|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 06/07/2016 / Portugal e Brasil unidos em projeto de aviação


Portugal e Brasil unidos em projeto de aviação ...


Luís Cristóvão ...

Foi ontem apresentado o novo KC-390, um projeto da Embraer que está a ser desenvolvido em duas unidades situadas em Portugal, uma em Évora, outra em Alverca, nos estaleiros da OGMA, onde foi realizado o evento.

O primeiro-ministro português, António Costa, sublinhou a importância da aproximação entre os dois países, para lá da retórica do "países irmãos". Numa frase que foi destacada na comunicação social portuguesa, o primeiro-ministro queixou-se dos poucos projetos existentes entre Portugal e o Brasil, indicando que o "KC-390 é um excelente exemplo de uma realidade efetivamente fruto da parceria" desejada entre ambos.

O investimento da Embraer em Portugal tem anos, tendo passado pelo envolvimento da empresa na administração dos estaleiros da OGMA, antigas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico do estado português, para além do desenvolvimento da produção de componentes na sua unidade em Évora.

Governo português autoriza despesa máxima
A mudança de Governo em Portugal não afetou o desenvolvimento de uma parceria que conta com 20,8 milhões de euros de investimento português. Já com o anterior Governo de coligação, o aumento do investimento no projeto do KC-390 tinha sido aumentado, algo que foi sendo garantido mesmo com as mudanças após as eleições legislativas.

A resolução do Conselho de Ministros do mês de junho fixava assim o valor da participação portuguesa para os anos de 2016 e 2017, afirmando o interesse da iniciativa pelo "factor de desenvolvimento da base tecnológica e industrial nacional para o sector aeronáutico e, nessa medida, assumir o papel de vector mobilizador da dinamização do cluster aeronáutico nacional".

KC-390 é um avião de futuro
O avião apresentado ontem em Alverca é uma unidade militar de uso multifacetado, destinando-se ao transporte e lançamento de cargas e tropas. O KC-390 também pode ser utilizado para reabastecimentos aéreos, para operações de busca e resgate ou para o combate a incêndios florestais. A primeira unidade deverá ser entregue à Força Aérea Brasileira, pelas estimativas da empresa, no início de 2018, sendo que Portugal também já garantiu o interesse na aquisição de seis unidades.

Na sessão de apresentação falou também Jackson Schneider, presidente da Embraer Defesa e Segurança, que destacou a capacidade da empresa criar empregos em Portugal.

Na próxima semana, o KC-390 vai ser também apresentado no festival aéreo de Farnborough, em Inglaterra, servindo essa participação para começar a demonstrar todas as potencialidades do avião.




Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.



PORTAL DEFENSA.COM (Espanha)


La Fuerza Aérea de Uruguay evalúa incorporar Super Tucano de la FAB y más Bandeirante


Javier Bonilla

Aunque como aeronaves nuevas habían sido descartados, en razón de la relación costo-beneficio y la multiplicidad de proveedores relacionados con el proyecto, la Fuerza Aérea Uruguaya estaría evaluando la incorporación, en condiciones bastante más ventajosas de las habituales, de algunos ejemplares de A-29 procedentes de los stocks actuales de la Fuerza Aérea Brasileña. Los contactos se realizaron en la edición 56 de la Conferencia de Jefes de Fuerzas Aéreas Americanas, realizada días atrás en Colorado Springs.
El ocaso de la flota de combate de la FAU, absolutamente comprometida y con la mayoría de sus A-37B y Pucará a punto de ser desprogramadas, técnicamente en un plazo de 18 meses, para la institución es vital hacerse con nuevos médios.
Debido a la visible crisis económica que enfrenta Uruguay a causa, además de las conocidas dificultades regionales, a sonoros episodios fraudulentos en diversas empresas públicas durante el anterior período presidencial de José Mujica, especialmente la petrolera Ancap, entonces dirigida por el actual vicepresidente Raúl Sendic Jr, el gobierno realizó severísimos recortes en el Presupuesto Nacional, afectando duramente también al sistema de previsión social militar y con especial efecto en las finanzas de las Fuerzas Armadas, ya sometidas a fuertes restricciones desde hace más de una década.
De esta manera, quedaban prácticamente descartadas alternativas barajadas por la FAU para un marco de austeridad ya vigente como, por una inversión relativamente moderada, sustituir los Pilatus PC-7 (y quizá los viejos Pucará) por las modernas versiones PC-7 Mk II, estudiando también para los A-37 un cambio de eyectores, que definitivamente y sin repuesto caducarán a finales de 2017, pudiendo con ello extender dos o tres años más su vida útil. Menos posibilidades tendría aún la opción, incluso seguida por interés por parte de la Cámara de la Industria Aeronáutica, de abordar con una oferta de transferencia tecnológica el KAI KT-1P, en fábrica más económico que el Super Tucano nuevo.
Además del Súper Tucano, la FAU gestionaría la obtención de más aeronaves C-95 Bandeirante, lo cual extendería la vida útil de la serie en la Fuerza, y de sus dos ejemplares remanentes de lo que fuera la primer exportación de Embraer de este modelo, en 1975. Sin embargo, desde la institución se afirma que, aunque se respeta mucho el programa "lo lamentamos por AEL, pero no hay dinero para modernizarlos".
Asimismo, se negocia poder tomar una decisión con respecto al único EMB-120 de la Fuerza Aérea Uruguaya- ex Continental Express- adquirido en 1999 y, por ser el único ejemplar, particularmente demandante de costoso mantenimiento, el cual se efectúa rigurosamente. Su función principal, de traslado de autoridades o comitivas oficiales, culturales,etc. se completa con el transporte de órganos y, a veces , misiones sanitárias.
En principio la FAU se había comprometido a adqurir un controvertido y viejo BAE HS 125/700A- único candidato en una licitación semi desierta cuyo monto no podía llegar a los 1.270.000 dólares- para esas tareas, aunque técnicamente se desearía, más allá de la escasez de recursos, aguna opción más moderna, pues todo indica una modesta vida útil para el birreactor hasta hace poco perteneciente al dealer local de Mercedes Benz y Alfa Romeo, "Autolider".
La propia FAU había llegado a consultar a la FAB por la posibilidad de que estuvieran a la venta sus más modernos Hawker 125 800XP- que en Brasil, comienzan a ser suplantados por el Legacy 500- y que aún no estaban disponibles. No sería improbable que la aviación militar brasileña se deshaga de ciertos jets ejecutivos actualmente, contención financiera mediante. De existir alguna posibilidad, el tema sería planteado, junto con otros, al Poder Ejecutivo.

PORTAL JANES (Inglaterra)


Brazil soon to receive new C-767 transport aircraft


Victor Barreira Ihs Jane´s Defence Weekly

The Brazilian Air Force (Força Aérea Brasileira: FAB) will officially receive its Boeing 767-300ER long-range airlifter sometime in July, a service spokesperson told IHS Jane´s . An exact date has not been defined.
The aircraft, locally designated C-767 with serial number 2900, will operate from Galeão Air Base in Rio de Janeiro by Squadron Corsário, the FAB told IHS Jane´s.
The 767-300ER was leased from local firm Colt Aviation, according to an 8 June contract by the service´s Aeronautical Commission in Washington, DC, which managed the USD19.7 million tender. The company has no such aircraft model in its inventory, and it was provided by Spectre Air Capital.

PORTAL SPUTNIK BRASIL


Portugal e Brasil unidos em projeto de aviação


Luís Cristóvão

Foi ontem apresentado o novo KC-390, um projeto da Embraer que está a ser desenvolvido em duas unidades situadas em Portugal, uma em Évora, outra em Alverca, nos estaleiros da OGMA, onde foi realizado o evento.
O primeiro-ministro português, António Costa, sublinhou a importância da aproximação entre os dois países, para lá da retórica do "países irmãos". Numa frase que foi destacada na comunicação social portuguesa, o primeiro-ministro queixou-se dos poucos projetos existentes entre Portugal e o Brasil, indicando que o "KC-390 é um excelente exemplo de uma realidade efetivamente fruto da parceria" desejada entre ambos.
O investimento da Embraer em Portugal tem anos, tendo passado pelo envolvimento da empresa na administração dos estaleiros da OGMA, antigas Oficinas Gerais de Material Aeronáutico do estado português, para além do desenvolvimento da produção de componentes na sua unidade em Évora.
Governo português autoriza despesa máxima
A mudança de Governo em Portugal não afetou o desenvolvimento de uma parceria que conta com 20,8 milhões de euros de investimento português. Já com o anterior Governo de coligação, o aumento do investimento no projeto do KC-390 tinha sido aumentado, algo que foi sendo garantido mesmo com as mudanças após as eleições legislativas.
A resolução do Conselho de Ministros do mês de junho fixava assim o valor da participação portuguesa para os anos de 2016 e 2017, afirmando o interesse da iniciativa pelo "factor de desenvolvimento da base tecnológica e industrial nacional para o sector aeronáutico e, nessa medida, assumir o papel de vector mobilizador da dinamização do cluster aeronáutico nacional".
KC-390 é um avião de futuro
O avião apresentado ontem em Alverca é uma unidade militar de uso multifacetado, destinando-se ao transporte e lançamento de cargas e tropas. O KC-390 também pode ser utilizado para reabastecimentos aéreos, para operações de busca e resgate ou para o combate a incêndios florestais. A primeira unidade deverá ser entregue à Força Aérea Brasileira, pelas estimativas da empresa, no início de 2018, sendo que Portugal também já garantiu o interesse na aquisição de seis unidades.
Na sessão de apresentação falou também Jackson Schneider, presidente da Embraer Defesa e Segurança, que destacou a capacidade da empresa criar emprego em Portugal.
Na próxima semana, o KC-390 vai ser também apresentado no festival aéreo de Farnborough, em Inglaterra, servindo essa participação para começar a demonstrar todas as potencialidades do avião.

PORTAL G-1


Fuzileiros Navais fazem treinamento antiterrorismo para a Rio 2016

Uma das técnicas é o controle de terrorista na multidão. Marinha usará 60 embarcações, 6 helicópteros e 1 avião da Força Aérea.

Os fuzileiros navais, que também estarão nas ruas durante a Olimpíada, realizaram um treinamento antiterrorismo nesta terça-feira (5). Essa foi a última etapa do curso de defesa pessoal.
O treinamento foi feito com a Federação Sulamericana de krav magá e uma das técnicas que fuzileiros da Marinha aprenderam foi o controle de terroristas na multidão.
Como mostrou o RJTV, alguns homens estarão disfarçados no meio das pessoas durante os Jogos e, por isso, a identidade deles foi preservada.
A Marinha usará 60 embarcações, seis helicópteros e um avião da Força Aérea durante a Olimpíada. Em terra, o trabalho da Marinha começa no dia 24 e ela será responsável pelas rotas Olímpicas do Caju ao bairro de São Conrado, que são ruas e avenidas por onde atletas e cometivas irão passar.
Caso haja qualquer suspeita, o capitão garante que os fuzileiros estão preparados. "Nós optamos pelo krav magá, porque ele permite que o militar esteja equipado com fuzil, colete, munição e armamento e consiga fazer golpes usando esse equipamento", disse André Freitas, capitão de fragata e superintendente de educação física do Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan).

Peão cai de cavalo no Pantanal e é socorrido de helicóptero para capital

Acidente aconteceu na tarde de segunda-feira, em fazenda de MS. Rapaz recebe atendimento na Santa Casa de Campo Grande.

Aguinaldo Soares E Nadyenka Castro Da Tv Morena E Do G1 Ms

Um peão de 22 anos ficou ferido após cair do cavalo durante trabalho de vacinação do gado em um fazenda de Corumbá, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, nessa segunda-feira (4) e foi socorrido de helicóptero para Campo Grande, distante 415 quilômetros.
O peão caiu após o cavalo ter pisado em um buraco de tatu. O animal caiu por cima do rapaz e o arrastou por aproximadamente 15 metros, só parado quando a bota saiu do pé do trabalhador.
O jovem passou a sentir mais dores, os responsáveis pela fazenda chamaram socorro e o rapaz foi resgatado na manhã desta terça-feira (5) por uma equipe do Esquadrão Pelicano, da Força Aérea.
Ele foi levado de helicóptero até a Base Aérea da capital sul-mato-grossense e de lá foi encaminhado pelo Corpo de Bombeiros para a Santa Casa. Segundo o hospital, até a publicação desta reportagem havia sido verificado que ele estava com trauma na clavícula esquerda, trauma no tornozelo direito e passaria por exames.

Seripa realiza retirada dos destroços do avião que caiu no último sábado

O monomotor era utilizado para o paraquedismo em Belém. Três paraquedistas e o piloto da aeronave morreram com a queda.

Do G1 Pa

O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) iniciou na manhã desta terça-feira (5) a retirada dos destroços do monomotor de prefixo PT-DJH que caiu no terreno da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Empraba) no último sábado (2), em Belém.
De acordo com o Seripa o processo de investigação da queda da aeronave iniciou imediatamente ao acidente, com a coleta de indícios, evidências e informações. Segundo órgão de investigação, não há prazo definido previsto por lei, para a conclusão do relatório final sobre as causas do acidente.
Ainda de acordo com o Seripa, os registros da Anac constavam que a documentação e manutenção do monomotor em dia. E que o fato de, pelo registro da aeronave, ter capacidade para três pessoas e ter decolado com cinco e caído com quatro, não se pode afirmar que este foi um fator condicionante para o acidente. Da parte do piloto, todas as licenças e habilitações estavam válidas, sem quaisquer restrições para o desempenho da atividade.

Caça da Força Aérea cai em Santa Cruz, Rio; tripulantes se salvam

Em voo de instrução, piloto e aluno se ejetaram e desceram de paraquedas. Avião caiu em uma área desabitada dentro do terreno da base aérea.

Do G1 Rio

 Um caça da Força Aérea Brasileira (FAB) caiu na Base Aérea de Santa Cruz (BASC), na Zona Oeste do Rio, no início da noite desta terça-feira (5). Segundo a FAB, era um voo de instrução e os dois tripulantes conseguiram se ejetar, descer de paraquedas e pousar com segurança.
Ainda de acordo com a FAB, os dois perceberam o problema técnico no trem de pouso e que não conseguiriam pousar. O avião caiu em uma área desabitada dentro do terreno da Base Aérea. Ninguém ficou ferido.
A Força Aérea informou que o procedimento de ejeção foi necessário, já que um pouso de barriga não seria possível. A FAB disse ainda que houve fogo na aeronave, um caça F5-FM Tiger modernizado, e que bombeiros da própria área militar fizeram atendimento no local do acidente.
Segurança olímpica
A base será uma das unidades militares responsáveis pela segurança do espaço aéreo durante o período da Olimpíada e da Paralimpíada.
A base receberá cerca de 250 militares de cinco esquadrões, que vão atuar em turnos. O objetivo é "manter a soberania nacional e a segurança dos voos durante 24 horas", segundo a FAB. Serão utilizados aviões de caça, helicópteros e aeronaves remotamente pilotadas.
A BASC também teve a mesma atuação em outros grandes eventos, como a Copa das Confederações, a Rio+20, a Jornada Mundial da Juventude e a Copa do Mundo.

JORNAL DO BRASIL


Ministro da Defesa anunciará ação das Forças Armadas durante Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016


O ministro da Defesa, Raul Jungmann, apresenta nesta quarta-feira (06), um detalhamento de como será a atuação dos militares das Forças Armadas que integrarão o plano de segurança para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.
Também participam do encontro o Chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (CEMCFA), almirante Ademir Sobrinho e o Coordenador Geral de Defesa de Área (CGDA), general Fernando Azevedo, que vão explicar as ações de responsabilidade da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira (FAB) dentro do eixo de Defesa Nacional – como proteção de estruturas estratégicas, enfrentamento ao terrorismo e defesas marítima e aérea – além de tratar de outras ações voltadas à Segurança Pública, por solicitação do governo do estado do Rio de Janeiro.

AGÊNCIA SENADO


Senado aprova indicação de embaixador para a República Tcheca


O Senado aprovou nesta terça-feira (5), por 53 votos a favor e nenhum contrário a indicação de Florencio Nunes Cambraia para a Embaixada do Brasil na República Tcheca. Durante sua sabatina, na Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional (CRE), em junho, o indicado disse que um dos principais desafios no cargo é a cooperação militar entre os dois países.
Depois da assinatura de um acordo assinado em 2010, a Embraer e empresas tchecas de aviação estão cooperando na construção do avião cargueiro KC390, apresentado este ano pela Força Aérea Brasileira.
— Para o Brasil, a aproximação na área de defesa tem a vantagem de que a República Tcheca não tem pretensões de projeção internacional mais ampla e, portanto, não exige contrapartida política — ressaltou Cambraia.
Currículo
Márcio Cambraia nasceu em Belo Horizonte (MG), em 1949. Em 1974, formou-se em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Cambraia iniciou sua carreira diplomática em 1980, já tendo trabalhado nas embaixadas brasileiras no Uruguai e na Inglaterra. Já foi professor universitário e assessor especial da Presidência da República e é autor do livro Os Jogos do Poder, publicado pela Editora do Senado Federal.

AGÊNCIA REUTERS


Contingente de Força Nacional é reduzido para Olimpíada; Forças Armadas vão compensar


Lisandra Paraguassu

O Rio de Janeiro terá 5 mil homens da Força Nacional de Segurança durante os Jogos Olímpicos, em vez dos 9,6 mil previstos inicialmente, e a diferença será compensada com a presença de mais homens das Forças Armadas, informou nesta terça-feira o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha.
“Qualquer deficiência que tivermos no número de homens previsto na Força Nacional será coberta pelas Forças Armadas”, afirmou o ministro. A Força Nacional assumiu nesta terça-feira a segurança das instalações esportivas da Rio 2016.
De acordo com o secretário de Segurança Nacional, Celso Perioli, 1.500 homens já estão na cidade e outros 3.500 estariam “a postos”, incluindo mil homens da Polícia Militar de São Paulo e outros 100 de Minas Gerais. Mas não deu um prazo para as tropas chegarem ao Rio.
Esta semana, policiais civis e bombeiros protestaram no aeroporto, reclamando contra pagamentos atrasados e afirmando que a cidade não estaria segura durante os Jogos. No mesmo dia, o governo do Estado afirmou que usou parte dos 2,9 bilhões de reais repassados pela União para pagar os atrasados.
A segurança voltou a ser motivo de preocupação com o aumento da violência na cidade nos últimos meses e, especialmente, às portas de um grande evento. O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse esta semana à emissora norte-americana CNN que o governo do Estado faz um trabalho "terrível" na segurança pública.
“Refizemos as escalas e o Ministério da Justiça está preparando uma medida provisória para tentar alocação de pessoas na reserva para ver se chegamos a esse total”, disse o secretário, ao se referir aos 9,6 mil previstos inicialmente. A MP, no entanto, prevê a criação de uma espécie de cadastro de reserva para ser usado em caso de necessidade.
As Forças Armadas ampliaram o número de homens a serem alocados no Rio de Janeiro para compensar a perda de parte da Força Nacional. Segundo o chefe do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, almirante Ademir Sobrinho, Exército, Marinha e Aeronáutica vão deslocar 21 mil homens para o Rio, 3 mil além do previsto inicialmente.
“Inicialmente tínhamos previsto 18 mil homens. Com a solicitação do governo do Rio de Janeiro passaremos para cerca de 21 mil homens. Temos hoje no Rio de Janeiro 6 mil homens já prontos. Semana que vem iniciaremos a movimentação de tropas e no dia 15 de julho teremos 18 mil prontos para atuar e até dia 17, cerca de 21 mil homens”, disse o almirante.
As Forças Armadas vão atuar, além dos locais de competições como previsto inicialmente, no policiamento de rua nas vias de acesso aos locais, na Linha Amarela, nas ruas da zona sul e da zona oeste, onde acontece a maior parte dos eventos. Também farão o policiamento ostensivo do lado de fora do Aeroporto do Galeão e das vias de acesso ao aeroporto.
Em maio, o governador em exercício do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles, havia pedido reforço das Forças Armadas, já que a Força Nacional estaria comprometida com a segurança das instalações olímpicas. Daí a decisão de colocar as Forças Armadas na segurança ostensiva das ruas.

JORNAL O DIA


Caça da FAB cai em base de Santa Cruz

Dois tripulantes conseguiram descer de paraquedas e passam bem. Ninguém ficou ferido

O Dia

Um caça da Força Aérea Brasileira (FAB), de modelo Jambock 06 (F5), caiu na Base Aérea de Santa Cruz (BASC), na Zona Oeste do Rio, na noite desta terça-feira. De acordo com o órgão, era um voo de instrução e dois tripulantes conseguiram descer de paraquedas em uma área desabitada dentro do terreno da base aérea. Ninguém ficou ferido.
Segundo a FAB, os tripulantes foram resgatados, passam bem, mas foram encaminhados a um hospital para fazer exames. A Força Aérea disse ainda que não houve necessidade de acionar os meios de salvamento.
Força Nacional nos Jogos
Nesta terça-feira, o ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, e o ministro da Justiça, Alexandre Morais, participaram da entrega oficial da segurança dos locais de provas olímpicas à Força Nacional de Segurança. Para Morais, a população não precisa se preocupar com a questão de terrorismo da cidade, já que a Força Nacional junto com as polícias estão preparadas para receber o evento. Ele disse ainda que 1,5 mil oficiais, inclusive de São Paulo, já estão na cidade para as Olimpíadas.
Já no fim da noite desta segunda-feira, bandidos atacaram a tiros uma equipe da FAB que passava pela Avenida Brasil, no entroncamento da Linha Amarela. De acordo com a Secretaria Nacional de Segurança Pública, "a viatura estava retornando de um reconhecimento de área quando teve seu retrovisor atingido por disparo de arma de fogo". Ainda segundo a assessoria, ninguém se feriu no tiroteio. "A ocorrência não tinha relação com o trabalho de segurança das instalações realizado pela Força Nacional".

OUTRAS MÍDIAS


LA VOZ DEL INTERIOR (ARGENTINA)


Fadea intenta subirse a avión caza que Saab hará en Brasil

En convenio con la sueca, el vecino país participará del Gripen NG de combate. La fábrica cordobesa aspira a proveer piezas.También podría aportar equipos y servicios para el control de la triple frontera.
Walter Giannoni
Una nueva puerta podría abrírsele a la Fábrica Argentina de Aviones (Fadea) para capear la aguda crisis por la que atraviesa.
Durante una misión a Brasil encabezada por el ministro de Defensa de la Nación, Julio Martínez, quedaron sentadas las bases para avanzar en la participación de la industria cordobesa en el desarrollo del Gripen NG.
Se trata de un avión de combate de la sueca Saab, que sería comercializado en el cono sur por la brasileña Embraer, a cambio de que esta pueda participar con componentes en la producción de la aeronave.
En esa etapa, precisamente, intervendría Fadea a cambio de que la Fuerza Aérea Argentina adquiera estos aviones, indicó el titular de la fábrica, Ercole Felippa, quien participó de la misión.
La chance quedó planteada en una reunión presidida por el ministro de Defensa de Brasil, Raúl Jungmann, además de los representantes de las Fuerzas Armadas del vecino país.
“Estar sentados en esa mesa nos abrió un montón de posibilidades de negociaciones en función de fabricar y de comprar equipamiento”, dijo Felippa.
El ministro Martínez también destacó la oportunidad que se genera para Fadea a partir del acuerdo de Embraer con Saab. Explicó que la Fuerza Aérea Argentina, cuyo titular, brigadier mayor Víctor Amrein, intervino en el encuentro, evaluará la posibilidad de incorporar Gripen NG,
Aunque todo está en un escenario de negociación preliminar, a cambio de parte de ese equipamiento aéreo que la Fuerza requiere, Fadea podría entregar partes y piezas, algunas desarrolladas con Pyme cordobesas, como parte de pago de las aeronaves.
Por lo que se conoce hasta ahora, Brasil –que compraría 36 aviones para su propia Fuerza Aérea– podría participar en el sistema de armamento del Gripen, tren de aterrizaje, desarrollo de software , equipos de comunicación y en gran parte de la estructura del avión.
En esos sectores, Fadea estaría en condiciones de aportar algunos elementos, tal como hace con el avión de carga KC390, en el que, pese a que este proyecto está demorado, tiene intervención en los prototipos numerados como tres, cuatro y cinco.
Equipos y servicios
Por otro lado, en la misma mesa bilateral, donde también intervino el embajador argentino en el país vecino, Carlos Magariños, fueron abordadas acciones para el control de la triple frontera, el narcotráfico y el terrorismo.
“En esos escenarios a Fadea también se le abren múltiples posibilidades de negocios a partir de la provisión de equipos para el cumplimiento de las misiones o de servicios para los aviones y helicópteros de los países participantes”, dijo Felippa.
Un camino pasaría por compensar desde Fadea parte de las inversiones que debe realizar Argentina para el cumplir con objetivos de control fronterizo y combate al narcotráfico, con piezas, repuestos, mantenimiento o fabricación de UAV (no tripulados).
Todo está por verse, pero al menos son oportunidades que comienzan a aparecer en el horizonte de la mítica fábrica.
Entregan el Tango 02

El avión presidencial volverá hoy a manos de la Fuerza Aérea.

Fadea entregará hoy a la Fuerza Aérea Argentina el Fokker F28/4000, denominado Tango 02, tras habérsele realizado mantenimiento mecánico y en sus butacas.

SHEPHARD MEDIA


Farnborough 2016: KC-390 arrives with new avionics suite

 Beth Maundrill in Toulouse
The Embraer KC-390 will début at the Farnborough international air show equipped with Rockwell Collins Pro Line Fusion avionics system. 
The aircraft will be part of the static display at the air show. Following a 2011 contract to supply Pro Line Fusion this will be the first time the aircraft will be shown with the Rockwell Collins integrated avionics suite.
"This is the first installation of Pro Line Fusion on a military aircraft," confirmed Jean-Louis Lair, director of marketing and business development EuMEA at Rockwell Collins.
"This was part of a foreign military sale with Embraer to develop the aircrafts own mission capability," he added.
Pro Line Fusion has already been installed onto commercial aircraft including the Beechcraft King Air. The company has also entered into a partnership with Airbus Helicopters and Vector Aerospace to develop and market Pro Line Fusion for the upgrade of Airbus Helicopter avionics suites.
Rockwell completed delivery of the flight test software to Embraer on September 2014 which was then followed by configuration control as part of Embraers aircraft system integration.
The system is designed with large format displays, enhanced graphic capabilities and available synthetic vision, providing KC-390 pilots with advanced levels of situational awareness for enhanced decision-making and reducing their workload.
As part of its work on the KC-390 Rockwell Collins has established a programme management and engineering team based in Brazil. The company is also providing the Cargo Handling and Aerial Delivery Control System (CHADCS) for the aircraft.
The CHADCS system consists of a loadmaster station with displays and controls, a network of lock control units and control panels to sense inputs, measure force, activate and release locks, along with high criticality software and processing hardware to manage the required automation, safety, and precision.
The KC-390 military transport aircraft has been ordered by the Brazilian air force, Embraer has pitched the aircraft as a potential replacement for the C-130 Super Hercules as it is able to carry up to 26t of cargo with a range of around 1,380nm.
For more news from FIA 2016, see our dedicated news page.



Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented