|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 14/02/2018 / Gelo nos medidores de velocidade pode ter causado queda de avião russo, dizem investigadores

Imagem


Gelo nos medidores de velocidade pode ter causado queda de avião russo, dizem investigadores ...  


Após avaliar caixa-preta, comissão afirma que sistema de calefação estava desligado; acidente perto de Moscou deixou 71 mortos ...  


O comitê que investiga o acidente com o avião russo da Saratov, que matou 71 pessoas, declarou nesta terça-feira (13), após avaliar os dados das caixas-pretas, que a queda da aeronave aparentemente ocorreu devido ao congelamento das sondas medidoras de velocidade.

O acidente pode ser explicado por "dados de velocidade incorretos recebidos pelos pilotos, o que pode aparentemente estar vinculado à formação de gelo nas sondas, cujo sistema de calefação estava desligado", afirmou o Comissão Interestadual de Aviação russo em um comunicado, segundo a Reuters.

De acordo com a Associated Press, a investigação sugere que houve falha dos pilotos em ligar a unidade de aquecimento dos medidores de pressão antes da decolagem.

A agência diz ainda que os pilotos colocaram o avião An-148 no piloto automático após saírem do aeroporto de Moscou, mas voltaram a assumir o controle manual quando viram os dados conflitantes de velocidade.

O comunicado do comitê afirma que "uma situação especial começou a se desenvolver 2 minutos e 30 segundos após a decolagem, a uma altitude de 1.300 metros e com o indicador de velocidade mostrando 465-470 km/h".

O avião caiu em um campo coberto de neve seis minutos depois da decolagem, matando 65 passageiros e seis tripulantes.

Sem sobreviventes
O voo decolou as 14h21 (9h21 em Brasília) do dia 11 do aeroporto Domodedovo, na capital russa, com destino a Orsk, a cerca de 1.700 km de Moscou e perto da fronteira com o Cazaquistão. Quatro minutos depois, perdeu contato.

A aeronave, de modelo Antonov AN-148, levava 65 passageiros e seis tripulantes. Não houve sobreviventes. No momento do acidente, a temperatura era de -4ºC.

Fragmentos da aeronave foram encontrados no solo coberto de neve no distrito de Ramesnky, pertencente a Moscou.



Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO


Queda de avião russo pode ter sido causada por erro de pilotos

Medidor de velocidade não estava com aquecimento ligado e congelou

Publicada Em 13/02 - 12h43

Um erro humano pode ser causado o acidente com um avião russo que matou 71 pessoas, disseram investigadores nesta terça-feira (13). Eles constataram que os pilotos não ligaram o aquecimento para o equipamento de medição da velocidade.
Depois de averiguar a caixa-preta do voo da Saratov, o Comitê Interestadual de Aviação disse que o acidente do domingo ocorreu depois que os pilotos viram dados diferentes nos dois indicadores de velocidade do avião.
Os pilotos colocaram a aeronave no piloto automático depois de decolar do aeroporto de Domodedovo, em Moscou, e retomaram controles manuais quando viram os dados conflitantes, com um indicador mostrando a velocidade do avião em zero.
Os pilotos realizaram uma série de manobras e eventualmente levaram o avião a mergulhar.
A aeronave despencou em um campo nevado seis minutos após a decolagem, matando os 65 passageiros e seis tripulantes.
O comitê disse que continuou a estudar as informações, mas observou que os dados errados de velocidade podem ter sido um fator que desencadeou a situação.
E informou que a falha no medidor resultou da crosta de gelo que se formou nos instrumentos de medição que tinham seus sistemas de aquecimento desligados.
Relatórios anteriores indicaram que o capitão do voo optou em não submeter a aeronave a um tratamento de degelo antes da decolagem. A tripulação decide se um líquido de degelo deve ser pulverizado na aeronave, a depender das condições climáticas.

JORNAL CORREIO BRAZILIENSE


Congresso só deve retomar trabalhos importantes na próxima semana

Temer já despacha hoje em Brasília e líderes da Câmara chegam amanhã. Mas conversas mais decisivas ficam para a próxima semana, incluindo a do diretor da PF com o ministro Barroso, no STF, sobre o inquérito que investiga corrupção no porto de Santos

Simone Kafruni Publicado Em 14/02 - 06h00

Pouco deve ser resolvido, em Brasília, nos dias que sobram nesta semana após o carnaval. Discussões sobre temas mais espinhosos, como a votação da reforma da Previdência e as declarações do diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, sobre o inquérito que envolve o presidente Michel Temer, só devem se intensificar a partir de segunda-feira. Apesar de o presidente Michel Temer ter despachos internos no Palácio do Planalto às 14h desta Quarta-Feira de Cinzas e uma viagem para Campinas (SP), marcada para amanhã, a articulação sobre a reforma previdenciária será mais incisiva apenas na próxima semana, garantiu o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.
“Teremos poucos deputados em Brasília nestes dias pós-carnaval. Aguardamos a chegada mais consistente a partir de segunda-feira”, afirmou Marun. “Obviamente, aproveitando a presença, em Brasília, do presidente da República, Michel Temer, e de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara, que são os dois grandes os protagonistas da reforma da Previdência, nós vamos nos reunir e trocar ideias, mas uma ação mais incisiva, somente na semana que vem”, reiterou Marun.
O deputado Beto Mansur (PRB-SP), vice-líder do governo na Câmara, é o mais otimista. “Eu não parei de trabalhar durante o carnaval. Estou constantemente ligando para os deputados, sobretudo, os indecisos. Isso vai se intensificar. Pretendo começar as reuniões amanhã (hoje), porque a ideia é votar a reforma até o fim do mês”, disse. A empolgação de Mansur, no entanto, não encontra ressonância em outras lideranças e tampouco no histórico do debate da reforma.
Em dezembro do ano passado, às vésperas do recesso parlamentar, Rodrigo Maia dizia que a votação era uma possibilidade “realista”. Acabou ficando para fevereiro. Depois, Maia afirmou que o início da discussão seria em 5 de fevereiro e a votação, em 19 de fevereiro. Agora, a expectativa é de votar a matéria em 28 de fevereiro.
Seja qual for, o debate só deve começar na semana que vem, conforme o líder do governo na Câmara, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). “A maioria dos deputados volta na segunda-feira. Como Maia chega já nesta quinta, acho que devemos fazer uma avaliação do quadro até o fim de semana. O carnaval sempre dispersa bastante, mas a ideia é recomeçar a articulação”, assinalou.
Maia recebe amanhã na Câmara secretários de Fazenda de estados, com os quais vai discutir a reforma.
O líder do PTB na Câmara, deputado Jovair Arantes (GO), afirmou que o partido só vai discutir como deve votar a reforma da Previdência na semana que vem. A legenda aguarda a definição do nome para o ministério do Trabalho. “Isso está nas mãos da Cármen Lúcia. Vamos aguardar”, ressaltou.
Outro assunto que vai retomar a polêmica na próxima semana é a declaração do diretor-geral da PF, Fernando Segóvia, de possível arquivamento da investigação que envolve o presidente Temer. Segóvia tem uma audiência, segunda-feira, com o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luís Roberto Barroso, relator do inquérito. O ministro exigiu esclarecimentos do diretor-geral da PF sobre sua postura em emitir opinião a respeito de uma investigação ainda em curso.
Maia reafirma ser um nome ao Planalto
Possível concorrente ao Planalto em 2018, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), esteve em Salvador ontem a convite do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM-BA). Tanto Maia quanto o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB-SP) — que também estava presente, viajaram no avião da Força Aérea Brasileira (FAB). Na segunda-feira, o presidente da Câmara também esteve na Marquês da Sapucaí, no Rio de Janeiro, onde negou a possibilidade de o apresentador Luciano Huck sair como candidato à Presidência da República em seu partido. Em território baiano, ele confirmou o discurso feito aos cariocas e disse que “o DEM vai ter alguém para a disputa presidencial e que o pré-candidato será lançado em março”.
A visita dos políticos foi, além de uma cortesia a ACM, um teste de popularidade. Doria e Maia têm interesse em vislumbrar possibilidades reais de eleição. “O nome colocado, certamente, tendo chances de ganhar, sem ser aventura, concorrerá sem nenhum constrangimento. O DEM tem bons nomes, tem o prefeito (ACM Neto), o ministro da Educação (Mendonça Filho) e, certamente, o meu. Isso não vai contra um caminho de mudança que a política brasileira precisa. Tenho certeza de que o partido vai fortalecer seu candidato, qualquer que seja ele”, afirmou Rodrigo Maia.
Apoios
Já Doria, que luta pelo apoio de seu partido em uma provável campanha ao governo do estado, evitou falar sobre detalhes da negociação para filiar o vice-governador de São Paulo, Márcio França (PSB), ao PSDB. A ideia é liderada por aliados do governador Geraldo Alckmin (PSDB-SP, que poderia apoiar França ao governo. Na ida a Salvador, Doria envia o recado aos tucanos de que conta com o apoio do DEM na disputa. “Não tenho restrição nenhuma ao nome dele. O PSB faz parte da base do nosso governo na prefeitura de São Paulo. Se ele quiser se filiar, será muito bem-vindo. Mas, uma vez dentro do partido, terá de enfrentar as prévias”.

JORNAL VALOR ECONÔMICO


Aeroporto de Londres é reaberto após retirada de bomba da 2ª Guerra


Folhapress Publicada Em 13/02 - 17h02

SÃO PAULO - O aeroporto London City, no leste da capital britânica, voltou a funcionar nesta terça-feira (13) depois que uma bomba da Segunda Guerra Mundial (1939-1945) não explodida foi retirada da região.
Durante toda a segunda-feira (12), o aeroporto permaneceu fechado. O artefato de cerca de 500 quilos foi encontrado durante a realização de obras perto de um cais do rio Tâmisa, localizado próximo à pista do aeroporto.
Um perímetro de 214 metros foi esvaziado por precaução enquanto a bomba era retirada - ela estava dentro da água, a 15 metros de profundidade.
O London City atende a companhias que realizam voos curtos e também jatos e helicópteros.
Aviões da Alemanha nazista realizaram, em 1940, um bombardeio conhecido como Blitz de Londres, que durou oito meses. Nem todas as bombas explodiram, e muitas continuam sendo descobertas na cidade.
Apesar de antigos, os artefatos ainda podem funcionar. Por isso, as operações mobilizam até as forças armadas britânicas.

JORNAL ZERO HORA


Com provas em Canoas e Santa Maria, concurso da Aeronáutica oferece quase 230 vagas

As inscrições vão até o dia 12 de março

Publicada Em 13/02 - 11h28

A Força Aérea Brasileira está com inscrições abertas no concurso público destinado a preencher 227 vagas no exame de admissão ao Curso de Formação de Sargentos nas especialidades de aeronavegantes, não-aeronavegantes e controle de tráfego aéreo, para ingresso no primeiro semestre de 2019.
Para participar da seleção, o candidato deve ter Ensino Médio completo e entre 17 e 25 anos completos até 31 de dezembro de 2018. São oferecidas, para candidatos do sexo masculino, vagas nas áreas de mecânica de aeronaves, material bélico e guarda e segurança. Já para ambos os sexos, há oportunidades para as áreas de equipamento de voo e controle de tráfego aéreo.
O aluno que realizar o curso estará sujeito ao regime escolar da Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR) e terá a mesma remuneração que recebia por ocasião da matrícula, se militar ativo da aeronáutica, fixada em lei para aluno da Escola de Formação de Sargentos (R$ 1.010,00), além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária. Após a formação no curso, o candidato passa à graduação de terceiro-sargento, que tem vencimento de R$ 3.584,00, segundo a tabela de remuneração dos militares.
O processo seletivo conta com provas escritas, inspeção de saúde, exame de aptidão psicológica, teste de avaliação do condicionamento físico e validação documental. A prova será aplicada em 27 de maio em 13 Estados brasileiros, incluindo o Rio Grande do Sul (Canoas e Santa Maria).
O Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica é ministrado sob regime de internato militar na EEAR, em Guaratinguetá, São Paulo, com duração aproximada de dois anos e abrange instruções nos campos geral, militar e técnico-especializado.
As inscrições estão abertas até as 15h de 12 de março, com taxa de R$ 60. É possível se inscrever no site da Aeronáutica.
As oportunidades
Vagas e especialidades:
Para o sexo masculino: mecânica de aeronaves (50), material bélico (13), guarda e segurança (30)
Para ambos os sexos: equipamento de voo (6), controle de tráfego aéreo (128).
Nível: médio.
Prazo: até as 15h do dia 12 de março.
Taxa de inscrição: R$ 60.
Prova: 27 de maio.
Edital e inscrições: neste site.

PORTAL G-1


Gelo nos medidores de velocidade pode ter causado queda de avião russo, dizem investigadores

Após avaliar caixa-preta, comissão afirma que sistema de calefação estava desligado; acidente perto de Moscou deixou 71 mortos.

Publicada Em 13/02 - 14h00

O comitê que investiga o acidente com o avião russo da Saratov, que matou 71 pessoas, declarou nesta terça-feira (13), após avaliar os dados das caixas-pretas, que a queda da aeronave aparentemente ocorreu devido ao congelamento das sondas medidoras de velocidade.
O acidente pode ser explicado por "dados de velocidade incorretos recebidos pelos pilotos, o que pode aparentemente estar vinculado à formação de gelo nas sondas, cujo sistema de calefação estava desligado", afirmou o Comissão Interestadual de Aviação russo em um comunicado, segundo a Reuters.
De acordo com a Associated Press, a investigação sugere que houve falha dos pilotos em ligar a unidade de aquecimento dos medidores de pressão antes da decolagem.
A agência diz ainda que os pilotos colocaram o avião An-148 no piloto automático após saírem do aeroporto de Moscou, mas voltaram a assumir o controle manual quando viram os dados conflitantes de velocidade.
O comunicado do comitê afirma que "uma situação especial começou a se desenvolver 2 minutos e 30 segundos após a decolagem, a uma altitude de 1.300 metros e com o indicador de velocidade mostrando 465-470 km/h".
O avião caiu em um campo coberto de neve seis minutos depois da decolagem, matando 65 passageiros e seis tripulantes.
Sem sobreviventes
O voo decolou as 14h21 (9h21 em Brasília) do dia 11 do aeroporto Domodedovo, na capital russa, com destino a Orsk, a cerca de 1.700 km de Moscou e perto da fronteira com o Cazaquistão. Quatro minutos depois, perdeu contato.
A aeronave, de modelo Antonov AN-148, levava 65 passageiros e seis tripulantes. Não houve sobreviventes. No momento do acidente, a temperatura era de -4ºC.
Fragmentos da aeronave foram encontrados no solo coberto de neve no distrito de Ramesnky, pertencente a Moscou.
Imagem

Segunda vítima de queda de ultraleve em Rio Branco morre após dois dias em coma: `perdi meu filho´

Luiz Carlos Alberto, de 40 anos, morreu nesta terça-feira (13) no Huerb, após ter uma parada cardíaca. O acidente aconteceu no domingo (11) e o piloto do equipamento morreu no local.

Iryá Rodrigues, G1 Ac, Rio Branco Publicada Em 13/02 - 16h00

Morreu nesta terça-feira (13) a segunda vítima da queda de um trike ultraleve (tipo de asa delta com triciclo motorizado) em Rio Branco. A informação foi confirmada pela mãe de Luiz Carlos Alberto, de 40 anos, a aposentada Lucila Portela, de 65 anos.
Alberto estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Urgência e Emergência da capital (Huerb) desde domingo (11). Ele estava em coma após ter passado por três cirurgias.
O acidente aconteceu no quilômetro nove da BR-364, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC). O condutor do ultraleve morreu no local e foi identificado como Geliton Roque, de 41 anos.
Entre lágrimas, a mãe de Alberto informou que o filho teve uma parada cardíaca na manhã desta terça e não resistiu. Na segunda-feira (12), a família estava fazendo uma campanha para doação de sangue para o homem.
“Ele teve uma parada cardíaca, disseram que os médicos tinham reanimado e ele tinha voltado a consciência, mas quando foi agora há pouco, disseram que nessa hora que ele teve a parada cardíaca, foi a hora que morreu mesmo. Só sei que meu filho se foi e eu perdi ele. Estou acabada aqui, só sabe dessa dor quem passa por isso”, disse a mãe de Alberto.
Sobre onde o corpo deve ser enterrado, a família ainda não resolveu. Segundo Lucila, o corpo continua no Huerb e os parentes aguardam a liberação para poder definir como será o velório e enterro.
“Ainda estamos aqui no hospital, acredito que ele vai ser enterrado em Rio Branco, mas estamos esperando um rapaz que vai chegar e vamos decidir”, concluiu.
O acidente
O acidente ocorreu por volta de 8h deste domingo (11), no quilômetro nove da BR-364, próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF-AC), em Rio Branco.
Ao G1, a Aeronáutica informou que o acidente está sendo apurado pelo Sétimo Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa 7), órgão subordinado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB).
Voo de treinamento
O primo de Alberto, Juraci Nogueira, relatou que ele tinha prática com paramotor. No entanto, o primo e o condutor estavam em um aparelho chamado trike ultraleve, que é um tipo de asa delta com triciclo motorizado, e faziam um voo de treinamento e reconhecimento do aparelho.
“Esse é um aparelho bem maior e com a asa grande e que não tem a segurança de um paramotor, mas como ele [Alberto] tinha comprado estava fazendo o voo de treinamento. Esse instrutor veio de Roraima para dar esse treinamento. Veio para dar essas aulas e acabou acontecendo essa tragédia”, lamentou Nogueira.
Ao G1, o major do Corpo de Bombeiros, Cláudio Falcão, informou que o motor estava ligado quando o equipamento caiu e isso indica, em uma análise preliminar, que não houve falha do motor.
No entanto, as causas do acidente devem ser investigadas pela Aeronáutica. Como o acidente ocorreu em uma área de campo nas proximidades do posto da PRF-AC, os policiais foram ao local para fazer os primeiros atendimentos.
“Esse era um voo de teste que eles estavam fazendo. Informaram no local que eles tinham trocado a vela do equipamento e ontem [sábado, 10] fizeram um voo de teste e deu certo, mas hoje aconteceu isso. O passageiro que estava na parte de trás do equipamento estava com o motor por cima dele, tivemos que ajudar na retirada, já o piloto morreu antes de ser socorrido”, informou Falcão.
Video minutos antes de acidente
Um vídeo mostra Alberto e Roque voando no ultraleve minutos antes de caírem com o veículo. As imagens foram gravadas por Euzir Costa, que também é piloto e vice-presidente da Federação Acreana de Paramotor (Fapmotor).
Costa relatou que, ao perceber o acidente, ficou nervoso e parou a gravação. Nas imagens é possível ver o passageiro e o condutor se organizando no ultraleve e, em seguida, decolando em um voo aparentemente normal. A dupla já estava com ao menos um minuto de voo quando aconteceu o acidente.

Temer planeja anunciar criação de Ministério da Segurança Pública após carnaval

PF, PRF, Depen e Senasp ficarão subordinados à nova pasta. Um dos objetivos do ministério será desenvolver ações de combate à criminalidade.

Delis Ortiz Publicada Em 12/02 - 18h17

O presidente Michel Temer planeja anunciar, após o carnaval, a criação do Ministério Extraordinário da Segurança Pública. A TV Globo apurou que a nova pasta deverá ser criada por medida provisória (MP). Uma das atribuições do ministério será desenvolver ações de combate à criminalidade.
A criação de uma pasta da Segurança Pública foi proposta pelo ministro da Justiça, Torquato Jardim, e vem sendo debatida desde novembro de 2017. Além de Torquato e Temer, participam das discussões os ministros Raul Jungmann (Defesa) e Sergio Etchegoyen (Gabinete de Segurança Institucional).
Na semana passada, Temer bateu o martelo em razão do agravamento da crise de segurança. O texto da MP, inclusive, já está pronto e o governo avalia nomes para a função.
Pela proposta, Polícia Federal (PF), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) saem da alçada do Ministério da Justiça e ficarão subordinados ao novo ministério. A pasta contará com a estrutura já existente no Ministério da Justiça.
Já o Ministério da Justiça, apurou a TV Globo, seguirá desenvolvendo políticas preventivas de combate às drogas e programas de recuperação de ativos no exterior, de política de estrangeiros e refugiados, defesa do consumidor e antitruste e políticas antipirataria.
Histórico
A criação de uma pasta exclusiva para cuidar da segurança pública é incentivada por parlamentares da chamada “bancada da bala” no Congresso Nacional. Em janeiro de 2017, após registros de chacinas em presídios, parlamentares da comissão de segurança pública da Câmara pediram a Temer a criação desse ministério.
No mês seguinte, o presidente mudou o nome do Ministério da Justiça para o atual: Ministério da Justiça e Segurança Pública.
Apesar de a segurança pública, em sua maior parte, ser de competência dos estados, o Palácio do Planalto tem sido cobrado pela crise no setor.
No ano passado, o governo lançou o plano nacional de segurança, que passa por dificuldades de implementação. Uma das frentes do plano, por exemplo, é a atuação conjunta da União com o Rio de Janeiro no combate ao crime organizado. Desde julho de 2017, as Forças Armadas atuam em parceria com as forças de segurança do estado.
A TV Globo apurou que houve divergência quanto à criação do novo ministério de segurança pública, sob o argumento de que provocaria descontinuidade nas ações de combate à violência. Temer, no entanto, acabou se convencendo da necessidade de desmembramento do Ministério da Justiça em um modelo que garanta a sequência dessas ações.

Cenário de guerra deixou rebeldia para trás e trouxe sonho de nova profissão para cabeleireiro em MS

Do Haiti para Campo Grande, muitas lições ficaram e hoje profissional diz ser uma "nova pessoa", trazendo cordialidade no atendimento aos clientes.

Graziela Rezende, G1 Ms Publicada Em 12/02 - 12h40

As fotos ficam na gaveta para lembrar o quanto a viagem foi um divisor de águas em sua vida. Do cenário de guerra, Virgílio Andrade da Silva, 34 anos, teve a oportunidade de retornar para Campo Grande e aprender uma nova profissão. Do Haiti, muitas lições ficaram e hoje ele diz ser uma "nova pessoa".
"Eu fui um adolescente rebelde, que não entendia o motivo dos meus pais não me darem a melhor escola, a melhor alimentação. Não entendia que eles estavam fazendo o melhor que podiam, naquele momento. Então, quando eu cheguei no Haiti, confesso que foi um choque de realidade. A Missão de Paz, na qual eu fui convocado, não quer dizer que ali encontraríamos paz e sim um cenário de guerra civil", afirmou ao G1 Virgílio.
A convocação veio quando ele atuava no Exército. Antes, disse que trabalhou desde os 12 anos de idade, vendendo picolé, cadeira de fio, som e iluminação em eventos e também atuando na construção civil, profissão que até hoje é exercida por seus familiares. "Aos 18 anos eu entrei no Exército e descobri inúmeras coisas, inclusive um problema na visão que eu possuía desde pequeno. Lá eu fui da manutenção e tive um destaque no grupo tático, sendo o 1° soldado a se formar instrutor de lutas", relembrou.
Em um dia rotineiro de serviço, ele recebeu uma ordem que jamais esqueceu: "Vai chegar uma lista aí e precisa colocar se é voluntário ou não. Lá você assima e coloca que é", comentou. Sem saber, assinalou e, posteriormente, é que descobriu a viagem para o outro continente. "A maioria dos meus colegas colocou que não quis e depois descobri que 60 soldados estavam sendo treinados, sendo que somente 40 iriam para esta missão", falou.
Embarque
Imagem
Foram ao todo 4 meses de treinamento. Para quem havia sido informado que estava `de reserva e só iria se alguém se machucasse´, Virgílio foi surpreendido com o embarque no dia 12 de dezembro de 2006. "Ao menos 70% das pessoas viviam abaixo da linha de probreza, sem coleta de lixo e saneamento básico, tendo que tomar banho em poços artesanais feitos pelo nossos contingentes. Antes, tudo era comprado, inclusive a água", ressaltou.
Em 8 meses, Andrade contou que fez serviços de polícia, tendo a ajuda de drone e satélite para identificar e prender suspeitos. "O que mais nos tocava era ver as crianças querendo coisas simples como água, bolacha, entre outras coisas. A ordem da ONU [Organização das Nações Unidas] era não ficar dando comida porque podíamos responder por aliciamento. No entanto, muitos ali não aguentavam e congelavam iogurtes, frutas, pão e jogava para o outro lado. O sorriso deles, o abraço, valia qualquer preço", disse.
No retorno, a única vontade que tinha era ser alguém melhor e construir uma carreira. "Eu fui criado na periferia e julgava os meus pais, querendo sempre o melhor. Quando voltei, parei de reclamar das pessoas e quis ser cabeleireiro. Me chamou a atenção um colega que já tinha salão e então fiz uma proposta para ele. Eu continuei trabalhando na construção civil de segunda a sexta, porém, aos sábados, eu trabalhava lá de graça lavando cabelos e organizando o salão, enquanto ele me ensinava a profissão", garantiu.
 Após um ano neste ritmo, Andrade conta que começou a passar por um problema inesperado: preconceito da família, amigos e até de uma antiga namorada. "As pessoas achavam que eu tinha me tornado homossexual. Minha irmã veio me perguntar o que estava acontecendo, a ex pediu para escolher entre ela e a profissão, pessoas próximas que eu nem imaginava. Pensei algumas vezes em desistir, mas segui adiante", complementou.
Suas mãos já tocam cabelos há 5 anos. Além da desejada terapia capilar, Virgílio faz colorações, hidratação, cortes infantil e feminino e serviços de barbearia. "Essa viagem me ajudou muito a me tornar uma pessoa melhor e hoje eu procuro brincar com minhas clientes, deixá-las felizes com a massagem shiatzu e fazer um bom tratamento", garantiu.
O próximo passo, de acordo com o profissional, é realizar cursos. "Eu estou me especializando e voltei a estudar inglês, porque sonho que posso alcançar algo maior. Tenho um mentor que está me ajudando, é alguém que saiu de Campo Grande aos 12 anos e aos 21 já era considerado um dos melhores profissionais do Brasil, além de representar uma marca de cosméticos no exterior", disse.
Os ensinamentos, de quando presenciou uma guerra civil, também lhe trouxeram leveza para a vida. "Estou casado com uma pessoa, que era maquiadora em um salão que eu trabalhava. Nossa amizade foi longa, até que começou o relacionamento. Tenho filhos lindos e me sinto uma pessoa realizada, acho que Deus abriu muitas portas", finalizou.
Imagem

PORTAL CAMPO GRANDE NEWS


Com vagas para MS, concurso da Aeronáutica está com inscrições abertas

Candidatos têm até o dia 28 de fevereiro para confirmar inscrição. Salários vão até R$ 8,2 mil

Gabriel Neris Publicada Em 13/02 - 18h44

Estão abertas as inscrições para o concurso da Aeronáutica, que oferece, ao todo, 54 vagas e salários iniciais entre R$ 7.490 e R$ 8.245. As vagas são para todos os estados e o Distrito Federal.
As chances estão distribuídas entre as funções de dentista (10), farmacêutico (4), engenheiro (20), oficial de apoio (16) e capelão (4).
Em 31 de dezembro de 2019 (ano da matrícula), a idade dos participantes não poderá ser superior a 35 anos para dentista, engenheiro e farmacêutico, 32 para oficiais de apoio e 40 para capelão.
Com taxa de R$ 130, as inscrições para o concurso vão até às 14h (de MS) do dia 28 de fevereiro, por meio do site Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (clique aqui).
A prova escrita será realizada no Pará, Pernambuco, Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul, Paraná e Amazonas, além do Distrito Federal.

PORTAL TERRA


Avanços na tecnologia espacial beneficiam nações africanas


Publicada Em 13/02 - 17h24

Países africanos como o Marrocos, Nigéria e África do Sul estão começando a se beneficiar com a tecnologia espacial mundial militar, econômica e socialmente falando. É o que informa Abishur Prakash, geopolítico do Center of Innovating the Future, que estuda como as novas tecnologias, incluindo inteligência artificial e manipulação genética, transformam a geopolítica.
No ano passado, o satélite Mohammed VI-A foi lançado. Ele foi o primeiro satélite de imagem de alta resolução da África, dando ao Marrocos um novo poder no norte do continente. Sua criação mostra que o país não está mais se conformando com o status quo do passado, aceitando acordos comerciais unilaterais, e, agora, se volta ao espaço de maneira quase que independente. No Marrocos, o satélite serve para mapear a região, além de gerenciar desastres naturais, e outras nações, como Argélia e Espanha, já se preocupam com questões como espionagem militar.
Mas, além do Marrocos, outros países africanos também estão fazendo ações no espaço, como é o caso da África do Sul, que orbitou seu primeiro satélite em 1999 e, agora, está se preparando para lançar o primeiro satélite privado do continente. Outra nação que vale a menção é a Etiópia, que abriu o primeiro observatório da África Oriental em 2015, estabelecendo um cronograma de lançamento para seu satélite próprio (três a cinco anos).
Ainda, a Nigéria já lançou cinco satélites desde 2003, planejando lançar o primeiro nanossatélite da África em breve. E o Egito construirá um satélite na Rússia em 2019, beneficiando-se da proposta da União Africana, que, em 2016, decidiu conectar as diferentes agências espaciais que operam em todo o continente.
Enquanto os países africanos planejam se lançar individualmente no espaço, nações estrangeiras desempenham um papel importante para levar a África à órbita, como é o caso dos Estados Unidos, Japão, China, Índia e Rússia, que oferecem seu know-how e infraestrutura. Um exemplo dessa colaboração internacional foi o satélite GhanaSat-1, lançado por Gana em junho de 2017 para reprimir a mineração ilegal e roubo de recursos naturais. A sonda foi projetada pela Universidade All Nations, sendo lançada pelo Centro Espacial Kennedy, da NASA, nos EUA, enquanto a agência japonesa JAXA forneceu treinamento e recursos para o projeto.
A China, por sua vez, vem ajudando bastante os nigerianos. Em 2007, o país asiático construiu e lançou um satélite comercial para o país africano, sendo esta a primeira vez em que a China fez algo do tipo para outra nação. Depois, em 2011, foi lançado um satélite de comunicações e, em 2016, ambos os países começaram a conversar sobre o plano de enviar um astronauta para o espaço na década de 2030. A Argélia contou com a Índia para lançar quatro satélites, enquanto a Rússia colaborou com o Egito em 2014 e, agora, se prepara para lançar um outro satélite egípcio no ano que vem.
Em meio a esse cenário, as nações africanas ganham capacidades espaciais sofisticadas, podendo até mesmo competir com países mais experientes em um futuro não muito distante, ainda que a União Africana ainda não tenha conseguido criar uma agência espacial unificada no continente. Contudo, a UA pode estabelecer metas e objetivos como, por exemplo, a criação de uma rede de satélites africanos de internet, oferecendo banda larga em todo o continente até 2035. Sendo assim, as investidas dos países africanos na tecnologia espacial pode influenciar a agenda geopolítica do continente com a América do Norte e Europa, além de mudar o equilíbrio do poder na África, alterando os destinos de suas nações.
Canaltech

TV BANDEIRANTES - JORNAL DA BAND


Planalto foca na Reforma da Previdência e na segurança


Publicada Em 13/02/2018

O presidente Michel Temer prepara a estrutura do novo ministério da Segurança Pública, que será criado em breve. Além do combate à violência, outra frente que mobiliza aliados do Planalto é a Reforma da Previdência.
Link do vídeo:

OUTRAS MÍDIAS


AEROFLAP - EASA recomenda paralisar voos do A320neo equipados com motores Pratt & Whitney


Publicada Em 13/02/2018

A Airbus suspendeu temporariamente as entregas do A320neo equipados com motorização Pratt & Whitney Pure Power, devido a um novo defeito identificado e reportado para a Agência Europeia de Segurança da Aviação (EASA).
Uma Diretiva de aeronavegabilidade de emergência, emitida pela EASA, retirou a certificação ETOPS dos motores Pure Power, devido à várias ocorrências de desligamento do motor em voo (IFSD) e também em condições de decolagem abortada (Rejected Take-Off).
De acordo com a EASA uma investigação está em andamento para determinar as causas dos incidentes registrados. Os motores afetados foram os mesmos modificados pela Pratt & Whitney no passado, para corrigir vários erros de projeto que afetavam a operação e diminuía a confiabilidade do motor.
Ainda de acordo com a Diretiva da EASA, os motores dos incidentes tiveram alterações no cubo do compressor de alta pressão.
Foram impostas três restrições:
- Depois de 3 voos realizados com esses motores afetados; Efetuar uma pausa da aeronave.
- As operações ETOPS não são permitidas, mesmo que somente um motor da aeronave (de dois) esteja afetado devido à atualização.
- A operação só é autorizada após a companhia enviar para a EASA uma cópia dos documentos do motor, procedimento de manutenção e mais detalhes dos voos em conformidade ETOPS realizados pela aeronave (se houve).
Isso significa que as companhias que operam o avião com esse motor devem reportar a manutenção ou problemas enfrentados com o motor.
A Airbus decidiu paralisar as entregas pois os aviões da linha de produção já recebem a atualização de série, pelo menos desde o quarto trimestre de 2017, quando a Pratt & Whitney implementou essas modificações na linha de produção.
Outros aviões foram eventualmente atualizados com novos motores fornecidos gratuitamente pela Pratt & Whitney. Antes eles sofriam de problemas no núcleo do motor, atrito na fan frontal, desgaste na câmara de combustão e também no compressor de alta pressão.
Cerca de 20% dos aviões em serviço foram afetados, a IndiGo, por exemplo, preferiu paralisar três aviões da sua frota até o problema ser descoberto, e também corrigido.
A substituição em massa desses motores deverá afetar novamente a produção da Pratt & Whitney, anteriormente a empresa reservou cerca de 40 a 45 motores para o setor de `peças de reposição´, de uma produção que pode alcançar até 400 motores em 2018.
Porém a fabricante precisará fornecer correções para esse problema, diminuindo a produção de motores para equipar novas aeronaves.
A Pratt & Whitney não sabe se esse problema também afeta os motores PW1500G e PW1900G, que equipam a linha Bombardier CSeries e Embraer E-Jet E2, respectivamente.
Os aviões PT-TMN e PT-TMM da LATAM Brasil, ambos A320neo equipados com motores PW1100G (A320-271N), estão realizando voos normalmente.

ES BRASIL (ES) - ES tem o maior número de transplantes de coração na última década

Além disso, a quantidade de transplantes de rim, esclera e medula óssea também aumentaram em 2017, quando comparado a anos anteriores.

Publicada Em 13/02/2018

O Espírito Santo realizou 10 transplantes de coração em 2017. Segundo a Secretaria de Estado da Saúde, este é o melhor resultado na última década. No ano anterior, foram feitos oito transplantes.
Se compararmos 2016 com o ano passado, o Espírito Santo também melhorou o número de transplantes de rim falecido (34,4%), rim vivo (8,3%), esclera (5,8%) e medula óssea autólogo (56,5%).
Para a coordenadora da Central de Transplantes, Raquel Duarte Corrêa Matiello, o melhor desempenho é motivo de comemoração. “Nós comemoramos o ‘sim’ de cada família que autoriza uma doação, porque esse gesto salva vidas, e cada vida significa muito para alguém”, comentou.
Outra conquista registrada pelo Espírito Santo no ano de 2017 foi o aumento de doadores efetivos de múltiplos órgãos. A quantidade saiu de 45, em 2016, para 47, em 2017.
O índice de recusa familiar também melhorou, ficando em 51%. Em 2016, atingiu 55% no Estado, percentual que ficou acima da média brasileira (43%). O objetivo da Sesa é melhorar esse indicador. Para isso, a Central de Transplantes promoverá, neste ano, um treinamento sobre comunicação de más notícias. As equipes a serem capacitadas são das Comissões Intra-Hospitalares de Doações de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTTs).
ES recebe coração do RJ
Na última quarta-feira (07), um coração foi trazido do Rio de Janeiro para o Espírito Santo por meio da Força Aérea Brasileira (FAB). Enquanto isso, um fígado e dois rins captados no Hospital Estadual São Lucas, em Vitória, no mesmo dia, beneficiaram pacientes de fora do Estado. Segundo a Central de Transplantes do Espírito Santo, o fígado foi levado pela FAB para o Paraná. Já os rins foram disponibilizados para a Central Nacional de Transplantes, respeitando as priorizações do Sistema Nacional de Transplantes.

VIA CARREIRA - Alistamento Militar Online 2018: aprenda o passo a passo!

Vai completar 18 anos este ano? Se a resposta for sim, veja como fazer o seu alistamento militar online!

José Rondina Publicada Em 13/02/2018

A transição da adolescência para fase adulta é marcada por diversos momentos importantes. Dentre eles, o alistamento militar é considerado um dever patriótico na vida do jovem brasileiro. E, hoje, com integração tecnológica essa atividade pode ser realizada de uma maneira bem mais simples. E se você vai completar 18 anos este ano, separamos as principais informações sobre o alistamento militar online 2018.
Dentre os dois milhões de jovens que se alistam todos os anos, estudos indicam que 200 mil permanecem com intuito de servir as forças armadas. Em relação à duração dessa atividade, o serviço militar obrigatório é realizado em 12 meses, podendo ser reduzido em 2 meses ou estendido por 6 meses.
É válido lembrar que a permanência dos jovens alistados, que concluíram o treinamento e almejam continuar as suas atividades no exército brasileiro, dependerá do número de vagas disponíveis nas organizações militares.
Por que devo me alistar?
Antes de começarmos a explicar sobre o alistamento online, é sempre válido saber o porquê dessa atividade ser tão importante para a vida do jovem brasileiro. Por isso, separamos as principais consequências relacionas ao não cumprimento dessa obrigação. Sendo assim, o candidato que não realizar o seu alistamento está impedido de:
- Inscrever-se em concursos públicos;
- Tirar passaporte;
- E matricular-se em instituições de ensino superiores, sejam elas privadas ou públicas.
Além disso, a não apresentação do candidato está sujeita a multa, sendo calculada de acordo com os dias referentes à ausência do mesmo.
Em quais regiões o alistamento militar online 2018 está disponível?
O alistamento militar, que passou a ser online em 2017, é uma exigência de caráter governamental para todos os jovens do sexo masculino que completam 18 anos em 2018. Com o procedimento online é possível realizar a sua inscrição preenchendo as principais informações cobradas no seguinte site: www.alistamento.eb.mil.br.
Embora o alistamento online seja considerado uma grande evolução para a realização dessa importante atividade. Hoje, somente 20 estados brasileiros disponibilizam esse serviço online. Sendo eles o estado do: Sergipe; Alagoas;  Rio Grande do Sul; Tocantins; Santa Catarina; Paraná; Mato Grosso do Sul; Mato Grosso; Pará; Amapá; Maranhão; Bahia; Minas Gerais; Goiás; Piauí; Ceará; Rio Grande do Norte; Paraíba; Pernambuco; Distrito Federal;
Para a realização do alistamento online será cobrado o número do seu CPF, data de nascimento e o nome da sua mãe. Após o preenchimento desses dados, será disponibilizado o local, data e hora do exame de seleção do candidato.
Fui dispensado, posso servir o serviço militar?
Para os jovens dispensados do Serviço Militar Inicial, que desejam servir o exército é possível realizar essa atividade das seguintes formas:
Como militar de carreira (oficial ou sargento), mediante a aprovação em concurso público, de âmbito nacional, para uma das Escolas de Formação.
Como o militar temporário (oficial ou sargento) permanece no Exército por um período de tempo delimitado, previamente informado.
Qual é a próxima etapa após o alistamento pela internet?
Com o seu alistamento online realizado, a próxima etapa, que contempla essa obrigação, é a convocação das Forças Armadas referente ao ano seguinte do alistamento. São três Forças que o candidato poderá se candidatar a servir: Marinha; Exército ou Aeronáutica;
Contudo, é válido lembrar que para o candidato ocupar qualquer uma das vagas será necessário estar de acordo com as características exigidas.

PORTO GENTE - Aeroporto de Porto Velho completa 39 anos com melhorias


Assessoria De Comunicação Publicada Em 14/02 - 00h02

O Aeroporto Internacional de Porto Velho (RO), ao comemorar seu 39º aniversário, no dia 10 último, registra o trânsito de mais de 790 mil pessoas, em 2017. O terminal conta com voos diretos para Brasília (DF) e Guarulhos (SP), e escalas para Rio Branco (AC), Manaus (AM), Cuiabá (MT), Belo Horizonte (MG), Curitiba (PR) e Campo Grande (MS).
A proximidade com o centro da cidade - apenas 7 km de distância - torna o aeroporto um ponto atrativo da capital. "O terminal possui um ambiente agradável e facilita o encontro de famílias e amigos devido à sua localização privilegiada", explica a superintendente Fabiana Salgado.
Entre as melhorias da Infraero para o aeroporto está o sistema Elo, conjunto de conectores climatizados que ligam as aeronaves às salas de embarque e desembarque, garantindo a chegada ou partida de viajantes com acessibilidade, conforto e segurança. Ao todo, R$ 6,1 milhões serão investidos nos dois conectores que serão instalados no aeroporto até o final deste semestre. "A implantação do novo sistema garantirá o melhor atendimento aos passageiros com deficiência ou dificuldades de locomoção, uma vez que ele conta com plataforma elevatória ao lado da escada de acesso às aeronaves", conclui Salgado.



Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented