|

Aproveite os últimos dias de férias de julho e conheça imóveis históricos no litoral e interior de São Paulo



Aproveite os últimos dias de férias de julho e conheça imóveis históricos no litoral e interior de São Paulo ...

Para aproveitar as férias de julho,listamos alguns patrimônios tombados pelo Condephaat (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico do Estado de São Paulo)  e que guardam a memória de gerações no interior e Litoral. Entre os destaques estão o Centro Histórico de São Luiz do Paraitinga, Teatro de São João da Boa Vista, Museu do Café, em Santos e Museu Felícia Leirner, em Campos do Jordão, onde também ocorre a 47ª edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, de 02 a 31 de julho. Confira:

SANTOS
Museu do Café (Antiga Bolsa Oficial do Café)
A Bolsa do Café foi criada para atender o movimento comercial do café na cidade de Santos, em função da expansão ferroviária e do escoamento do produto para o exterior através do seu porto. Até 1929, as atividades da instituição foram intensas, mas, acompanhando a crise mundial, a Bolsa entrou em declínio, culminando com o seu fechamento em 1937. Projetado pela Companhia Construtora de Santos, sob a direção do engenheiro Roberto Simonsen, o edifício, em estilo eclético, foi concluído em 1922. Na construção, empregou-se mármore de Carrara no piso, vitrais coloridos e painéis pintados por Benedito Calixto. Desde 1998, abriga o Museu do Café, onde é possível conferir o acervo do espaço e degustar de deliciosos cafés.  Ao passar por Santos, não deixe de visitar também o Museu de Arte Sacra, antigo Mosteiro de São Bento,  na rua Santa Joana D’Arc, 795. Ambos são tombados pelo Condephaat.
Endereço: Rua XV de Novembro, 95 – Centro Histórico – Santos (SP)

CAMPOS DO JORDÃO
Museu Felícia Leirner (Antiga residência da artista Felícia Leirner)
O Museu Felícia Leirner, em Campos do Jordão, pertence a Secretaria da Cultura do Estado e foi inaugurado em 1978, pela artista que dá nome ao museu. Felícia nasceu na Varsóvia (Polônia), em 1904 e veio para o Brasil, país que adotou como pátria, em 1927. Característica marcante de sua personalidade era a paixão pelos animais e a natureza, refletida em suas obras. Em 1962, a artista trocou a cidade de São Paulo por Campos de Jordão em busca de uma vida mais simples junto à natureza. Em 1982, concluiu sua produção para o Museu, que pode ser conferida pelos visitantes e moradores da região, com atividades e oficinas durante todo ano. Ao passar pela cidade de Campos do Jordão, aproveite para conferir também 47ª edição do Festival Internacional de Inverno de Campos do Jordão, de 02 a 31 de julho, com intensa programação pedagógica e uma gama representativa de concertos sinfônicos e de câmara – a maioria gratuitos –, que contam com a participação de renomados artistas nacionais e internacionais.
Endereço: Av. Dr. Luís Arrobas Martins, nº 1880 - Alto da Boa Vista – Campos do Jordão (SP)

SÃO LUIZ DO PARAITINGA
Centro Histórico de São Luiz do Paraitinga
Localizada no topo da Serra do Mar, a meio caminho entre Taubaté e Ubatuba, a cidade de São Luiz do Paraitinga teve sua fundação oficial em 1769. No século XIX, a economia cafeeira promoveu o desenvolvimento da região, refletindo sobre São Luiz do Paraitinga que, além de produzir uma variedade de gêneros agrícolas, tornou-se centro de abastecimento das tropas que transportavam o café do Vale do Paraíba para o litoral. A cidade possui áreas de grandes sobrados, predominantemente do século XIX. O conjunto é formado por 171 edificações, em sua maior parte, de uso residencial. Além disso, há 262 casas populares, de um ou dois pavimentos, de uso residencial e pequeno comércio. Ao passar pela cidade, não deixe de visitar o Museu Oswaldo Cruz, onde nasceu o conceituado medido sanitarista, na Rua Oswaldo Cruz, 4, Centro. Ambos são tombado pelo Condephaat.
Endereço: São Luiz do Paraitinga fica a 173,8 km de São Paulo

SANTANA DE PARNAÍBA
Capela de Nossa Senhora da Conceição
Ao passar por Santana de Paranaíba, visite a Capela de Nossa Senhora da Conceição, patrimônio tombado pelo Condephaat, que foi construído em 1687, na propriedade do capitão Guilherme Pompeu de Almeida, dono de terras e financiador de bandeira de caça ao índio e procura de ouro. A capela, de pequenas dimensões, foi construída em taipa de pilão e pau-a-pique. Em seu interior, encontra-se um retábulo em talha dourada e pintada, duas imagens e dois tocheiros antropomorfos. A capela foi praticamente reconstruída, restando pouco da construção original.
Endereço: Estrada da Capela Velha, s/n, Voturuna – Santana do Parnaíba (SP)

SÃO JOÃO DA BOA VISTA
Teatro São João da Boa Vista
Em 1911, a proposta de se construir um teatro na cidade era tema de discussões na Câmara Municipal que, inicialmente, concedeu permissão ao major José Evangelista de Almeida para executá-lo, e, em seguida, à Sociedade Anônima Companhia Teatral Sanjoanense. O edifício, de sólida construção, foi projetado pelo arquiteto italiano J. Pucci e construído por Antonio Lanzac. A estrutura metálica e o cimento utilizados vieram da Alemanha e, as telhas, de Marselha, na França. Após o tombamento, pelo Condephaat, em 1981, teve início a obra de restauração, no ano 2000 o prédio recebeu uma série de melhorias e hoje é aberto para visitação.
Endereço: Praça da Catedral, 22, esquina com a Rua Antonina Junqueira – São João da Boa Vista (SP)


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented