|

Aeroporto Internacional de Cabo Frio recebe um dos maiores aviões cargueiros do mundo



Aeroporto Internacional de Cabo Frio recebe um dos maiores aviões cargueiros do mundo ...  



Dublin & New York, Fevereiro de 2018 - O Aeroporto Internacional de Cabo Frio, no Rio de Janeiro, recebeu em 02/02 o segundo maior avião cargueiro do mundo. O Antonov 124 foi responsável por transportar partes de uma plataforma de petróleo cujo destino é Houston, nos Estados Unidos. A operação de exportação envolveu uma carga com aproximadamente 30 toneladas e dezenas de profissionais especializados em Logística e Comércio Exterior. É a oitava vez que a aeronave chega à cidade.

Localizado estrategicamente próximo às regiões petrolíferas mais importantes do país, o aeroporto de Cabo Frio é ponto estratégico não só de desenvolvimento do mercado offshore servindo a Bacia de Campos (RJ) e o norte da Bacia de Santos (SP), mas também uma importante plataforma do Comercio Exterior para o estado do RJ e região Sudeste do Brasil.

Recebe cargas nos modais aéreo, terrestre e marítimo. A eficiência na operação diminui o tempo da aeronave em solo otimizando toda a cadeia logística. Além disso, atende as principais áreas destinadas à prospecção e exploração de petróleo, produtos farmacêuticos, equipamentos, materiais destinados às indústrias eletrônicas de alta tecnologia, petroquímica e aeronáutica. Conta com vôos cargueiros através da Latam e Atlas e vôos bellies operados por TAP, Latam e Lufthansa.

É o segundo maior aeroporto do estado do Rio de Janeiro e possui uma das maiores pistas do Brasil em comprimento efetivo: extensão de 2.550 metros e 45 metros de largura. Com infraestrutura para receber os maiores aviões cargueiros do mundo (AN-124, B777F, B747F e MD11F). O pátio tem capacidade para 23 aeronaves, comportando aviões de todas as classes.

Sobre o AN-124:

O AN-124 “Ruslan” é considerado o segundo maior avião de carga do mundo, perdendo apenas para o AN-225, também da Antonov. A aeronave mede 68,9 metros de comprimento e pode embarcar até 150 toneladas de cargas. Já o peso máximo de decolagem da aeronave é de 405 toneladas.

Foi desenvolvido no final da década de 1970 com investimento da União Soviética, e voou pela primeira vez em 1982. O primeiro operador do quadrimotor foi a força aérea soviética, que depois foi assumida pela Rússia. Com o fim do regime comunista, parte da frota militar foi adquirida pelas companhias de carga Antonov Airlines e Volga.

No Canadá, o AN-124 já transportou vagões de trem para a Irlanda. Nos Estados Unidos, um submarino de resgate da Marinha americana foi o “passageiro”. As aeronaves também são usadas em ações humanitárias.


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented