|

Delta limita uso de bagagens 'smart' por motivos de segurança



Delta limita uso de bagagens 'smart' por motivos de segurança ...  


Dublin & New York, Dezembro de 2017 - A partir do dia 15 de janeiro de 2018, a Delta e a Delta Connection não aceitarão como bagagem despachada ou de mão as chamadas bagagens 'smart', que possuem baterias de íons de lítio (Li-Ion) não removíveis, devido à possibilidade de aquecimento excessivo das baterias e risco de explosão ou incêndio durante o voo. A segurança dos clientes e funcionários da Delta é a prioridade número um da companhia aérea.

As bagagens do tipo 'smart' com baterias removíveis são permitidas, contanto que a bateria seja removida no local e transportada na aeronave com o cliente, semelhante à política atual da Delta, que exige que os clientes coloquem as baterias de íons de lítio em sua bagagem de mão.

As bagagens do tipo 'smart' tornaram-se populares no último ano e geralmente incluem baterias de íons de lítio para possibilitar o uso de recursos integrados, como GPS e Bluetooth, balanças que impedem o excesso de bagagem, portas USB para carregar dispositivos pessoais e motores de movimentação da bagagem.*

Em 2015, a Delta proibiu os hoverboards (skates ou patinetes elétricos) e outros dispositivos de transporte pessoal elétricos com bateria por motivos semelhantes. Outras companhias aéreas, incluindo a American Airlines, também proibiram os hoverboards e agora implementaram a proibição de bagagens do tipo 'smart'. Além disso, a Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) forneceu orientações sobre a restrição do transporte de bagagens 'smart' nas aeronaves.

Muitos fabricantes de bagagens 'smart' anunciam seus produtos como sendo aprovados pela Administração Federal de Aviação (FAA) ou Administração para a Segurança dos Transportes (TSA), o que pode dar aos clientes a falsa impressão de que todas as bagagens 'smart' são aceitas no transporte aéreo. Até o momento, nenhuma bagagem 'smart' obteve aprovação da TSA ou da FAA.

Com a popularização das poderosas baterias de íons de lítio usadas nos dispositivos e, devido a situações de alto risco de aquecimento excessivo de smartphones e outros dispositivos durante o voo, a Delta, no ano passado, equipou as cabines de todas as suas aeronaves e jatos regionais operados pelos seus parceiros Delta Connection com bolsas para armazenar baterias de íons de lítio no caso de um dispositivo alimentado por esse tipo de bateria explodir ou causar incêndio dentro da aeronave.

*OBS.: Bagagens 'smart' com motores que permitem seu uso como equipamentos de transporte pessoal, seja como scooters em pé ou veículos na posição sentada, não correspondem à definição de dispositivos de mobilidade e locomoção.


Sobre a Delta Air Lines
A Delta Air Lines está trabalhando para ser a melhor companhia aérea dos EUA na América Latina e no Caribe. Ela foi homenageada com cinco World Travel Awards em 2017 nas categorias de Melhor Companhia Aérea da América do Norte e Melhor Companhia Aérea dos Estados Unidos para a América Central, para a América do Sul, para o Caribe e para o México pelo terceiro ano consecutivo. A Delta também foi reconhecida com o prêmio Insignia Latam Excellence de 2016 da LADEVI por seu serviço na região. A Delta prossegue seu processo de crescimento na América Latina ao estabelecer uma aliança de longo prazo exclusiva com a GOL Linhas Aéreas Inteligentes, Aeroméxico e a Aerolíneas Argentinas, e está comprometida em construir uma forte presença regional para aprimorar a sua rede global e oferecer a melhor experiência para os seus clientes. A Delta disponibiliza serviços para 31 países e 52 destinos na região, oferecendo acima de 1.600 voos semanais entre os EUA e a América Latina/Caribe. A Delta oferece aos seus clientes assistência em tempo real, em espanhol e português, pelo Twitter @DeltaAssist_ES e @DeltaAjuda das 9h00 às 19h00. Os clientes brasileiros podem acessar a página do Facebook da Delta dedicada ao Brasil, por meio do link: http://www.facebook.com/DeltaAirLinesBrasil.

A Delta Air Lines serve a mais de 180 milhões de passageiros por ano. Em 2017, A Delta foi incluída no top 50 da edição 2014 da "Lista de Empresas Mais Admiradas do Mundo" da revista Fortune, bem como nomeada a companhia aérea mais admirada pela sexta vez em sete anos. Além disso, a Delta foi eleita como a empresa aérea número um na pesquisa Business Travel News pelo sétimo ano consecutivo, sendo a primeira companhia aérea no topo do ranking. A Delta e as linhas que compõem a Delta Connection oferecem serviços para 306 destinos, em 52 países, em seis continentes. Com sede em Atlanta, a Delta emprega mais de 80.000 pessoas no mundo e opera uma frota com mais de 800 aeronaves. Membro fundador da aliança global SkyTeam, a Delta participa da aliança transatlântica líder da indústria com a Air France-KLM e Alitalia, bem como uma joint venture com a Virgin Atlantic. Incluindo seus parceiros mundiais, a Delta oferece aos seus clientes mais de 15.000 voos diários, com importantes hubs e mercados incluindo Amsterdam, Atlanta, Boston, Detroit, Los Angeles, Cidade do México, Minneapolis-St. Paul, Nova York-JFK, Nova York-LaGuardia, Londres-Heathrow, Paris-Charles de Gaulle, Salt Lake City, São Paulo, Seattle, Seul e Tokio-Narita. A Delta está investindo bilhões de dólares em aeroportos e produtos, serviços e tecnologia para aprimorar a experiência de viagem de seus clientes no céu e no solo. Mais informações estão disponíveis em Delta News Hub e em site delta.com, no Twitter @DeltaNewsHub, em Google.com/+Delta, em facebook.com/delta e em blog do Delta takingoff.delta.com.


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented