|

Equipe da Esquadrilha da Fumaça lamenta os acidentes de esquadrilhas acrobáticas mundiais


Equipe da Esquadrilha da Fumaça lamenta os acidentes de esquadrilhas acrobáticas mundiais ...

Poucas palavras são capazes de traduzir o sentimento com relação aos acontecimentos aéreos nos últimos dias. Em um intervalo de apenas uma semana, quatro acidentes aéreos com quatro equipes militares de demonstração aérea, em locais e horários diferentes, resultaram na morte de dois pilotos – Capitão Jeff Kuss e Major Sergei Yeremenko, dos Blue Angels (equipe de demonstração aérea da Marinha dos EUA) e dos Russian Knights (equipe de demonstração da Força Aérea Russa), respectivamente.

Na mesma semana, uma aeronave F-16 dos Thunderbirds (equipe de demonstração da Força Aérea dos EUA) e, mais recentemente, dois F-5 da Patrouille Suisse (equipe de demonstração da Força Aérea da Suíça) também se envolveram em acidentes e, felizmente, dois pilotos ejetaram e o terceiro pousou sua aeronave em segurança – todos passam bem.

Estranheza e tristeza talvez sejam palavras capazes de sintetizar o sentimento que permeia a cabeça de admiradores ao redor do mundo, até mesmo daqueles que não acompanham a rotina desses esquadrões, dado à forma trágica que esses pilotos militares entregaram suas vidas.

Em ambos os acidentes fatais, em princípio, não houve relatos de tentativa de ejeção e ficou evidente o esforço de tirar as aeronaves da trajetória do público até o último instante, evitando a morte de civis. Para nós, da Esquadrilha da Fumaça, fica a reflexão e o engrandecimento do respeito pela atividade aérea, que envolve riscos e faz com que a segurança seja sempre a prioridade número um.

Ainda que seja um questionamento corriqueiro, não há “concorrência” ou um ranking entre os esquadrões de demonstração no mundo. Existe, sim, um elevado grau de companheirismo, amizade e sentimento de fraternidade, sendo muito comum a ocorrência de intercâmbios, como muito recentemente relatamos a nossa visita aos Halcones (Chile) e a visita realizada pelos Snowbirds (Canadá) ao nosso hangar.

Manter os laços diplomáticos de amizade é uma missão comum entre os esquadrões militares e, sem exceção, destaca-se o orgulho de pertencer e servir à sua pátria por meio da demonstração área.

Aqui, na Esquadrilha da Fumaça, voamos para elevar a bandeira do Brasil e estimular o sentimento de patriotismo; para afirmar a capacidade tecnológica brasileira, voando há mais de 30 anos somente aeronaves nacionais e que são referência no mundo da aviação; para reafirmar o profissionalismo dos militares da Força Aérea Brasileira; e de integrar uma nação gigante sobre o mesmo sentimento verde e amarelo.

São valores e atribuições semelhantes a todas as equipes e poucos são os países do mundo com uma Força Aérea madura e forte o suficiente com a capacidade de desdobramento logístico e poderio aéreo, exibidos por meio de suas equipes de demonstração. Por isso, essa atividade aérea é tão fundamental para os seus países de origem.

O amor pela aviação e o patriotismo são os sentimentos comuns a todos esses pilotos - a missão certamente continuará a ser cumprida pelos Blue Angels, pelos Thunderbirds, pelos Russian Knights, pela Patrouille da Suisse e por nós, Esquadrilha da Fumaça, que, mesmo à distância, sentimos a dor da perda sofrida pelos nossos colegas de profissão e familiares ao redor do mundo.

Prestamos as nossas mais profundas e sinceras condolências nesse momento de luto e reflexão, certos de que essas equipes fazem o mais brilhante trabalho no cumprimento de seus deveres em serviço de suas pátrias.

Sempre, Fumaça...Já!


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented