|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 20/03/2016 / Queda de avião deixa sete mortos na Zona Norte de SP


Queda de avião deixa sete mortos na Zona Norte de SP ...


Segundo Bombeiros, uma pessoa ficou ferida. Aeronave caiu na Rua Frei Machado, perto do Campo de Marte ...

Roney Domingos ...

A queda de um avião monomotor sobre uma residência na Casa Verde, Zona Norte de São Paulo, na tarde deste sábado (19), deixou sete mortos e um ferido, segundo o Corpo de Bombeiros. O monomotor pertencia ao ex-presidente da mineradora Vale Roger Agnelli, conselheiro da Petrobras e executivo com carreira em grandes empresas como o Bradesco. A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e a Aeronáutica não confirmaram a identidade das vítimas.

De acordo com a Infraero, havia sete pessoas no monomotor de prefixo PRZRA. Todos os mortos, quatro homens e três mulheres, estavam no avião, segundo os bombeiros.

A aeronave caiu às 15h23 na cabeceira 12 do Aeroporto Campo de Marte sobre uma casa de um bairro de classe média alta na Rua Frei Machado, 110, perto da Avenida Braz Leme. O aeroporto foi fechado às 15h30. Os moradores da casa atingida conseguiram escapar pelos fundos.

Uma mulher que fechava o portão de uma casa vizinha ao imóvel atingido ficou levemente ferida e foi levada ao Pronto-Socorro da Santa Casa, na região central da cidade, segundo os bombeiros.

O hospital, por meio da sua assessoria de imprensa, afirmou que a mulher se assustou com o barulho da explosão, se jogou no chão e sofreu escoriações leves. Ela teve alta.

"Foi um milagre", diz morador de casa atingida por avião em SP

Um vizinho da residência afirmou ter visto o avião voando muito baixo, de forma estranha. Pouco depois, ouviu um estrondo. “Na casa tinha cinco pessoas que colocaram uma escada e saíram pelas portas dos fundos. Se não tivessem saído pelos fundos tinham sido queimados juntos", disse Toni Sargologos, de 46 anos. Ele conta que saiu de sua casa para prestar socorro, mas foi impedido por causa do fogo que atingiu árvores e veículos na via.

Segundo o major Hengel Ricardo Pereira, do Corpo de Bombeiros, o trabalho de rescaldo foi concluído por volta das 19h30. Quinze carros e 45 bombeiros trabalharam na ocorrência.

O comandante afirmou que a aeronave bateu na garagem da casa, um sobrado de três andares, atingindo parte da sala. "Os corpos que nós achamos estavam no meio da fuselagem. Com o choque, a aeronave fez um buraco no chão. Alguns corpos estavam dentro desse buraco. A gente acredita que essas sete vítimas estavam presentes na aeronave. Não sobrou nada do avião", disse o major.




Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




TV GLOBO - JORNAL NACIONAL


Sete pessoas morrem em queda de avião em São Paulo

Monomotor pertencia ao empresário Roger Agnelli, ex-presidente da Vale. Todas as pessoas que estavam no avião morreram.

Um avião com sete pessoas caiu neste sábado (19) à tarde em uma área residencial, em São Paulo. Todos os ocupantes morreram.
O monomotor pertencia ao empresário Roger Agnelli, ex-presidente da mineradora Vale, conselheiro da Petrobras e executivo com carreira em grandes empresas como o Bradesco. Nem a Anac nem a Aeronáutica deram a identidade das vítimas até o fim da edição do Jornal Nacional deste sábado.
As imagens foram feitas por um vizinho minutos depois da tragédia. Eram cerca de 15h30 quando os bombeiros tentavam controlar as chamas da casa que foi atingida pelo avião monomotor.
"Na hora da queda, tinha uma mulher fechando um portão. Ela foi socorrida. Dentro da casa não tem vítima", contou o Major Henguel Ricardo Pereira.
A aeronave levantou voo do Campo de Marte, na zona norte da capital paulista, pontualmente às 15h20. O destino era o Rio de Janeiro, mas a viagem acabou tragicamente três minutos depois.
"Passou rente às árvores, achamos até que ia conseguir desviar das casas, mas não teve jeito", disse o morador Reinaldo Felix.
A fumaça preta era vista de longe e assustou também os pilotos que pousavam e decolavam do aeroporto.
O morador da casa que fica nos fundos da que foi atingida pelo avião ajudou a resgatar as pessoas. Ele usou uma escada para subir no telhado. "Primeiro foi a criança, que a mãe estava apavorada", contou.

PORTAL G-1


Prefeitura invade pela 1ª vez terreno com suspeita de mosquito da dengue

Entrada forçada em imóvel é autorizada por legislação de SP.

Do G1, Em São Paulo

A prefeitura de São Paulo invadiu pela primeira vez um terreno na capital em busca de focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue, febre chikungunya e o vírus da Zika. Isso porque um drone, que grava imagens aéreas, identificou possíveis focos de criadouros em um terreno na rua Grapira, localizada na Vila Curuçá, na zona leste da capital.
Como os agentes de fiscalização não conseguiram contato com o dono do imóvel, decidiram entrar no local mesmo sem autorização. Antes da invasão há uma tentativa de agendamento de visita, mas sem a resposta do proprietário.
No local os agentes encontraram cerca de 20 carros abandonados. Eles vistoriaram o local em busca de focos de água parada, para evitar a propagação do mosquito transmissor. A entrada começa com batidas no portão, e como ninguém atende, um chaveiro é chamado. Os carros encontrados no local não vão ser retirados, por enquanto.
A prefeitura estava de olho no imóvel da Vila Curçá há pelo menos 10 dias, quando agentes fizeram uma visita na região e não acharam o dono. Mesmo com as imagens aéreas, os agentes continuaram tentando achar o dono e até uma placa foi colocada na porta pedindo para que ele entrasse em contato em 48 horas. Como nada aconteceu, eles foram tentar cumprir a lei.
Legislação
A legislação que permite o ingresso forçado em residências é municipal e de outubro do ano passado. Os decretos foram regulamentados em 4 de março e esta foi a primeira vez que foi cumprida. A partir de agora, se o dono do imóvel não entrar em contato depois que a prefeitura fizer a primeira notificação, os agentes vão fazer a fiscalização mesmo sem autorização do proprietário.
Os moradores da Vila Curuçá aprovaram a ação, pois a região registrou em 2015, 625 casos de dengue. Este ano, já foram 12 confirmados.
Segundo o último balanço da prefeitura, já são quase 2 mil casos de dengue: 1983 nas seis primeira semanas de 2016.

Queda de avião deixa sete mortos na Zona Norte de SP

Segundo Bombeiros, uma pessoa ficou ferida. Aeronave caiu na Rua Frei Machado, perto do Campo de Marte.

Roney Domingos Do G1 São Paulo

A queda de um avião monomotor sobre uma residência na Casa Verde, Zona Norte de São Paulo, na tarde deste sábado (19), deixou sete mortos e um ferido, segundo o Corpo de Bombeiros. O monomotor pertencia ao ex-presidente da mineradora Vale Roger Agnelli, conselheiro da Petrobras e executivo com carreira em grandes empresas como o Bradesco. A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) e a Aeronáutica não confirmaram a identidade das vítimas.
De acordo com a Infraero, havia sete pessoas no monomotor de prefixo PRZRA. Todos os mortos, quatro homens e três mulheres, estavam no avião, segundo os bombeiros.
A aeronave caiu às 15h23 na cabeceira 12 do Aeroporto Campo de Marte sobre uma casa de um bairro de classe média alta na Rua Frei Machado, 110, perto da Avenida Braz Leme. O aeroporto foi fechado às 15h30. Os moradores da casa atingida conseguiram escapar pelos fundos.
Uma mulher que fechava o portão de uma casa vizinha ao imóvel atingido ficou levemente ferida e foi levada ao Pronto-Socorro da Santa Casa, na região central da cidade, segundo os bombeiros.
O hospital, por meio da sua assessoria de imprensa, afirmou que a mulher se assustou com o barulho da explosão, se jogou no chão e sofreu escoriações leves. Ela teve alta.
"Foi um milagre", diz morador de casa atingida por avião em SP
Um vizinho da residência afirmou ter visto o avião voando muito baixo, de forma estranha. Pouco depois, ouviu um estrondo. “Na casa tinha cinco pessoas que colocaram uma escada e saíram pelas portas dos fundos. Se não tivessem saído pelos fundos tinham sido queimados juntos", disse Toni Sargologos, de 46 anos. Ele conta que saiu de sua casa para prestar socorro, mas foi impedido por causa do fogo que atingiu árvores e veículos na via.
Segundo o major Hengel Ricardo Pereira, do Corpo de Bombeiros, o trabalho de rescaldo foi concluído por volta das 19h30. Quinze carros e 45 bombeiros trabalharam na ocorrência.
O comandante afirmou que a aeronave bateu na garagem da casa, um sobrado de três andares, atingindo parte da sala. "Os corpos que nós achamos estavam no meio da fuselagem. Com o choque, a aeronave fez um buraco no chão. Alguns corpos estavam dentro desse buraco. A gente acredita que essas sete vítimas estavam presentes na aeronave. Não sobrou nada do avião", disse o major.

Caixa-preta de avião acidentado na Rússia é localizada

Voo da Flydubai caiu ao pousar e matou 62 pessoas. Avião enfrentou neblina, chuva e ventos fortes.

Agencia Efe

As autoridades russas localizaram uma das duas caixas-pretas do avião da companhia aérea FlyDubai que caiu na madrugada deste sábado (19) no aeroporto de Rostov-on-Don, no sul da Rússia, e causou a morte de 62 pessoas.
"Uma das caixas-pretas já foi encontrada. Continuam as buscas pela segunda", informou aos veículos de imprensa russos o porta-voz do Comitê de Instrução (CI) da Rússia. Os serviços de resgate trabalham na coleta dos restos mortais dos 55 passageiros e dos sete tripulantes que morreram na tragédia.
"O avião ficou em pedaços. Neste momento, os especialistas estão trabalhando na localização dos destroços do Boeing e dos fragmentos e corpos humanos", revelou à agência russa "Interfax" uma fonte nos serviços de emergência. A maior parte dos restos mortais, acrescentou essa fonte, "estão espalhados em um raio de 200 metros em torno do local do acidente".
Apesar de as primeiras informações indicarem o mau tempo como a causa mais provável do acidente, os investigadores do CI trabalham com todas as versões possíveis, "entre elas um erro da tripulação do avião, uma falha da aeronave e as condições meteorológicas ruins", afirmou Markin. Além disso, o serviço internacional "Flightradar24", que se dedica ao acompanhamento de voos no mundo todo, informou que o Boeing 737-800 da FlyDubai "ganhou altitude após se posicionar para sua segunda aterrissagem e, em seguida, começou a cair bruscamente a uma velocidade de 21 mil pés por minuto (106 metros por segundo)".
Por enquanto, se confirmou que o voo FZ 981 sofreu o acidente durante sua segunda tentativa de aterrissagem e em condições de muito pouca visibilidade devido a um denso nevoeiro, à chuva incessante e a um forte vento lateral, com rajadas de até 70 km/h. Alguns especialistas russos já apontaram o piloto como suposto responsável pela tragédia por proceder com a aterrissagem em condições meteorológicas que aconselhavam desviar o avião para outro aeroporto.
De fato, um voo da companhia russa Aeroflot desistiu de aterrissar em Rostov-on-Don, pouco antes do acidente, após três tentativas fracassadas.
Entre os 55 passageiros mortos havia 44 cidadãos russos, oito ucranianos, dois indianos e um uzbeque, segundo dados de FlyDubai. Quase todos os passageiros do voo FZ 981 eram turistas que tinham passado férias em Dubai.

OUTRAS MÍDIAS


JCNET (SP)


Bauru comemora a sua praça do avião Bandeirante

Dulce Kernbeis
Samantha Ciuffa
Foi entregue oficialmente esta manhã o "Monumento Avião Bandeirante", uma homenagem de Bauru ao ex-ministro e ex-presidente da Embraer Ozires Silva, bauruense nato e que participou da criação dessa aeronave e da Embraer.
A Prefeitura de Bauru tomou posse de um dos aviões, doado pela Força Aérea Brasileira (FAB), e o transformou em monumento, com sustentação através de um pedestal que está instalado na praça Duarte Silva, na avenida Mário Mattosinho, em zona nobre, na ligação da avenida Getúlio Vargas com a Marechal Rondon. Ozires Silva esteve presente. A praça é um espaço público adotado pela Associação dos Maçons (Assoma) de Bauru e em sua fala Ozires disse esperar que o município mantenha a aeronave nas suas devidas condições “por que ela não é como um estádio, um avião tem sua dinâmica própria”, lembrou.
"Havia muita gente duvidando da nossa capacidade", lembrou Ozires
E depois, em entrevista, falou que ele próprio irá se empenhar para manter o local. Ozires rememorou também como o Bandeirante, avião que foi símbolo da aeronáutica brasileira com capacidade para oito pessoas, foi criado e considerou que foi “um processo difícil. Havia muita gente duvidando da nossa capacidade
Imagem







Contribuições
Contribuíram no processo de viabilização do monumento em Bauru: Prefeitura Municipal, através da Secretaria de Obras, sob coordenação do diretor de Obras, Etelvino Zacarias Martins; Mário Bevilacqua; ex-vereador José Roberto Martins Segalla e vereador Carlão do Gás; Polícia Militar, que assegurou a integridade do avião quando ele ainda estava no chão da praça; Base Operacional do Grupamento Aéreo da PM; Zeir Ramos e mecânicos do Parque da Aeronáutica do Campo dos Afonsos do Rio de Janeiro (PAMA).
Também apoiaram: Pires Materiais de Construção; Trans Torc Locações; Vallim Tornearia; Reghine Porto de Areia, secretarias municipais de Obras, Planejamento ((engenheiro Julio Cesar Natividade), Semma e Cultura; Rede Confiança de Supermercados; além do Jornal da Cidade, Assenag, Acib e Rotary Clube Bauru, dentre outros apoiadores.
Protesto
Manifestantes do Sinserm, sindicato dos servidores municipais, que estão em greve, protestaram e levaram faixas pedindo que o prefeito Rodrigo Agostinho acate suas reivindicações.
Agostinho disse, no discurso em que saudou o homenageado e procedeu à inauguração da praça, que entende todas as pretensões do funcionalismo, “e seu fosse servidor estaria aí manifestando hoje também”.

CIDADE VERDE (PI)


Vice-governadora fala sobre acidente com avião: "mais uma chance"

A vice-governadora Margarete Coelho (PP) usou suas redes sociais no começo da tarde deste sábado (19), para falar do acidente com o avião em que estava, ocorrido nesta sexta-feira, no município de Oeiras, a 313 km ao sul de Teresina. Por causa da chuva forte, a aeronave derrapou na hora do pouso e terminou saindo da pista. Para Margarete, o que resta agora é agradecer o que ela denominou de "uma nova chance".
"Deus tem seus propósitos. E quem há de contestá-los? Sei que Deus tem seus planos para nós. Só isto explica o que aconteceu sem que resultasse alguém ferido ou mesmo em óbito. Então, só me resta louvar e agradecer a Deus por mais uma chance", afirmou no Facebook.
Além da vice-governadora, estavam no avião o senador Ciro Nogueira; o deputado Mainha; sua esposa Celina Lages; sua filha de três anos; o secretário Hélio Isaías e o fotógrafo Raulino Neto. Apenas Celina teve ferimento no braço ocasionado por um copo que quebrou na hora do acidente.
Já em Teresina, Margarete agradeceu pelas orações e o apoio. "Valorizar o que merece ser valorizado, amar mais, rezar mais e me fortalecer na fé! Agradecer aos amigos por se unirem a mim em orações! Obrigada pelo carinho, pelos abraços de alegria no reencontro", disse.
Após o acidente, todos que estavam no avião foram atendidos na UPA de Oeiras. O senador Ciro Nogueira chegou a participar da procissão de Bom Jesus dos Passos.

PURE VIAGEM (RJ)


Boeing lança avião com menor consumo de combustível

O Boeing 737 MAX reduz a queima de combustível e as emissões de gás carbônico em até 13% se comparado à maioria das aeronaves
A Boeing - corporação multinacional norte-americana fundada em 1916 que visa o desenvolvimento aeroespacial e de defesa -, anunciou o novo membro de sua família, o Boeing 737 MAX. Com as mesmas características que deram popularidade e confiabilidade à versão 737, aliada a  uma superior economia de combustível, a nova aeronave promete ser a sensação do setor aéreo em 2016 e 2017.
O novo 737 MAX vai ser ainda mais confortável, com compartimentos maiores, interruptores de luz redesenhados e mais espaço para as pernas. Mas, o que chama a atenção mesmo é um motor mais silencioso que reduz a queima de combustível e as emissões de gás carbônico em até 13% se comparado à maioria das aeronaves de corredor único mais econômicas dos dias atuais.
O responsável pela diminuição da poluição é o winglet - componente aerodinâmico situado na extremidade livre da asa do avião, que diminui o arrasto induzido e, em geral, tem a forma de uma aba vertical ou inclinada -, que foi desenvolvido com uma tecnologia moderna. Comparando o Boeing 737 com uma frota de 100 das aeronaves mais econômicas do mercado atual, o novo modelo promete emitir 250 mil toneladas a menos de CO2 e economizar mais de US$ 112 milhões em combustível por ano.

SURTO OLÍMPICO


Instalações militares reformadas para os Jogos de 2016 recebem atletas

Regys Silva
Ministros e atletas Olímpicos visitaram na última terça-feira (15) o Centro de Educação Física Almirante Adalberto Nunes (Cefan) e a Universidade da Força Aérea (Unifa), recentemente reformadas para receber treinamentos de delgações.
No Cefan, os ministros conheceram os laboratórios de pesquisa e serviço de reabilitação, as salas de condicionamento físico e musculação, tratamento médico, fisioterapia e massagem. Eles ainda foram ao ginásio poliesportivo, que recebe as seleções de judô do Brasil e de outros países para um período de treinos e que foi reformado no fim do ano passado.
O ministro da Defesa, Aldo Rebelo destacou a importância do Plano Brasil Medalhas, que destinou R$ 1 bilhão de recursos federais na preparação das equipes para os Jogos Rio 2016, para a Bolsa Pódio e para melhorias na infraestrutura esportiva do país. “Somos anfitriões e não podemos fazer bonito na organização e não fazer bonito no desempenho esportivo nas Olimpíadas e Paralimpíadas”.
O legado olímpico para o desenvolvimento do esporte de base, como os mais de 250 Centros de Iniciação ao Esporte (CIE) que estão sendo construídos em 240 municípios, e os programas sociais, como o Forças no Esporte e Segundo Tempo, foi ressaltado pelos ministros. “Estes são exemplos, para que tenhamos ideia do esforço de fazer dos Jogos também uma oportunidade de preparar o Brasil para a prática do esporte”, comentou Aldo Rebelo.
O Cefan recebe 200 participantes do Forças no Esporte. O programa busca promover a inclusão social por meio de atividades físicas. O Exército, a Marinha e a Aeronáutica oferecem suas instalações para receber crianças e jovens de sete a 17 anos, além de oferecerem serviço médico, odontológico e de assistência social, coordenadores, transporte e monitores. O Ministério do Esporte entrega os materiais e paga os professores, enquanto o Ministério de Desenvolvimento Social fornece a alimentação.
A estrutura do Cefan é capaz de atender modalidades como boxe, judô, luta olímpica, vôlei – quadra e praia –, futebol, natação, polo aquático, saltos ornamentais, levantamento de peso, atletismo e tiro esportivo. A unidade servirá como local de treinamento para as delegações estrangeiras das modalidades de futebol, vôlei e polo aquático durante os Jogos Olímpicos.
Unifa
O ginásio da Universidade da Força Aérea foi inaugurado nesta terça no modelo padrão dos CIEs. Com quadra, vestiários acessíveis, área para fisioterapia, sala médica, sala de controle de doping e depósito, o local pode receber equipes de vôlei e vôlei sentado (modalidade paralímpica).
Os investimentos de R$ 58,2 milhões também permitirão reformas na pista de atletismo, que será iluminada, e a construção de uma piscina olímpica aquecida. Medalha de ouro na disputa dos 5.000m no Pan-Americano de 2015, Juliana dos Santos fez sua base na Unifa. Em busca do índice olímpico nesta prova e nos 3.000m com obstáculos, ela planeja treinar no local e se acostumar ao clima do Rio de Janeiro.
“É um centro maravilhoso. Fiz a minha formação aqui e pude aproveitar essa estrutura, com academia, pista e alojamento. É o que a gente precisa quando se concentra”, afirma. O maratonista Marílson dos Santos, esposo de Juliana e também atleta da Aeronáutica, já conseguiu o índice olímpico para a maratona, com a marca de 2h11min. Agora, ele espera garantir a vaga para a terceira Olimpíada. Para isso, o tempo do atleta, o melhor dos brasileiros atualmente, tem que estar entre os três melhores do país até maio. “Todos os atletas estão empolgados em tentar participar das Olimpíadas. A estrutura que as Forças Armadas coloca à nossa disposição tem sido de fundamental importância para a preparação olímpica”, avaliou.
Escola Naval
Parte do investimento de R$ 5 milhões nas instalações da Escola Naval, o Sistema de Alvos Eletrônicos do Centro de Treinamento de Tiro Esportivo foi inaugurado em julho de 2015. Foram adquiridos vários equipamentos como compressor de ar, cronógrafo para medir a velocidade do projétil, estruturas de teste e limpeza de armas, kits de reposição e acessórios, armas, além de mobiliário das salas de apoio. Já o Laboratório de Psiconeurofisiologia do Esporte foi equipado com sistema de biofeedback e equipamentos de neurofeedback. A nova estrutura já faz a diferença na preparação olímpica dos atletas brasileiros.
“O estande está maravilhoso, excelente. Estamos com um técnico novo, um colombiano que foi campeão do mundo, o Bernardo Tobar. E estamos trabalhando a parte de neurofeedback com o psicólogo Silvio Aguiar, que está se especializando nisso. É um trabalho de desenvolvimento de concentração super importante”, disse Julio Almeida, ouro na pistola 50m no Pan de Toronto e que estava presente no evento na Unifa.
Entre as visitas ao Cefan e à Unifa, os ministros fizeram um sobrevoo no Parque Olímpico de Deodoro, localizado na Vila Militar, e que recebeu R$ 825,4 milhões para abrigar provas de canoagem slalom, BMX, mountain bike, pentatlo, hipismo, hóquei sobre a grama, rúgbi, tiro esportivo, basquete, futebol de 7 e esgrima em cadeira de rodas durante os Jogos de 2016.
“Essas visitas têm dois aspectos: acompanhar a evolução das obras e corrigir eventuais problemas. A vinda dos ministros mostra o comprometimento do Governo Federal em todas as áreas afins aos Jogos. Os ministros estão atentos ao término das obras e à entrega dos equipamentos. O objetivo é cuidar de todos os detalhes para organizarmos uma grande Olimpíada e Paralimpíada”, analisou George Hilton, que desde o dia 7 de março cumpre agenda no Rio de Janeiro ao lado de diversos ministros.

RADIO CULTURA FOZ (PR)


Polícia do Paraná vai treinar agentes de segurança para as Olimpíadas

Dois grupos especializados da polícia do Paraná foram convocados para auxiliar na preparação de agentes responsáveis pela segurança nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. A competição começa em 140 dias.
O Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), da Polícia Civil, e o Comando de Operações Especiais (COE), que integra o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) da Polícia Militar, serão responsáveis por duas das 13 oficinas de treinamento que serão ministradas no mês de maio, no Exercício Inter Agências.
“É uma satisfação ver nossos grupos de elite da Polícia Civil e Polícia Militar do Paraná como protagonistas, como referências no Brasil. Esta troca de informações e o conhecimento de novos métodos para combater a criminalidade são de extrema importância para aprimorar ainda mais o trabalho das unidades de elite”, avaliou o secretário da Segurança Pública do Paraná, Wagner Mesquita.
TREINAMENTO – O treinamento reunirá grupos policiais especializados do País em Goiânia, sede do Comando de Operações Especiais do Exército Brasileiro. Será um treinamento de elite para agentes de elite.
“O primeiro exercício nesses modos no Brasil ocorreu durante a preparação para a Copa do Mundo de 2014, com várias unidades de operações especiais. O sucesso foi tão grande que, desta vez, mesmo não sendo uma das sedes dos jogos, a Polícia do Paraná foi convidada para difundir as experiências para unidades de elite outros Estados”, explicou o capitão do COE, César Hoinatski. Além do Rio de Janeiro, as cidades de Manaus, Salvador, Belo Horizonte e Brasília e São Paulo receberão o torneio de futebol dos jogos olímpicos.
O delegado-adjunto do Tigre, Cristiano Quintas, explicou que serão simuladas diversas situações que exijam a intervenção de forças armadas em todo território brasileiro e nas fronteiras, com foco em ações antiterroristas. “Serão reconstituídos alguns cenários, como os dos atentados ocorridos, em novembro de 2015, em Paris, na casa de shows Bataclan e em restaurantes”, disse o delegado.
INTEGRAÇÃO – Parte da programação do Exercício Inter Agências foi definida na semana passada, quando os representantes do Tigre e do COE estiveram em Goiás para uma reunião de integração com outros grupos de operações especiais de todo país. Um novo encontro está marcado para o mês de abril.
“A Olimpíada coloca o Brasil no foco do mundo e, por ser um evento de grande proporção, há um trabalho coletivo de vários setores da segurança”, comentou Quintas.
O delegado explicou, ainda, que os grupos táticos de elite do País ficarão de prontidão para uma eventual ocorrência durante a Olimpíada.
Além disso, o Paraná contará com um trabalho específico na fronteira em Foz do Iguaçu, além do alerta para outras unidades devido ao maior movimento de turistas por causa dos Jogos.
EXPERIÊNCIA – Em 2011, o Tigre foi o primeiro grupo formado por policiais estaduais a receber um treinamento antiterrorismo no Brasil, com técnicas específicas para atuação em sequestros e em caso de atentados. O treinamento teve como foco a Copa do Mundo de 2014 e outros eventos internacionais, como agora a Olimpíada do Rio.
O COE, especializado em situações de distúrbios civis, resgates, sequestros e controle de rebeliões em estabelecimentos penais, afinou sua preparação para grandes eventos em diversos treinamentos, sendo um deles na Áustria em 2013, focado no Mundial da Fifa em 2014, além de intercâmbio nos Estados Unidos para treinamento de combate ao terrorismo e troca de informações com grupos especializados de outros países.

MEON (SP)


Estudantes de Guaratinguetá vencem prova do Aero Design nos EUA

Equipe Aerofeg, da Unesp, foi a primeira colocada da categoria Regular
A equipe Aerofeg, da Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" (Unesp), campus Guaratinguetá, conquistou o primeiro lugar na Classe Regular da SAE Aero Design East, programa educacional realizado nos Estados Unidos. O evento foi realizado de 11 a 13 de março, em Fort Worth (Texas), nos EUA, com 35 equipes inscritas representando instituições de ensino do Canadá, Brasil, Egito, Estados Unidos, Índia, México e Polônia.
A proposta é fazer um intercâmbio de técnicas e conhecimentos de engenharia aeronáutica entre estudantes de graduação e pós-graduação em engenharia, física e ciências aeronáutica. Para isso, os estudantes têm que projetar, construir e fazer voar um aeromodelo que consiga transportar a maior carga em um trajeto determinado.
O líder da equipe, Luiz Felipe Novaes, comemorou o resultado. “Foram meses de preparação, trabalho duro, e três dias de luta e fortes emoções na competição, mas veio o tão desejado resultado: voltamos para casa com o troféu de campeões, tendo transportado 14,670 kg, a terceira maior carga da competição”.
Além de vencedora da Classe Regular, a equipe Aerofeg foi reconhecida como autora da melhor apresentação oral da categoria. A equipe Leviatã, do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), concorrendo na Classe Advanced, classificou-se em 14º lugar.

GRANDE FM (MS)


Ministério da Defesa prepara nova etapa de operação em fronteiras

Serão movimentados mais de 20 mil homens das Forças Armadas
O Ministério da Defesa está preparando mais uma etapa - a décima primeira - da Operação Ágata, que tem sido realizada periodicamente no País. Por ser um ano em que o Brasil sedia um grande evento esportivo, as Olimpíadas do Rio, em agosto, desta vez a ofensiva, que deverá movimentar mais de 20 mil militares das Forças Armadas, cobrirá toda a extensão das fronteira - norte, oeste e sul, combatendo os chamados crimes transfronteiriços, tais como narcotráfico, contrabando de armas, munições e veículos, descaminho, delitos ambientais e garimpos ilegais. A Ágata é a maior mobilização realizada pelo governo federal no combate aos ilícitos de Norte a Sul do País, entre Oiapoque (AP) e Chuí (RS).
Portaria do ministro da Defesa, Aldo Rebelo, já designou o comandante Militar do Oeste, general de exército Paulo Humberto Cesar de Oliveira, para a função de comandante da Área de Operações Oeste; o comandante Militar da Amazonia, Guilherme Cals Theophilo Gaspar de Oliveira, para as operações na região norte e comandante Militar do Sul, Edson Leal Pujol, para comandar a Área de Operações Sul, na realização da Operação Ágata 11.

Plano Brasil


Mudança de estilo: Governo Macri convida os Ministérios da Defesa do Brasil e de mais 17 países a mandarem bandas militares à parada do Bicentenário

Roberto Lopes
Dentro de sua política de reaproximação da comunidade internacional, inaugurada por meio de contatos de alto nível com os governos de Itália, França e Estados Unidos (o presidente Barack Obama chega à Argentina na próxima sexta-feira, 25), a Administração Mauricio Macri expediu convites a 18 Ministérios da Defesa da América do Sul, África, Europa e Ásia, para que se façam representar, por meio de bandas militares, no desfile do Bicentenário da Independência, no próximo dia 10 de julho (uma dia depois da data comemorativa da emancipação política dos argentinos).
Além do Brasil receberam a solicitação argentina os Ministérios da Defesa do Uruguai, Chile, Paraguai, Bolívia, Peru, Colômbia, Venezuela, México, Estados Unidos, África do Sul, Espanha, França, Itália, Holanda, Alemanha, Rússia e China.
A mensagem remetida pelo Ministério da Defesa argentino pede que seus congêneres confirmem a participação de suas bandas militares até o dia 30 de março.
“Esperamos uma festa incrível, e que a população desfrute dela, declarou ao site noticioso Infobae o ministro da Defesa argentino, Julio César Martínez.
O governo argentino ainda não decidiu onde serão as comemorações – se na capital Buenos Aires ou na província de Tucumán – mas uma fonte (não identificada) informou ao Infobae que a oportunidade servirá para que o novo presidente Macri faça “anúncios de obras emblemáticas”, supostamente nas áreas de infraestrutura, habitação e geração de energia.
Em linhas gerais, a ideia é que o desfile tenha início às 12h de 10 de julho, e, no caso de acontecer na capital, percorra um trajeto de, aproximadamente, três quilômetros a partir da Avenida Libertador.



Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented