneizar o estudo. Não dar atenção apenas às suas matérias de preferência ou as que tem mais facilidade", afirma.
O concurso AFA 2017 recebeu um total de 14.755 inscrições.
Outros estudantes de São José dos Campos também alcançaram alto rendimento e ficaram entre os 10 primeiros colocados na categoria aviadores.

JORNAL A TRIBUNA (MT)


Avião da FAB fará inspeção e sistema entrará em operação

Falta muito pouco para que o Aeroporto Municipal de Rondonópolis passe a operar totalmente por instrumentos. A partir de hoje (15/9) entra em vigor o sistema de navegação conhecido como Rnav, que é responsável por fornecer aos pilotos coordenadas geográficas por meio do sistema GPS, que baliza a navegação aérea. Também hoje serão realizados os procedimentos finais necessários para o funcionamento do Papi, sistema de sinalização com aparelhos de iluminação com focos calibrados, que dá ao piloto a altitude exata no momento de aproximação da pista.
ImagemO secretário municipal de Transportes e Trânsito, Fabrício Correa, informou ao Jornal A TRIBUNA que o Grupo Especial de Inspeção em Voo (Geiv), da Força Aérea Brasileira (FAB), fará nesta quinta-feira a inspeção no Aeroporto Municipal relativa ao Papi, para confirmação dos trabalhos feitos em solo. A equipe de solo do ICA (Instrução do Comando da Aeronáutica) já está no município há alguns dias. Com o voo da aeronave do Geiv hoje na cidade, restará apenas a homologação do Papi, com sua publicação do Diário Oficial, o que deve ocorrer em questão de curto prazo [ainda em setembro deste ano].
O secretário municipal observou que, para agilizar a vinda ao município das equipes para homologação final do Papi, foi essencial a contribuição dada pelo procurador da República Guilherme Göpfert, que oficiou os órgãos competentes nesse sentido. Fabrício relatou que o Papi estava instalado no Aeroporto de Rondonópolis há alguns meses, mas que o poder público municipal vinha enfrentando a morosidade no processo de vinda das equipes de Brasília para a homologação.
O Papi e o Rnav são grandes demandas locais, pois minimizarão os problemas com cancelamento de voos ou aterrissagem quando de condições meteorológicas desfavoráveis. O estudioso da aviação Roberto Mendonça, gestor de segurança operacional de voo, explicou ao Jornal A TRIBUNA que, com a entrada em funcionamento desses dois sistemas, Rondonópolis, praticamente, se iguala aos grandes centros em termos de aviação, com a diferença de não ter ainda o controle de tráfego e com equipamentos menos evoluídos, os quais ainda não tem demanda no município.
Conforme Fabrício Correa, a Prefeitura também vem trabalhando junto ao senador Wellington Fagundes a consolidação do projeto de ampliação e modernização do terminal de passageiros do Aeroporto Municipal, novo pátio de aeronaves e outras estruturas, através da Secretaria de Aviação Civil (SAC), por meio do Programa de Aviação Regional.
Vale informar que a licitação de aquisição e implantação dos sistemas Papi e Rnav foi feita pela Prefeitura de Rondonópolis no dia 4 de abril deste ano, representando um custo de R$ 880 mil aos cofres públicos. A instalação do Papi tinha sido feita desde o começo de junho deste ano, restando a homologação.

JORNAL FOLHA DO PROGRESSO (PA)


Avião monomotor cai próximo da pista em Novo Progresso 

Piloto e cinco pessoas ficam feridos após queda próximo a pista de pouso com monomotor em Novo progresso
ImagemSeis pessoas ficaram gravemente feridas incluindo um recém nascido, ao tentar pouso de um avião monomotor na tarde desta quinta-feira (15), nas proximidades da pista da pedreira em Novo Progresso. Por pouco não atingiu em cheio uma residência.
A aeronave de prefixo PT-NCJ tinha decolado de um garimpo na região e trazia passageiros incluídos uma bebe recém nascido. Todos os passageiros incluído o piloto Tatu, foram resgatados e levados para hospital municipal, o estado de saúde dos envolvidos, ainda não foi revelado pela equipe médica que atende na emergência. A informações que um dos envolvidos não resistiu aos ferimentos e chegou sem vida!



Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented