|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 25/12/2016 / Avião militar russo com 92 pessoas a bordo cai no mar Negro

Imagem

Avião militar russo com 92 pessoas a bordo cai no mar Negro ...  

Voo decolou de Sochi e perdeu contato com as torres de controle após 20 minutos. Não há sobreviventes; aeronave levava 84 passageiros e 8 tripulantes para a Síria ...  

Um avião militar russo com 92 pessoas a bordo caiu no mar Negro, logo após decolar do balneário de Sochi, no sudoeste da Rússia. O desaparecimento da aeronave e o encontro dos destroços do avião foram confirmados pelo Ministério da Defesa. O órgão informa que não há sobreviventes do desastre aéreo.

ImagemEquipes de emergência resgataram corpos e restos do avião; alguns foram encontrados a cerca de 1,5 km da costa. Barcos, helicópteros e drones ajudam nas buscas na região.

Segundo a agência France Presse, o presidente russo Vladimir Putin declarou luto nacional para esta segunda-feira.

A aeronave decolou às 5h20 no horário local, 0h20 no horário de Brasília, com destino à base aérea russa de Khmeimim, na Síria, e sumiu dos radares 20 minutos após a decolagem, ao fazer uma manobra sobre águas russas. O governo russo descarta ação terrorista como a causa do acidente e já investiga o que teria ocasionado a queda da aeronave.

ImagemO modelo da aeronave envolvida no acidente é um Tu-154, muito usado no transporte aéreo doméstico na Rússia. Fontes dos serviços de emergência indicaram que o Tu-154 procedia de Moscou e tinha feito escala no aeroporto de Sochi para reabastecer.

"Fragmentos do Tu-154 do Ministério da Defesa russo foram encontrados a 1,5 km da costa do mar Negro a uma profundidade de 50 a 70 metros", informou o Ministério da Defesa, segundo a rede britânica BBC.

ImagemA bordo do avião viajavam militares e integrantes do renomado coral e grupo de dança Alexandrov, do Exército russo, que participariam das comemorações de Ano Novo na base aérea síria de Khmeimim, em Latakia, onde a Rússia tem um agrupamento de aviões de guerra. Além dos integrantes do coral também estariam a bordo do voo nove profissionais de imprensa, oito soldados e dois funcionários civis. A BBC informa que Elizaveta Glinka, conhecida como Doutora Liza e diretora-executiva da instituição de caridade Fair Aid, estava no voo.

ImagemInvestigação
Segundo a CNN, as condições do clima no local no momento do desaparecimento estavam favoráveis. A BBC informou que foram iniciadas investigações para saber se houve violação das normas de segurança do transporte aéreo que pudesse ter provocado a queda.

O presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação, Viktor Ozerov, disse à agência russa Sputnik que a queda da aeronave pode ter ocorrido por um problema técnico ou falha humana. Ozerov não crê na hipótese de ação terrorista.

"Eu descarto completamente a versão do ataque terrorista. É a aeronave do Ministério da Defesa, o espaço aéreo da Federação Russa, não pode haver tal versão", afirmou. "O avião teve que dar uma volta em U após a decolagem sobre o mar, pode ter tomado a direção errada", explicou Ozerov.

O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse que o presidente russo, Vladimir Putin, foi informado imediatamente quando a aeronave desapareceu dos radares.

O avião
O avião que caiu foi construído em 1983 e passou por manutenção em 2014, de acordo com o Ministério da Defesa.

O Tu-154 é um avião soviético de três motores projetado no final dos anos 1960. Mais de mil aviões deste modelo foram construídos, e eles foram usados por transportadoras na Rússia e em todo o mundo. Recentemente, companhias aéreas russas substituíram modelos Tu-154 por outros mais modernos, mas o Exército e algumas outras agências do governo russo continuam usando-o.

“É um excelente avião, que provou ser confiável durante décadas de serviço”, disse o piloto veterano Oleg Smirnov em declaração televisionada.

Em abril de 2010 um Tu-154 que transportava o presidente polonês Lech Kaczynski e outras 95 pessoas caiu quando tentava pousar em mau tempo em um aeroporto militar usado esporadicamente em Smolensk, no oeste da Rússia. Todas as pessoas a bordo morreram. A investigação conduzida por especialistas russos e poloneses culparam um erro do piloto em más condições climáticas.



Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




PORTAL UOL


Concurso da Aeronáutica para nível médio tem salário de até R$ 3,5 mil

As inscrições para o concurso vão até 17 de fevereiro de 2017. No total, são 358 vagas para várias regiões do país

A Aeronáutica anunciou um concurso público para preencher 358 vagas para nível médio, com salários de até R$ 3.585, 00. O edital foi divulgado na última quarta-feira (21) pela Força Aérea Brasileira (FAB), com intuito de provimento para o primeiro semestre do ano de 2018. As vagas são para o curso de formação de sargentos da Aeronáutica. As inscrições vão até o dia 17 de fevereiro de 2017.
Para se inscrever, basta acessar o site do EEAR. A taxa é de R$ 60,00. A seleção é voltada para candidatos que já possuem ensino médio e pretendem seguir carreira militar como sargento especialista.
De acordo com o edital, as oportunidades são destinadas aos cargos de Aeronavegantes, especialistas de Mecânica de Aeronaves (50 vagas), Material Bélico (13 vagas), Comunicações (14 vagas) e Foto Inteligência (10 vagas); Área de Controle de Tráfego Aéreo (128 vagas) e Não-Aeronavegantes nas áreas de Guarda e Segurança (30 vagas), Eletricidade e Instrumentos (18 vagas), Equipamento de Voo (06 vagas), Meteorologia (10 vagas), Suprimento (14 vagas), Informações Aeronáuticas (10 vagas), Cartografia (6 vagas), Desenho (5 vagas), Estrutura e Pintura (8 vagas), Eletromecânica (12 vagas), Metalurgia (6 vagas) e Bombeiro (18 vagas).
As vagas são destinadas a candidatos de ambos os sexos, com exceção das especialidades Mecânica de Aeronaves, Material Bélico e Guarda e Segurança, que serão apenas para os candidatos do sexo masculino.
Além do nível de escolaridade, o candidato deverá ter idade entre 17 e 25 anos até dia 31 de dezembro de 2018. Após a aprovação no curso de formação e promoção à graduação de Terceiro-sargento, a remuneração do militar será de R$ 3.584,00
O curso de formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS) será ministrado sob regime de internato militar na EEAR, na cidade de Guaratinguetá (SP). A duração será de dois anos, com instruções nos Campos Geral, Militar e Técnico-Especializado.
O processo seletivo é composto de provas escritas, nas disciplinas de língua portuguesa, língua inglesa, matemática e física; inspeção de saúde; exame de aptidão psicológica; teste de avaliação do condicionamento físico e validação documental. As provas serão aplicadas nas cidades de Recife (PE), Belém (PA), Rio de Janeiro (RJ), Santa Maria (RS), Belo Horizonte (MG), São Paulo (SP), Canoas (RS), Brasília (DF), Manaus (AM), Fortaleza (CE), Salvador (BA), São José dos Campos (SP), Campo Grande (MS), Curitiba-PR e Porto Velho (RO).

PORTAL G-1


Bombeiros devem fazer resgate de corpos após queda de avião no AM

Equipe está de prontidão em Tabatinga; avião caiu na sexta-feira (23). Resgate será comandado pelo Exército; três pessoas morreram.

Do G1 Am

O Corpo de Bombeiros informou, neste sábado (24), que uma equipe está de prontidão para atuar no resgate dos corpos de vítimas da queda de um avião de pequeno porte em Tabatinga, município localizado a 1.108 km de Manaus. O acidente ocorreu nessa sexta-feira (24) em um voo que partiu de Tefé. Três pessoas morreram.
Segundo a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros, a operação de resgate será comandada pelo Exército e Aeronáutica. Uma equipe de bombeiros de Tabatinga está de prontidão para embarcar até onde ocorreu o acidente. Eles devem chegar ao local em um helicóptero.
A Força Aérea Brasileira (FAB) informou que o avião de pequeno porte foi encontrado a 13,5 Km da cabeceira da pista do aeródromo de Tabatinga.
O sobrevivente foi encontrado por indígenas, segundo informações preliminares repassadas pelo Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Amazonas (CBMAM). O grupo levou o passageiro em uma embarcação até a estrada do Urumutum, em Tabatinga. Do local, a vítima teria sido levada de mototaxi para o aeroporto do município. No aeroporto, uma viatura do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu), encaminhou o homem até o Hospital de Guarnição do Exército.
Enquanto o resgate ainda não é feito, militares do Exército foram deslocados para o local da queda do avião.
A empresa aéra informou em nota que os corpos serão transportado para Manaus assim que forem liberados pelas autoridades.

Avião militar russo com 92 pessoas a bordo cai no mar Negro

Voo decolou de Sochi e perdeu contato com as torres de controle após 20 minutos. Não há sobreviventes; aeronave levava 84 passageiros e 8 tripulantes para a Síria.

Por G1, Em São Paulo

Um avião militar russo com 92 pessoas a bordo caiu no mar Negro, logo após decolar do balneário de Sochi, no sudoeste da Rússia. O desaparecimento da aeronave e o encontro dos destroços do avião foram confirmados pelo Ministério da Defesa. O órgão informa que não há sobreviventes do desastre aéreo.
ImagemEquipes de emergência resgataram corpos e restos do avião; alguns foram encontrados a cerca de 1,5 km da costa. Barcos, helicópteros e drones ajudam nas buscas na região.
Segundo a agência France Presse, o presidente russo Vladimir Putin declarou luto nacional para esta segunda-feira.
A aeronave decolou às 5h20 no horário local, 0h20 no horário de Brasília, com destino à base aérea russa de Khmeimim, na Síria, e sumiu dos radares 20 minutos após a decolagem, ao fazer uma manobra sobre águas russas. O governo russo descarta ação terrorista como a causa do acidente e já investiga o que teria ocasionado a queda da aeronave.
ImagemO modelo da aeronave envolvida no acidente é um Tu-154, muito usado no transporte aéreo doméstico na Rússia. Fontes dos serviços de emergência indicaram que o Tu-154 procedia de Moscou e tinha feito escala no aeroporto de Sochi para reabastecer.
"Fragmentos do Tu-154 do Ministério da Defesa russo foram encontrados a 1,5 km da costa do mar Negro a uma profundidade de 50 a 70 metros", informou o Ministério da Defesa, segundo a rede britânica BBC.
ImagemA bordo do avião viajavam militares e integrantes do renomado coral e grupo de dança Alexandrov, do Exército russo, que participariam das comemorações de Ano Novo na base aérea síria de Khmeimim, em Latakia, onde a Rússia tem um agrupamento de aviões de guerra. Além dos integrantes do coral também estariam a bordo do voo nove profissionais de imprensa, oito soldados e dois funcionários civis. A BBC informa que Elizaveta Glinka, conhecida como Doutora Liza e diretora-executiva da instituição de caridade Fair Aid, estava no voo.

ImagemInvestigação
Segundo a CNN, as condições do clima no local no momento do desaparecimento estavam favoráveis. A BBC informou que foram iniciadas investigações para saber se houve violação das normas de segurança do transporte aéreo que pudesse ter provocado a queda.
O presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação, Viktor Ozerov, disse à agência russa Sputnik que a queda da aeronave pode ter ocorrido por um problema técnico ou falha humana. Ozerov não crê na hipótese de ação terrorista.
"Eu descarto completamente a versão do ataque terrorista. É a aeronave do Ministério da Defesa, o espaço aéreo da Federação Russa, não pode haver tal versão", afirmou. "O avião teve que dar uma volta em U após a decolagem sobre o mar, pode ter tomado a direção errada", explicou Ozerov.
O porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov, disse que o presidente russo, Vladimir Putin, foi informado imediatamente quando a aeronave desapareceu dos radares.

ImagemO avião
 O avião que caiu foi construído em 1983 e passou por manutenção em 2014, de acordo com o Ministério da Defesa.
O Tu-154 é um avião soviético de três motores projetado no final dos anos 1960. Mais de mil aviões deste modelo foram construídos, e eles foram usados por transportadoras na Rússia e em todo o mundo. Recentemente, companhias aéreas russas substituíram modelos Tu-154 por outros mais modernos, mas o Exército e algumas outras agências do governo russo continuam usando-o.
“É um excelente avião, que provou ser confiável durante décadas de serviço”, disse o piloto veterano Oleg Smirnov em declaração televisionada.
Em abril de 2010 um Tu-154 que transportava o presidente polonês Lech Kaczynski e outras 95 pessoas caiu quando tentava pousar em mau tempo em um aeroporto militar usado esporadicamente em Smolensk, no oeste da Rússia. Todas as pessoas a bordo morreram. A investigação conduzida por especialistas russos e poloneses culparam um erro do piloto em más condições climáticas.

JORNAL DIÁRIO DE PERNAMBUCO


Policiais não terão férias em janeiro

Portaria da SDS amplia suspensão do descanso de PMs, policiais civis e Bombeiros militares, que, na prática, só poderão se ausentar em março

A Secretaria de Defesa Social de Pernambuco suspendeu as férias de todos os policiais militares e civis, e bombeiros que atuam no estado durante o mês de janeiro. Os PMs já estavam com o benefício suspenso no período de 15 a 31 de dezembro. Na sexta-feira, a SDS prorrogou os efeitos da portaria 1.412/2016. A alteração foi publicada ontem no Diário Oficial do estado. Como no mês de fevereiro os policiais não saem de férias por causa do carnaval, só será possível retomá-las a partir de 2 de março.
A intenção é garantir o policiamento ostensivo durante a operação padrão deflagrada pelos policiais militares e bombeiros desde o último dia 6, além de assegurar que as investigações para elucidar os crimes sejam cumpridas.
O secretário de Defesa Social, Ângelo Gioia, justificou a alteração na portaria, dizendo que a medida foi necessária para conter a violência e garantir a segurança nas ruas. “O Exército continua atuando, mas houve a necessidade de uma reedição de portaria, alterando ou impedindo que nossos servidores pudessem gozar férias em janeiro. Isso em razão evidentemente dessa situação de anormalidade”, afirmou ontem, durante entrevista a órgãos de imprensa.
“Adotamos algumas medidas administrativas objetivando aumentar o lançamento de tropa na rua, mas enquanto não tivermos números confortáveis para oferecer uma melhor segurança ao povo de pernambuco essas medidas estarão valendo”, acrescentou.
O secretário fez questão de lembrar que a negociação com os policiais militares sempre esteve aberta, mas será realizada por meio dos comandos. “Tudo depende da movimentação das associações. Não só do governo. A renovação dessa portaria decorre de uma necessidade pontual e de um momento criado por eles. Não foi criado pelo governo. Não há nenhuma satisfação em se alterar período de férias de servidor. Tanto que afirmo que se a situação se normalizar, revertemos esse ato”, garantiu.
No dia 9 foi deflagrada a Operação Leão do Norte, com a participação de 3,5 mil homens do Exército, Aeronáutica e Marinha para ajudar na segurança pública da Região Metropolina do Recife. Após o dia 19 ocorreu redução para 500 homens, que permanecerão trabalhando até dia 3 de janeiro.
Segundo dados do Centro Integrado de Operações da Defesa Social (Ciods), desde que a Operação Leão do Norte foi lançada houve uma redução de 55% no índice de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI), na RMR, numa comparação entre os dias 8 e 19 de dezembro de 2015 (total de 139) e o mesmo período (8 e 19 de dezembro), no ano de 2016 (total 62). A Operação Leão do Norte foi autorizada por meio do Decreto 8.928, do Presidente da República.
De acordo com a SDS, situações excepcionais, com relação às férias, serão avaliadas caso a caso. O parágrafo único da portaria reeditada afirma que não haverá interferências no processo de aposentadoria dos servidores públicos que estiverem dependendo das férias.
A SDS também já determinou a aplicação de punição para os policiais que deixaram de cumprir o Programa Jornada Extra de Segurança (PJES). A recusa em participar deste programa vem comprometendo o policiamento ostensivo, já que houve redução no efetivo. A Associação de Cabos e Soldados (ACS) diz que a prorrogação da suspensão das férias é uma retaliação da SDS contra a categoria.

AGÊNCIA BRASIL


Acidente com avião de pequeno porte em Tabatinga (AM) tem um sobrevivente


Lucas Pordeus León

Uma pessoa sobreviveu à queda de um avião em Tabatinga, no Amazonas. Um avião da empresa Parintins Táxi Aéreo caiu nessa sexta-feira (24) no município de Tabatinga, na região oeste do estado do Amazonas. Quatro pessoas estavam a bordo da aeronave. O Corpo de Bombeiros da região informou que três pessoas morreram e uma sobreviveu. O sobrevivente teve apenas escoriações leves e não corre risco de morte.
O avião havia desaparecido dos radares nessa sexta-feira até que a Força Aérea Brasileira (FAB) confirmou a queda a 13 quilômetros da pista do aeroporto em Tabatinga. Além do piloto e co-piloto estavam no avião dois passageiros, funcionários de uma empresa de transporte de valores.
O avião decolou de Tefé, município do Amazonas na região do Alto Solimões. O destino era Tabatinga, na fronteira com a Colômbia. Segundo a FAB, o piloto fez o último contato com o controle de tráfego aéreo pouco antes do horário previsto para o pouso.
A FAB informou ainda que uma equipe de investigadores de Manaus foi enviada ao local do acidente. A Força Aérea Brasileira disse que não é possível estabelecer um prazo para descobrir a causa. Mas que o objetivo da investigação é saber o que causou a queda para prevenir que o mesmo não ocorra novamente.

PORTAL BRASIL


Comando da Marinha vai contratar 260 profissionais

Profissionais atuarão em obras de hidrovias e portos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC)

O Comando da Marinha foi autorizado a contratar, por tempo determinado, 260 profissionais para trabalhar em obras de infraestrutura. A autorização, dada por meio da Portaria Interministerial nº 408 publicada no Diário Oficial da União, é para atender necessidade de excepcional interesse público.
Os profissionais serão contratados por até um ano, com possibilidade de prorrogação dos contratos por até quatro anos, dependendo das necessidades das atividades.
Eles atuarão em projetos inseridos no Plano Hidroviário Estratégico (PHE), no Plano Nacional de Integração Hidroviária (PNIH), no Programa Nacional de Dragagem (PND), em obras de hidrovias e portos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e em projetos relacionados a portos organizados e instalações portuárias.
Os contratados vão prestar serviços de sinalização náutica, cartografia e levantamento hidrográfico, além de apoio aos projetos de infraestrutura hidrológica.
O Comando da Marinha vai publicar um edital com detalhes da convocação, como período de inscrições, descrição das atribuições, remuneração e prazos de duração de cada contrato.

PORTAL IG -ÚLTIMO SEGUNDO


Base Aérea de Salvador tem novo comandante

Tenente coronel aviador Marcello Schiavo transmitiu o cargo para o ten cel Kaipper, até então subcomandante da base, que na data aniversariava

Por Jornal Tribuna

Base Aérea de Salvador tem novo comandante. Em solenidade realizada nas instalações daquele complexo militar, o tenente coronel aviador Marcello Schiavo transmitiu o cargo para o ten cel Kaipper, até então subcomandante da base, que na data aniversariava.
Na oportunidade, o comte. Schiavo ressaltou “as excepcionais qualidades do seu sucessor, a grandeza e a retidão do seu caráter”, manifestando ainda sua “absoluta tranquilidade e enorme satisfação em a ele passar comando daquela estratégica Unidade Militar. Salientou também sua larga experiência profissional e reconhecida competência, como garantia de que fará um excelente comando, “e que sua jornada será repleta de realizações, tendo o major Marcones como subcomandante e toda a equipe que o recebe de braços abertos”.
O tenente-coronel Schiavo relembrou o momento em que deixou o comando do Grupo de Transporte Especial, em Brasília, quando se declarou feliz pelo retorno à Boa Terra , profetizando que “ novas alegrias e desafios aqui seriam alcançados, com as bençãos do Senhor do Bonfim”, como veio a ocorrer.
E continuou: “Voltar à Salvador, depois de doze anos em outras paragens, foi como o retorno de um filho que à casa torna. Nesta base aérea dei meus primeiros passos como oficial-aviador, servindo de segundo-tenente a capitão, no 1/7 Grupo de Aviação, esquadrão Orungan, desde 1994 até o ano de 2002. Em Salvador cresci profissionalmente, fiz amigos, descobri a fé, encontrei o amor e casei-me com a querida Cláudia, com quem tive o amado filho João Paulo”, salientou.
Falando sobre suas ações à frente da Base, lembrou que “a chegada das modernas aeronaves de patrulha P-3AM, um dos mais importantes projetos da Força Aérea Brasileira, trouxe novas exigências operacionais e logísticas à Base Aérea de Salvador. Da mesma forma, a criação do Centro Militar de Convenções e Hospedagem da Aeronáutica conduziu esta Base Aérea a um novo patamar de visibilidade e responsabilidade, no recebimento e no apoio às inúmeras comitivas nacionais e estrangeiras em trânsito para o Cemcoha”.
E acresceu: “Dei continuidade à importante transformação organizacional conduzida por meus antecessores, buscando a infra-estrutura compatível com a moderna realidade e investindo em profissionais qualificados e motivados, a fim de atingir o nível de excelência imposto pelos novos desafios”.
Esclareceu o comandante que os recursos recebidos foram direcionados para o suporte operacional à unidade aérea sediada, o esquadrão Orungan, e priorizados para a valorização do ser humano, principal recurso de qualquer organização, na melhoria das instalações de trabalho e dos alojamentos, bem como no aprimoramento dos serviços relacionados à moradia, alimentação e saúde.
Disse ainda que “ como organização de Aeronáutica isolada, a Base Aérea de Salvador possui uma série de atribuições complementares à sua missão precípua.
Aqui realizamos, com esta equipe, todas as ações demandadas pela Força Aérea.Esse acréscimo de funções, ao contrário de nos sobrecarregar, forjou nos integrantes desta Base um arraigado senso de missão, um autêntico espírito de serviço, já comprovado por sua atuação nas diversas operações de grande vulto, como na Copa do Mundo de 2014, nas Campanhas de Combate à Dengue e durante os Jogos Olímpicos de 2016”.
Agradeceu ao decisivo apoio recebido de seus superiores na Aeronáutica, assim como aos comandantes e oficiais que em Salvador integram a Marinha e o Exército, enfatizando que “ nessa trajetória de luta, aprendi que não realizamos nada sozinhos”. Da mesma forma, também externou agradecimentos ao governador do estado , Rui Costa, prefeito de Salvador , Antonio Carlos Magalhães Neto, presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, Marcelo Nilo , Sexta Circunscrição Judiciária Militar, a Procuradoria de Justiça Militar e à Prefeitura de Lauro de Freitas, pelo profíncuo relacionamento mantido.
Registrou também os agradecimentos pelo apoio da Infraero, Sistema Fecomércio, Associação Comercial da Bahia, Instituto Geográfico e Histórico e Yacht Clube da Bahia.
Assim, declarou o comandante ”Despeço-me de cada um, hoje, com o mais profundo sentimento de gratidão e apreço. A todos o meu sincero reconhecimento pela dedicação e pelo entusiasmo com que conduziram as suas obrigações. Tive muito orgulho em comandá-los”. E , agradeceu à Deus e ao Senhor do Bonfim, “que esteve sempre ao meu lado, dando-me coragem e ajudando-me com sua mão vitoriosa”.
Para o tenente-coronel aviador Marcello Schiavo, aquele era o momento de decolar para novos desafios. “Vou para o Rio de Janeiro, realizar o curso de política, estratégia e alta administração no Exército brasileiro, para em seguida, representar a Força Aérea Brasileira como adido aeronáutico no Paraguai, nos anos de 2018 e 2019”, anunciou.
E despediu-se com a certeza da missão cumprida,” mas com o coração saudoso desta cidade encantadora, de sua gente e de tantos amigos que aqui deixei”. E reproduziu um trecho do discurso de agradecimento que fez, quando recebeu o título de Cidadão de Salvador, no início do mês, na Câmara Municipal: “”Nesses quase dois anos, pude comprovar mais uma vez que o baiano é antes de tudo um povo bom, alegre, generoso e hospitaleiro, mas também determinado, corajoso e guerreiro.
Tem o sorriso largo e o coração aberto, como a abraçar generosamente os amigos, a beleza e a vida. Aprendo todos os dias com a sabedoria simples e profunda do povo desta cidade. O baiano é realmente mestre na arte de viver”. E fez uso de versos do saudoso Dorival Caymmi, quando diz : “Tudo, tudo na Bahia faz a gente querer bem/ a Bahia tem um jeito que nenhuma terra tem.”. Encerrando com: “Ah, que saudade eu tenho da Bahia.”

JORNAL A CRÍTICA (AM)


Sobrevivente de acidente aéreo em Tabatinga não corre risco de morte, diz empresa

Roberval Moraes Jardim está internado no Hospital de Guarnição do Exército, em Tabatinga. O corpo do piloto Atilon Bezerra deve ser enviado para Cruzeiro do Sul (AC) e do copiloto Wellington Mendes Faustino para Brasília (DF)

Mayrlla Motta

O único sobrevivente do acidente da aeronave modelo BE-58, prefixo PT-ICU, que caiu na tarde desta sexta-feira (23) em Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus), o passageiro Roberval Moraes Jardim, não corre risco morte.
Segundo a Parintins Táxi Aéreo, "o sobrevivente está internado em Tabatinga (Hospital de Guarnição do Exército), tendo sofrido apenas pequenas escoriações, não correndo nenhum risco de morte", informou na tarde deste sábado (24) a assessoria da empresa.
Estavam a bordo do avião quatro pessoas, identificadas pela Parintins Táxi Aéreo como o piloto Atilon Bezerra Alencar, o copiloto Wellington Mendes Faustino, e os passageiros Roberval Moraes Jardim e Luiz Jorge Souza de Oliveira.
Os corpos das vítimas devem ser transportados para a capital após liberação. O corpo do piloto deve ser levado para Cruzeiro do Sul (AC), o do copiloto Wellington Mendes Faustino, deve ser enviado para Brasília (DF). Quanto ao destino do corpo de Luiz Jorge, a empresa não soube informar.
Seripa VII deve chegar em Tabatinga às 16h para iniciar investigações

Uma equipe de investigadores de Manaus do Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VII), devem chegar em Tabatinga (a 1.105 quilômetros de Manaus), por volta das 16h, horário local, deste sábado (24), para iniciar as investigações sobre as causas do acidente.
Em nota, a assessoria da Aeronáutica informou que não é possível estabelecer prazo para o término das investigações. "O objetivo dessa investigação é prevenir ocorrências semelhantes, por meio de Recomendações de Segurança. Para isso, a equipe leva em conta diversos fatores contribuintes, sejam materiais (sistemas da aeronave e projeto, por exemplo), humanos (aspectos médicos e psicológicos) ou operacionais", informou.

OUTRAS MÍDIAS


PORTAL HOLANDA


Colômbia contesta conclusão da Bolívia sobre acidente com avião da LaMia

A Aeronáutica Civil da Colômbia contestou a conclusão da Bolívia sobre a causa do acidente com o avião da LaMia. A entidade disse que vai apresentar nesta segunda-feira (26), relatório preliminar oficial sobre o caso. Segundo o órgão, a Bolívia não tem competência para afirmar que a aeronave caiu por falta de combustível:
"A Bolívia não tem faculdade, não tem a competência para dar resultados oficiais de investigação. O país que comanda esse trabalho é a Colômbia. Com todo o respeito à Bolívia, queria entender que isso foi um ato de imprudência, uma indelicadeza”, disse o diretor do órgão, Alfredo Bocanegra.
O avião da LaMia caiu nas proximidades da cidade de Medellín na Colômbia, no dia 29 de novembro. O acidente deixou 71 mortos, entre eles 19 jogadores da Chapecoense e 20 jornalistas. De acordo com o site Super Esportes, os laudos bolivianos, a responsabilidade pelo acidente é da empresa aérea e do piloto da LaMia que morreu no acidente.

JORNAL CORREIO DO ESTADO (MS)


Problemas em aeronaves causam susto em passageiros e mortes

Um avião da Azul precisou fazer pouso de emergência porque copiloto desmaiou
Pane no ar, aves e problemas de saúde resultaram em susto para alguns passageiros de aeronaves que cruzaram os céus de Mato Grosso do Sul. Houve casos mais graves, em que passageiros morreram.
Aeronaves menores envolveram-se em diferentes acidentes no Estado neste ano. A manutenção nesse tipo de avião transformou-se em alvo da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, que desde o ano passado investiga uso de peças usadas e outras irregularidades que podem causar tragédias.
Essa situação caótica é também causada porque traficantes, muitas vezes, utilizam-se desse meio de transporte para levar droga de países vizinhos (Paraguai e Bolívia) para o Brasil. Pelo fato do uso ilegal, não há monitoramento correto e sequer inspeção para ocorrer manutenção adequada.
Em abril deste ano, por exemplo, aeronave com 400 quilos de pasta base, 1.032 munições de fuzil .656 e .68 sofreu queda e atingiu um veículo. A polícia não encontrou vítimas.
Mas aviões maiores também tiveram problemas. Equipamento da Polícia Federal que transportava US$ 2,4 milhões apreendidos fez pouso de emergência no Aeroporto Internacional de Campo Grande porque um pneu furou.
Outra situação envolveu copiloto da Azul que desmaiou e o voo que seguia para Cuiabá (MT) precisou fazer parada forçada na Capital.
Nem mesmo avião da Força Aérea Brasileira (FAB) escapou de situação de emergência. O problema foi a colisão com pássaro e os Bombeiros foram acionados para atender o incidente. No final, ninguém ficou ferido.



Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented