|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 15/05/2016 / Posse destrava venda de aviões para os EUA


Posse destrava venda de aviões para os EUA ...


Vinte e quatro horas depois da posse de Michel Temer, destravou o processo de venda de um lote de 12 aviões A-29 Super Tucano, da Embraer, por cerca de US$ 3oo milhões para os Estados Unidos.

A negociação foi deflagrada pelo Pentágono em março.

Mas os americanos decidiram congelar a negociação, esperando por alguma definição sobre a permanência ou não de Dilma Rousseff.

Com o sinal verde dado pela posse de Temer, o plano dos americanos é repassar os aviões para o governo nigeriano, que os usará no combate ao Boko Haram.




Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




PORTAL DIÁRIO DO PODER


Claúdio Humberto


Ministros juraram a Temer que são inocentes
Escolhas de Michel Temer para o ministério foram recebidas com reserva em razão do histórico de algumas delas em denúncias, até na Lava Jato. Esses ministros, velhos companheiros de PMDB do presidente, garantiram-lhe que não temem investigações. Michel Temer decidiu conceder-lhes crédito de confiança, mas todos estão cientes de que nada será feito para protegê-los, diante de eventuais investigações.
Governo
Geddel Vieira Lima (Secretaria de Governo) é citado em mensagens no celular de Leo Pinheiro, suspeito de receber propina do empreiteiro.
Opção técnica
Sinalizando que nada fará contra a Lava Jato, Michel Temer decidiu manter o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello.
Lá vem o Moro
O Ministério Público Federal prorrogou pela quinta vez o inquérito da Operação Lava Jato. Desta vez, por 150 dias. Com a decisão, o processo pode ser concluído já em meados de julho deste ano.

JORNAL DO BRASIL


Secretaria de administração penitenciária participa de treinamento para as olimpíadas

Encontro em Goiânia terminou nesta sexta-feira

Pela primeira vez, o Grupamento de Intervenção Tática (GIT), da Secretaria de Administração Penitenciária, integra o grupo de forças de operações especiais que participa do treinamento realizado no Comando de Operações Especiais do Exército (COpEsp), em Goiânia. O grupo troca experiências e faz intercâmbio, visando à segurança e à proteção e prevenção a ataques terroristas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.
O encontro de interagências das forças de operações especiais, que terminou nesta sexta-feira (13/5), concentra todas as forças especiais do Brasil, polícias Civil e Militar do Rio de Janeiro, Marinha, Exército e Aeronáutica e o Grupamento de Intervenção Tática (GIT).
Iniciado na segunda-feira (9/5), o treinamento praticado pelas equipes de forças especiais tem como ênfase exercícios voltado para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Durante a semana, o grupo também realizou treinamento tático, com a finalidade de coibir ou controlar qualquer situação que fuja da normalidade dos Jogos. O exercício conjunto de interagências aconteceu pela primeira vez em 2014, como preparação para a Copa do Mundo.
Representante da Secretaria de Administração Penitenciária, o chefe do Grupamento de Intervenção Tática, Claudio Barbosa Andrade, destacou a importância do GIT no treinamento.
– Pela primeira vez, a Secretaria de Administração Penitenciária, através do GIT, participa de um evento tão importante no cenário nacional. Depois de tanto esforço, conseguimos nos posicionar dentro de um universo de tropas especiais. Aqui, estreitamos laços com unidades operacionais de todo o Brasil. Vimos como essas forças atuam em crises envolvendo reféns e o tipo de equipamento adequado para cada situação – disse Andrade.

JORNAL CORREIO DO POVO


Em apoio a Dilma, simpatizantes se reúnem em frente a prédio em Porto Alegre

Residência da presidente afastada virou local de visitação

Simpatizantes da presidente afastada Dilma Rousseff estiveram no sábado na frente do prédio onde ela mora no bairro Tristeza, em Porto Alegre. Eles permaneceram algum tempo no local na expectativa de vê-la. Nesta manhã, por exemplo, o gestor em recursos humanos William Rodrigues, 26 anos, viajou de Tramandaí para a Capital. Enrolado em uma bandeira do PT, ele explicou que não importava o fato de estar sozinho na calçada. “Ela não precisa saber que estou aqui. Temos que estar vigilantes e presentes em qualquer lugar”, afirmou. O jovem acrescentou ainda que “em cada canto do país, onde tenha uma ou milhares de pessoas, a voz é uma só: é defender a democracia”. Na sua opinião, a juventude não pode permitir um retrocesso. “Eu vim aqui por decisão minha e própria. As boas energias vou estar passando para ela”, concluiu.
Depois, a professora de História aposentada Jussara Duzzo, 64 anos, moradora da avenida Campos Velho, também apareceu em frente ao prédio. Ela disse que é importante neste momento estar perto da presidente afastada Dilma Rousseff mesmo que ambas não se encontrem. “Vou fazer um plantãozinho”, assegurou, acrescentando que tem muito medo do futuro do país com o novo governo. “Por tudo que estamos vendo agora, parece que o retrocesso está acontecendo. Eu vi esse filme em 1964”, lamentou.
Ao amanhecer de sábado, a presidente afastada Dilma Rousseff passeou de bicicleta por 45 minutos pela orla do Guaíba, no bairro Cristal. Ela estava acompanhada de seguranças. A chegada na Capital ocorreu na noite de sexta-feira passada com o objetivo de descansar em seu apartamento e também encontrar-se com a filha e os netos. A bordo de um jato Legacy, da Força Aérea Brasileira, ela desembarcou na Base Aérea de Canoas. Nas próximas semanas, Dilma Rousseff planeja viajar pelo país e exterior com o intuito de denunciar o processo de impeachment que a afastou por até 180 dias e obter apoios. 

JORNAL O POVO (CE)


Aeroporto. O que vai fazer o Pinto Martins ser mais atrativo

Especialistas analisam o que precisa ser feito para que o Aeroporto Internacional Pinto Martins ganhe mais competitividade nacionalmente

Melhorar o terminal de passageiros, o de cargas, ampliar pistas, incrementar novos serviços e tornar os já existentes mais eficientes aos usuários. Cumprir todos estes investimentos sem pesar a mão nas taxas não reguladas cobradas aos usuários e empresas aéreas é um dos principais desafios para as empresas que vão disputar a concessão do aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, para que o equipamento possa ser, além de atrativo ao mercado, mais competitivo nacionalmente.
O aeroporto está no pacote de concessões anunciado pelo Governo Federal, junto com os das cidades de Salvador (BA), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). No próximo dia 19, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) realiza uma audiência pública em Fortaleza para discussão da minuta do edital de concessão.
O próprio estudo de viabilidade técnica já traz muitas das exigências que precisam ser feitas por quem vencer o edital. Um investimento que, pelos cálculos do Governo Federal, será de pelo menos R$ 1,30 bilhão nos próximos 30 anos, isso fora o valor da outorga estimada, no mínimo, em R$ 1,56 bilhão, que é o pagamento da empresa vencedora do leilão pelo direito de explorar a concessão do aeroporto.
Mas, apesar de grande, a lista não inibe investidores, avalia o consultor aeroportuário e engenheiro de infraestrutura aeronáutica, Mozart Alemão.
“O aeroporto de Fortaleza é bastante atrativo. A posição geográfica dos aeroportos de Fortaleza e Salvador é muito conveniente para quem vai para América do Norte. Sendo um aeroporto internacional e se tiver estrutura boa vai com certeza atrair as empresas aéreas. Estes são os grandes cases deste pacote, pelo menos é o que o mercado está sinalizando”.
O professor licenciado de economia do transporte aéreo da Universidade Anhembi Morumbi, Adalberto Febeliano, diz que vários fatores contribuem para isto, seja pelo fato de Fortaleza ser uma cidade com população grande; ser um destino turístico de lazer importante (não só pelas praias, mas também por empreendimentos como o Beach Park); mas também por ter uma pujança econômica. Ainda que neste último ponto não seja tão atrativa quanto Recife (PE), mas bem mais dinâmica que Natal (RN), diz ele fazendo comparativos com as outras cidades em disputa pelo hub da TAM.
“De uma maneira geral para ter atratividade para efeito de concessão o principal fator é ter um bom número de passageiros, porque é o que é mais importante e traz dinheiro para o aeroporto. E nisso o aeroporto de Fortaleza é um interessante produto de concessão e que deve atrair o interesse dos investidores”, diz.
Desafios
Hoje passam pelo Aeroporto Internacional Pinto Martins em torno de 6,3 milhões de passageiros por ano. A projeção da Anac é que esta movimentação pode chegar a 27,6 milhões de passageiros ao ano em 2046. Mas para chegar a este resultado, quem vencer o leilão terá muito trabalho pela frente. 
Para o especialista Adalberto Febeliano, dentre as prioridades, estão melhorias nas pistas de pouso e a modernização do terminal de passageiros e o de cargas. “Sob este ponto vemos que o aeroporto de Fortaleza é também uma origem importante, um destino importante. Estive em um seminário aí sobre potencial da produção de frutas e estas podem e devem ser exportadas via aérea, mas que é preciso dar condições para crescer”, afirmou.
O fato de o aeroporto estar inserido no meio da malha urbana pode ser um complicador no longo prazo. “Não é um problema agora, mas pode ser no futuro porque não tem muito para onde crescer em caso de saturação”.
Por outro lado, o aeroporto tem como vantagem competitiva as condições meteorológicas. “Opera majoritariamente por condições visuais e faz com que a operação seja menos complexa”.
Para ele, melhorar a acessibilidade ao aeroporto pode contribuir para que este seja mais atrativo. “Deve ser um investimento do Governo, do Poder Público”.
Melhorias
Conheça algumas exigências que já estão previstas no Plano de Exploração Aeroportuária (PEA) e no Plano de Transição de Gestão do Aeroporto (PTO) da ANAC para a concessão do Aeroporto Pinto Martins:
1 MELHORIAS IMEDIATAS: melhorias nos banheiros e fraldários do aeroporto; revitalização e atualização das sinalizações de informação dentro e fora do Terminal de Passageiros (TPS); disponibilização de internet wi-fi gratuita de alta velocidade em todo o TPS; melhoria do sistema de iluminação das vias de acesso de veículos aos terminais, estacionamentos de veículos, TPS, terminais de carga e outros setores que envolvam a movimentação de passageiros e seus acompanhantes no lado terra do aeroporto; revisão dos sistemas de climatização, escadas rolantes, esteiras rolantes, elevadores e esteiras para restituição de bagagens; e correção de fissuras, infiltrações, manchas e desgastes na pintura de paredes, pisos e forros (inclusive área externa) dos terminais de passageiros. Essas ações devem ser concluídas até o término da transição.
2 PRIMEIRA ETAPA: ampliação do terminal de passageiros e disponibilização do pátio de aeronaves com área para, pelo menos, 14 aeronaves código “C”, duas aeronaves código “D” e uma aeronave código “E”, dentre as quais, 12 pontes de embarque.
3 SEGUNDA ETAPA: intervenções no terminal de passageiros para atingir o nível de serviço estabelecido para o aeroporto e disponibilizar pátio de aeronaves com área para, pelo menos, 16 aeronaves código “C”, duas aeronaves código “D” e três aeronaves código “E”, 14 pontes de embarque. Até 31 de dezembro de 2020, ampliar a pista de pouso e decolagem. 

JORNAL O ESTADO DE SÃO PAULO


Posse destrava venda de aviões para os EUA


Por Coluna Do Estadão

Vinte e quatro horas depois da posse de Michel Temer, destravou o processo de venda de um lote de 12 aviões A-29 Super Tucano, da Embraer, por cerca de US$ 3oo milhões para os Estados Unidos. A negociação foi deflagrada pelo Pentágono em março. Mas os americanos decidiram congelar a negociação, esperando por alguma definição sobre a permanência ou não de Dilma Rousseff. Com o sinal verde dado pela posse de Temer, o plano dos americanos é repassar os aviões para o governo nigeriano, que os usará no combate ao Boko Haram.

OUTRAS MÍDIAS


BLOG SURTO OLÍMPICO


Mais de 20 países acompanham exercício antiterror preparatório para os Jogos de 2016

Regys Silva
Adidos militares de mais de 20 países acompanharam na última terça-feira (10), em Goiânia (GO), o primeiro dia do exercício interagências de enfrentamento ao terrorismo. A atividade realizada pelo Ministério da Defesa é parte da preparação da segurança para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.
Países como Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Japão, México, Rússia, Reino Unido, Polônia, Indonésia e Chile conferiram de perto o entrosamento dos militares de tropas de operações especiais das Forças Armadas e de diversos órgãos de segurança pública do Brasil que atuarão na segurança das Olimpíadas.
A atividade é realizada durante toda a semana no Comando de Operações Especiais do Exército (COpEsp), em Goiânia, onde está ativado, desde outubro de 2015, o Comando Conjunto de Prevenção e Combate ao Terrorismo (CCPCT).
O comandante do CCPCT, general Mauro Sinott, explicou que o exercício, além de ampliar a integração entre os envolvidos, é fundamental para mostrar ao mundo que o Brasil está pronto para receber um evento tão gigantesco quanto as Olimpíadas.
"Os adidos puderam perceber nitidamente que o nosso planejamento, a nossa arquitetura montada para fazer frente a possíveis ameaças é perfeitamente factível em termos militares", afirmou. "Nessa atividade, conseguimos traduzir para eles, em termos práticos, como vamos desenvolver de forma integrada a atividade contraterror. E pudemos mostrar que a agenda da segurança é uma atividade de Estado que está em plenas condições de proporcionar a segurança adequada, não só para a nossa população, mas para todas as delegações que aqui estiverem", acrescentou.

Aprovação japonesa e americana
Para Toru Yamachi, adido militar do Japão, próximo país a sediar os Jogos, o modelo de segurança integrada - já consagrado no Brasil em outros grandes eventos, como a Copa de 2014 - também será adotado pelo seu país. "Os militares e policiais brasileiros ofereceram, nesse treinamento, uma ótima oportunidade de conhecimento para nós. Temos um sistema integrado bem parecido, mas é muito bom poder ver na prática como o Brasil está se preparando", disse. "Creio que os Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro serão um verdadeiro sucesso", completou.
O adido militar dos Estados Unidos, Jose Espinosa, falou sobre a importância de todos os países do mundo estarem atentos a esse tipo de ameaça. Também destacou que a troca de experiências com o Brasil vem desde a época da II Guerra Mundial. "É muito bom ver que aqui o treinamento antiterrorismo também é desenvolvido com excelência", elogiou.

PORTAL EURO NEWS (FRANCE)


Venezuela: presidente Maduro declara nacionalizações e anuncia realização de exercícios militares

Na Venezuela, milhares de opositores do regime desceram às ruas na capital, Caracas, para protestarem contra o governo encabeçado pelo presidente Nicolas Maduro.
Muitos manifestaram o seu descontentamento com o decreto de exceção e emergência declarado pelo presidente na sexta-feira.
“A Venezuela é uma bomba que pode explodir a qualquer momento. Não queremos que isso aconteça e, por isso, apelamos a todos para se mobilizarem a favor de um referendo” disse o líder da oposição Henrique Capriles no decurso de uma manifestação.
Do lado do governo, o presidente reagiu ordenando a nacionalização de fábricas e a detenção de empresários que acusa de estarem a “sabotar o país”.
Entre outras medidas, o presidente venezuelano anunciou a realização de exercícios militares no próximo sábado, uma medida que teria como objetivo dissuadir qualquer tentativa de invasão externa.
“No próximo sábado as forças armadas e as milícias realizarão exercícios militares a fim de estarmos preparados para qualquer eventualidade porque esta terra é sagrada e temos que nos certificar que é respeitada” disse Nicolas Maduro frente aos seus apoiantes.
Nas ruas o descontentamento prolifera, a inflação atinge os três dígitos e reina a insegurança.
Desde dezembro que a oposição controla a Assembleia Nacional.
A oposição afirma que o governo está a tentar adiar o referendo até 2017, altura em que, segundo a constituição do país, o vice-presidente, Aristobulo Isturiz, do Partido Socialista, poderia substituir Nicolas Maduro.

PORTO FERREIRA HOJE


Esquadrilha da Fumaça realiza demonstração ao público em comemoração aos seus 64 anos

A Esquadrilha da Fumaça realizou uma demonstração para o público neste sábado, 14 de maio, na Academia da Força Aérea (AFA), em Pirassununga-SP, em comemoração ao seu aníversário de 64 anos. A apresentação aconteceu com "céu de brigadeiro" e foi a primeira apresentação no Brasil no ano de 2016.
A Fumaça nasceu há 64 anos com a vontade nos instrutores de voo da antiga Escola de Aeronáutica, no Rio de Janeiro, de fazer manobras e incentivar os Cadetes a confiarem em suas aptidões aeronáuticas. Esse sentimento foi tão forte e verdadeiro que, até hoje, é ele que norteia o coração de todos os integrantes da Esquadrilha da Fumaça.



Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented