|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 05/08/2017 / Acervo do Museu da TAM será transferido para o Campo de Marte


Acervo do Museu da TAM será transferido para o Campo de Marte ...  


Pista do aeroporto deve ser desativada para pousos e decolagens de aviões até 2019, ficando restrita a helicópteros ...  


Giuliano Agmont / Edmundo Ubiratan ...  



As operações regulares de aviões no Campo de Marte estão com os dias contados. A informação não é oficial, mas a decisão já estaria tomada. A pista do principal aeroporto para a aviação geral do Brasil, localizado na Zona Norte de São Paulo, deve ser desativada em 2019, ficando restrita apenas a pousos e decolagens de helicópteros e aeronaves de asas fixas em situações extraordinárias.

No último dia 21 de julho, a Prefeitura de São Paulo e o Ministério da Defesa manifestaram a intenção de instalar um parque municipal em parte da área do sítio aeroportuário de Marte. Na primeira fase do projeto, dos 2,1 milhões de metros quadrados do aeroporto, 406 mil serão destinados ao parque. A área, que corresponde a 20% do espaço existente permanece sem uso desde a inauguração do aeroporto.

Nesta semana, uma nova reunião marcou a próxima fase para a transferência do acervo do Museu da Tam para uma área anexa ao novo parque, localizada num terreno hoje desocupado, ao lado do Hospital da Aeronáutica (HASP). O museu contará com um amplo prédio, maior que o existente atualmente em São Carlos, no interior paulista, e terá ainda um anexo dedicado a eventos e outro dedicado a oficinas de manutenção e restauro. Espera-se que, além do acervo do Museu da TAM, o novo museu, cujo nome ainda está indefinido, receba aeronaves de outros museus civis e militares, incluindo os da própria FAB.

A Prefeitura estaria agora definindo os detalhes finais do fechamento definitivo da pista para operações regulares, administradas hoje pela Infraero. A meta seria retirar, até 2019, todas as operações de asas fixas do aeroporto. No entanto, a previsão é que a pista seja mantida, operando apenas em exceções ou casos específicos, como eventos ou em apoio ao museu.

O aeroporto movimenta atualmente pouco mais de 125.000 passageiros ao ano, em mais de 70 mil operações aéreas. A previsão é que a aviação de asa fixa seja transferida para aeroportos instalados na região metropolitana, como o Catarina, localizado em São Roque, ou mesmo os aeroportos de Jundiaí e Sorocaba.

Mais detalhes do projeto que deve ser firmado sobre área do Campo de Marte serão anunciados no dia 7 de agosto. Nessa data haverá assinatura do protocolo de intenções e do termo de liberação de acesso.

Nota da Aeronáutica
A Aeronáutica, em nota, esclarece que "deverá ser firmada uma Cessão de Uso de Área à Prefeitura Municipal de São Paulo para a construção de um parque municipal e de um museu aeroespacial, que ocupará cerca de 30 mil m² da área total cedida". E prossegue: "As construções que existem hoje na área de uso público, como o Hospital da Aeronáutica, Parque de Material Aeronáutico e aeroporto, permanecerão em funcionamento normal, inclusive os empreendimentos privados instalados na área administrada pela Infraero".



Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




PORTAL UOL


Não é possível ter militares o tempo todo nas ruas do Rio, diz Jungmann após roubos e tiroteios


Carolina Farias Colaboração Para O Uol, No Rio

O ministro da Defesa, Raul Jungmann (PPS), participou na manhã desta sexta-feira (4) na ESG (Escola Superior de Guerra), na Urca, zona sul do Rio de Janeiro, de uma apresentação para parlamentares da bancada federal do Estado sobre as ações e os sistemas de proteção de fronteiras das Forças Armadas. Hoje completa uma semana da operação "Rio quer segurança e paz" com a presença de tropas federais na região metropolitana, mas a população não deve voltar a ver, ao menos pelos próximos dias, o patrulhamento de militares nas ruas.

"No primeiro momento tivemos a etapa do reconhecimento. Evidente que tem o efeito do conforto, de segurança dos dias iniciais. Mas, como avisamos, não será permanente. Forças Armadas nas ruas é como anestesia, é boa quando alivia a dor, mas não acaba com o efeito. Não é possível e nem adequado (as Forças Armadas) permanecerem todo tempo nas ruas. Nossa missão é atacar a capacidade operacional e com o efeito surpresa", salientou Jungmann.

Ao menos 10 mil militares das três Forças Armadas vieram para o Rio na última sexta (28) e foram vistos em patrulha em áreas turísticas, principalmente no centro e zona sul. Após a conclusão da chamada fase de reconhecimento de área, os militares deixaram as vias cariocas. Ocorrências de roubos de carga e tiroteios foram registradas nas últimas 24 horas.

Na manhã desta sexta-feira (4), um caminho dos Correios foi roubado na altura de Benfica, zona norte, e levado para o Morro São João. A carga foi distribuída para moradores da comunidade, que tem UPP (Unidade de Polícia Pacificadora). PMs trocaram tiros com criminosos.

Segundo o ministro, o objetivo inicial da presença das tropas no Rio foi alcançado. "Nosso objetivo inicial, que era reconhecimento de microáreas foi alcançado. O efetivo de 10 mil nas ruas tem o efeito de inibir a criminalidade. Para isso tem que desmantelar arsenais, reprimir e reduzir arsenais e a capacidade financeira", afirmou.

Jungmann afirmou que a situação de insegurança no Estado não foi um processo rápido e que, por isso, não será resolvida com "mágica".

"Não fazemos mágica! O Rio não chegou onde chegou nos últimos tempos. Foram décadas. Seria farsa se dissermos que íamos mudar isso do dia para noite", declarou.
"Convulsão social", diz Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), esteve na apresentação e acrescentou ao final que o Rio vive um estado de convulsão social, mas que a presença das forças federais deve amenizar a situação de insegurança.

"Continuo preocupado, mas sei que [a operação] vai até fim de 2018, diferentes de 90 dias, feitas para aparecer em manchete de jornal. O que vimos hoje é fundamental, não adianta polícia nas ruas se não cuidar de fronteiras. A droga e as armas não são feitas aqui. Sabemos que, com estratégia, teremos bons resultados e redução de roubo de cargas e tráfico de drogas", disse o parlamentar.
Maia ressaltou que o Estado fluminense precisa do governo federal para enfrentar "falência".
"O Rio vive convulsão social, vive uma situação mais aguda em relação a segurança. É grave a situação fiscal, quase de falência. De fato, o governo do Rio precisa do governo federal, com um plano de recuperação fiscal que funcione. Precisa sim da coordenação federal do ponto de vista fiscal e de segurança, não de intervenção", afirmou.

REVISTA VEJA


União e São Paulo seguem na Justiça sobre o Campo de Marte

Bom para a cidade, mas a discussão vai continuar na Justiça

Pedro Carvalho

Michel Temer vem a São Paulo na segunda-feira (7) assinar o termo de cessão do uso do terreno de Campo de Marte ao município. O acordo que será assinado com o prefeito João Doria prevê a construção de um grande parque e um museu aeroespacial.
Apesar disso, a discussão entre o município e a União sobre a administração do terreno seguirá na Justiça.
“As discussões acerca de indenizações, seja pela propriedade da área, seja pela sua ocupação pretérita, continuam a ser travadas na ação possessória, que atualmente se encontra no Supremo Tribunal Federal, pendente de julgamento”, diz o protocolo de intenções que será assinado.

PORTAL G-1


Forças Armadas e polícias fazem megaoperação contra roubo de cargas e ocupam o Complexo do Lins

Complexo do Lins foi totalmente ocupado. Grajaú-Jacarepaguá foi fechada em ambos os sentidos. Ação marca início da 2ª fase da operação integrada da Seseg com forças federais. Pelo menos 1 ferido foi hospitalizado após tiroteio.

G1 Rio, Tv Globo E Globonews

As Forças Armadas e as polícias estaduais e federais realizam, desde a madrugada deste sábado (5), a Operação Onerat, para combater o roubo de cargas e o tráfico de drogas no Rio de Janeiro. A ação, iniciada com investigação da 26ª DP (Todos os Santos), marca o começo da segunda fase da integração da segurança estadual com o Governo Federal e tem como objetivo cumprir 55 mandados: 40 de prisão e 15 de busca apreensão.

Por volta das 6h30, o Complexo de Favelas do Lins estava completamente ocupado, segundo as forças de segurança. Em entrevista à TV Globo, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, a permanência das tropas seguirá por tempo indeterminado.

"Nós vamos permanecer no local até que os objetivos sejam atingidos. Pode ser 24 horas, no fim de semana, três dias, 15 dias", disse Jungmann. "O objetivo, como sempre, é aquele que nós dissemos anteriormente, de bloquear o crime organizado, efetuar o efeito surpresa."

A coordenação da ação é feita pela Secretaria de Estado de Segurança do Estado (Seseg), por meio da ação das polícias Civil e Militar, com o apoio do Comando Militar do Leste, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal e da Força Nacional de Segurança Pública. Cerca de 50 profissionais de todas os efetivos estão no Centro Integrado de Comando e Controle.

Segundo a Seseg, os agentes atuam nos Complexos do Lins e Camarista Méier, na Zona Norte. Há ainda operações nos Morros de São João, no Engenho Novo, também na Zona Norte, e Covanca, em Jacarepaguá, na Zona Oeste, e nos morros da Pedreira e do Chapadão, em Costa Barros.

Homem baleado

Moradores do Complexo do Lins relatam tiroteios e barulho de bombas na comunidade em relatos publicados em redes sociais. Pelo menos um homem, não identificado, foi ferido e levado para o Hospital Salgado Filho.

As Forças Armadas estão responsáveis pelo cerco em algumas dessas regiões e baseadas em pontos estratégicos. De acordo com o coronel Itamar, porta-voz do Comando Militar do Leste, participam da operação Onerat – carga, em latim – 3,6 mil homens do Exército e dos Fuzileiros Navais. São utilizados 514 veículos e 71 blindados militares.

Algumas ruas estão interditadas e os espaços aéreos estão controlados para aeronaves civis nas áreas sobrepostas aos setores de atuação das Forças Armadas. Um dos locais fechados é a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá, bloqueada em ambos os sentidos. Não há interferência nas operações dos aeroportos.

O Disque Denúncia divulgou um cartaz com 15 dos principais procurados na operação (veja abaixo). O telefone para contato é 2253-1177.

Eleição direta no AM terá apoio de 4,4 mil militares das Forças Armadas

Eleição ocorre após governador e vice serem cassados por compras de voto; mais de 2,3 milhões de eleitores vão às urnas.

Por G1 Am

Cerca de 4,4 mil militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea Brasileira irão atuar durante o 1º turno das eleições suplementares que ocorrem neste domingo (6) para escolha do novo governador do Amazonas. O quantitativo de homens foi divulgado na quinta-feira (3) pelo Ministério da Defesa.
Os 23 municípios que receberão apoio do Ministério da Defesa são Autazes, Amaturá, Atalaia do Norte, Barcelos, Benjamin Constant, Boca do Acre, Coarí, Fonte Boa, Humaitá, Itacoatiara, Lábrea, Manacapuru, Manaus, Manicoré, Maués, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Santa Isabel do Rio Negro, Santo Antônio do Içá, São Gabriel da Cachoeira, São Paulo de Olivença, Tabatinga e Tefé.
A eleição foi determinada no Amazonas após a cassação dos mandatos do ex-governador, José Melo, e do vice, Henrique Oliveira, por compra de votos nas eleições de 2014. O pleito chegou a ser suspenso por determinação do ministro Ricardo Levandowski em 28 de junho.
De acordo com o Ministério da Defesa, a atuação os militares se dará em 23 municípios. O objetivo é garantir reforço na segurança e a garantia da votação e apuração nas cidades amazonenses. As equipes também atuam no apoio logístico com transporte de pessoal e urnas.
Em julho, o presidente Michel Temer assinou decreto que autoriza o envio de militares das Forças Armadas para reforço na segurança durante a eleição direta. A partir de então foi firmado um acordo de cooperação técnica entre o Ministério da Defesa e o TSE.
"Dos 4,4 mil militares, cerca de 340 são da Marinha, 3,7 mil do Exército e 290 da Força Aérea Brasileira. Também serão utilizadas durante as eleições aproximadamente 265 viaturas, 87 embarcações e cinco helicópteros das três Forças Singulares", informou o Ministério.
Também irão atuar no policiamento dos locais de votação e entorno agentes da Polícia Federal, Polícia Civil e Polícia Militar.
Eleição direta
O 1º turno das eleições suplementares no Amazonas foi determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral em maio desse ano, após a cassação dos mandatos do ex-governador José Melo (Pros), e do vice, Henrique Oliveira (SD), por compra de votos nas eleições de 2014.
Neste domingo (6), mais de 2,3 milhões de eleitores do Amazonas devem voltar às urnas para escolher um novo governador.

AGÊNCIA BRASIL


Brasil vai se reunir com Bolívia e Peru para discutir segurança nas fronteiras


Lígia Souto

Autoridades do governo brasileiro vão se reunir nas próximas semanas com representantes da Bolívia e do Peru para estabelecer acordos operacionais de inteligência e defesa no combate a crimes transnacionais nas faixas de fronteiras.

A informação foi repassada, nesta sexta-feira, pelo ministro da Defesa, Raul Jungmann, em reunião na Escola Superior de Guerra com parlamentares da bancada federal do Rio, entre eles, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

De acordo com o ministro, desde o início do ano, reuniões do mesmo tipo foram realizadas com países do Cone Sul e com a Colômbia.

Durante a reunião, os militares apresentaram as ações desenvolvidas pelas Forças Armadas para proteção das fronteiras do país e o combate ao tráfico de drogas, armas e de pessoas.

A Operação Ostium, que em latim quer dizer portão, tem o objetivo de criar obstáculos para a entrada de aviões ilícitos no país. Desde março, a atuação reduziu em 75% o número de voos desconhecidos e realizou 153 interceptações.

A operação Ágata, desenvolvida em conjunto entre as Forças Armadas e outros órgãos, faz o monitoramento da faixa de fronteira de todo o território nacional. A operação apreendeu, este ano, cerca de 27 milhões de reais em produtos ilícitos.

Também foi apresentado o projeto-piloto do Sistema Integrado de Monitoramento das Fronteiras, que está em desenvolvimento para aumentar a capacidade de vigilância e tomada de decisões na região da fronteira.

PORTAL JANES (Inglaterra)


First of two new C295s arrives in Brazil


Victor Barreira Ihs Jane‘s Defence Weekly

The first new Airbus Defence and Space C295 search and rescue (SAR) aircraft arrived at the Brazilian Air Force‘s Wing 5 at Campo Grande in the state of Mato Grosso do Sul on 3 August.

The aircraft, locally designated the SC-105 Amazonas, were purchased in April 2014 for EUR191.2 million (USD225 million) together with a five-year service support package as part Brazil‘s CL-X2 programme. The number of aircraft was later reduced to two.
Both aircraft will be operated by Squadron Pelicano on SAR, transport, and medical evacuation missions. The second and final aircraft is to be received in 2019.
PORTAL DEFESANET


Esquadrão Pelicano incorpora nova aeronave SC-105 Amazonas SAR

Nova aeronave vai operar em missões de busca e salvamento em todo o país

Aspirante Cristiane

Ocorreu nesta quinta-feira (03/08) a incorporação da nova aeronave de Busca e Salvamento da Força Aérea Brasileira (FAB). O novo avião FAB 6550, conhecido como SC-105 SAR, sigla do inglês Search and Rescue, será operado pelo Esquadrão Pelicano (2º/10º Grupo de Aviação), sediado na Ala 5, em Campo Grande (MS), de onde poderá deslocar para qualquer parte do território nacional.
A cerimônia foi presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, que realizou o batismo da aeronave. O momento contou com a presença de Oficiais-Generais da FAB.
O Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Egito do Amaral, Comandante do Comando de Preparo (COMPREP), destacou o dia como um marco para a FAB. “Hoje somos testemunhas de um momento histórico para a Força Aérea.”
“Este esforço é resultado de uma incontestável dedicação e profissionalismo incansável, trabalho de homens e mulheres do Esquadrão Pelicano”, ressaltou. O Chefe de Operações do 2º/10º GAV, Major Aviador Leonardo Machado Guimarães, conduziu a missão de chegada da aeronave à Ala 5. “Com este avião, nós vamos estender as nossas operações e vamos ter capacidade de prestar um serviço melhor ao Brasil e à Força Aérea”, completou.
A nova aeronave traz tecnologias que exigiram treinamento prévio da tripulação. O Sargento Edinei Jones do Carmo é operador do Sistema de Missão e conta que a capacitação começou em 2014, incluindo aprendizado de línguas estrangeiras. “Fizemos vários cursos com aeronaves similares e também de inglês e espanhol. Após várias capacitações, compilamos todas as informações necessárias para operar a nova aeronave em um curso específico, no início deste ano, na Espanha”, explica.
Com um sistema eletro-óptico de busca de imagem e por espectro infra-vermelho, o novo avião permitirá realizar buscar pelo calor, podendo detectar, por exemplo, uma aeronave encoberta pela vegetação ou uma pessoa no mar.
“Isto vai ampliar muito a capacidade de ver o objeto da busca. Com todos estes sistemas associados temos a expectativa que diminua bastante o tempo de busca de uma aeronave”, relata o Tenente-Coronel Jorge Marcelo Martins da Silva, Comandante do Esquadrão Pelicano.
O Tenente Aviador André Villela Gaspar é um dos pilotos da nova aeronave e fala dos próximos passos. “Agora a expectativa é desenvolver a doutrina, estabelecer os parâmetros para saber como funcionam os sensores nos ambientes brasileiros, como no Pantanal, na Amazônia, na Caatinga, para, então, conseguirmos melhorar a eficiência do Serviço de Busca e Salvamento Brasileiro”, observou.

PORTAL BRASIL


Região serrana do Rio recebe simulado de prevenção a desastres

Medida visa a reduzir os riscos e impactos de desastres naturais, especialmente em períodos de chuvas intensas no Estado

Por Portal Brasil

O Ministério da Integração Nacional realizou simulados de prevenção de desastres na região serrana do Rio de Janeiro nesta semana. As atividades aconteceram durante o III Exercício Conjunto de Apoio à Defesa Civil (Ecadec 2017), em Petrópolis.
Os moradores dos municípios de Nova Friburgo, Teresópolis e Petrópolis apoiaram as simulações. Sirenes foram acionadas, no alerta de risco de possíveis desastres naturais. Na ação estavam reunidos representantes da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec) e dos Ministérios da Defesa e da Saúde.
"Durante a atividade, que simula uma situação de emergência, a população foi conduzida até um local seguro e informada sobre os procedimentos e serviços prestados pelos diversos órgãos de apoio emergencial, em casos de riscos iminentes", explicou o ministro Helder Barbalho.
Além das atividades presenciais, os participantes também puderam simular ocorrências virtuais, com situações emergenciais envolvendo incidentes como chuvas intensas, desmoronamentos de terra e incêndios.
Foram cerca de 200 profissionais envolvidos nos treinamentos. O Ecadec contou com o apoio das Forças Armadas, da Marinha do Brasil, do Exército Brasileiro e da Aeronáutica. Além dos representantes locais, as Defesas Civis do Acre, Minas Gerais, Paraná, Roraima, São Paulo e Alagoas também compartilharam suas experiências.

RÁDIO CBN


Atletas experientes e jovens enfrentam dificuldades nos preparativos para Tóquio 2020

A nadadora Poliana Okimoto foi a primeira mulher a ganhar uma medalha olímpica para a natação brasileira. Mas após a conquista na Rio-2016, os patrocinadores deram as costas. Já o jovem Marcus Vinícius DAlmeida, do tiro com arco, treina sem técnico.

Por Bárbara Souza

"Todos os dias que eu treinava, eu imaginava ganhar uma medalha e eu dava o meu máximo em cada treino, cada dia. Quando a gente consegue, a gente não acredita".
Primeira mulher a conquistar uma medalha olímpica pra natação brasileira, Poliana Okimoto viu seu principal patrocinador dar as costas, logo depois da conquista do bronze no Rio.
"A gente fica chateado porque acaba um ciclo olímpico e inicia logo mais um e o atleta não pode parar nunca. A gente tem que estar sempre pensando na próxima competição".
A paulistana de 34 anos perdeu patrocínio dos Correios e teve que reduzir a equipe. Até a Olimpíada de 2016, ela tinha um preparador físico, um fisioterapeuta, um nutricionista, um massoterapeuta e um psicólogo. Hoje, conta apenas com o preparador e a massagista, mas reduziu as sessões a menos da metade. Além disso, o treinador é o seu próprio marido.
"A gente ficou meio sem chão. Tive que diminuir bastante a minha equipe multidisciplinar porque eu não consigo pagar todo mundo do meu bolso".
A falta de apoio também atinge os atletas mais jovens. Aos 19 anos, Marcus Vinícius DAlmeida, do tiro com arco, é uma das promessas de medalha olímpica em 2020. Ele chegou a ter quatro patrocinadores na Rio 2016, mas os contratos acabaram. O único que restou está próximo de terminar. Marcus Vinícius chegou a pagar 15 mil reais do próprio bolso pra fazer treinos de aperfeiçoamento na Europa, no início do ano. Atualmente ele treina sozinho, já que a confederação de tiro com arco não tem mais um treinador para acompanhá-lo.
"Hoje ainda não temos um técnico nomeado. Eu sigo treinando na sede da confederação brasileira. Aquele treinamento na Europa foi bem útil como pré-temporada, mas sigo sem treinador".
Algumas das principais confederações esportivas do país perderam patrocínios importantes nos últimos meses. Em alguns casos, como o dos esportes aquáticos, a perda foi motivada por um escândalo de corrupção. Em fevereiro, os Correios anunciaram um corte no patrocínio depois da prisão do presidente da entidade. O aporte diminuiu de 47 milhões de reais pra 11,4. Mas os problemas não são exclusividade da natação. A Confederação de Handebol cancelou a participação das seleções juvenis no mundial do handebol de areia por falta de dinheiro. O presidente da entidade, Manoel Luiz Oliveira, lamenta a crise financeira, que chegou logo depois de a seleção masculina ter conquistado, no Rio, o melhor resultado numa Olimpíada.
"Essa crise afeta o país como um todo, o esporte como um todo e nós do handebol também somos afetados. Tivemos que reduzir atividades e demitir colaboradores".
As Forças Armadas oferecem apoio pra atletas brasileiros de alto rendimento. Das 19 medalhas conquistadas na Rio-2016, 13 vieram de atletas militares, como a nadadora Poliana Okimoto, que é sargento do Exército. Marcus Vinícius DAlmeida não conseguiu subir no pódio ano passado, mas está se preparando pros Jogos de Tóquio com o apoio da Aeronáutica.

OUTRAS MÍDIAS


PORTAL REPÓRTER NARESSI (SP)


Bispo Diocesano de Limeira testemunha em processo

Um batizado de uma criança, a qual teria hoje, pouco mais de três anos de vida, esta sendo julgado em 2ª Instância pelo Tribunal de Justiça – TJ – do Estado de São Paulo. O caso envolve o Bispo Diocesano da cidade de Limeira/SP, Don Vilson.
Batizado

A criança, filho (a) de um militar da Força Aérea Brasileira – FAB – tido fora do casamento, mas que vivia em comum acordo (entre pai e mãe), foi batizado pelo Padre Capelão da FAB, o qual na oportunidade estava na Academia da Força Aérea, no município de Pirassununga/SP.

A criança, depois de “Batizada” pelo então Padre Capelão, disse para sua mãe que tinha recebido o “Batismo”; a qual ficou indignada pela atitude do pai da criança, pois, não teria autorizado o “batismo”, quando então fez contato com a Diocese da cidade de Limeira/SP.
Justiça
De acordo com o processo julgado em 1ª Instância, pela 3ª Vara do Fórum de Pirassununga, a mulher que não convive com o pai da criança, não teria sido consultada para o “Batizado”, pois, a criança teria sido de um relacionamento amistoso.

O pai da criança (militar da FAB) realizou junto ao Padre Capelão da FAB (hoje não mais em Pirassununga) o batismo do filho, sem autorização da mulher com que teve o filho, quando então a mulher ingressou com a ação na Justiça.
Documento
A mãe da criança entrou com uma Ação de Indenização contra o pai pelo “Batizado” sem sua autorização, para tanto, teria, segundo o processo, que se encontra em 2ª Instância, consultado a Diocese da cidade de Limeira, onde um “e-mail” enviado pelo Bispo Diocesano, o mesmo teria repugnado o “Batizado”.
Bispo Intimado
Diante o impasse, o Bispo Diocesano – Don Vilson – foi intimado a depor junto a 3ª Vara do Fórum de Pirassununga, quando teria dito que a criança teria todo o direito em receber o “Batismo”, contrariando a mensagem enviada pela Diocese de Limeira, que a pratica do “Batismo” feita pelo Padre Capelão “feria os princípios” da Igreja.
Secretária
Diante ao questionamento da Justiça, o Bispo Diocesano de Limeira disse que em momento algum emitiu tal “e-mail”, mas, ao ser questionado pelo documento enviado, informou que sua SECRETÁRIA teria respondido a solicitação feita pela mãe da criança.

REVISTA AERO MAGAZINE (SP)


Acervo do Museu da TAM será transferido para o Campo de Marte

Pista do aeroporto deve ser desativada para pousos e decolagens de aviões até 2019, ficando restrita a helicópteros

Por Giuliano Agmont e Edmundo Ubiratan
As operações regulares de aviões no Campo de Marte estão com os dias contados. A informação não é oficial, mas a decisão já estaria tomada. A pista do principal aeroporto para a aviação geral do Brasil, localizado na Zona Norte de São Paulo, deve ser desativada em 2019, ficando restrita apenas a pousos e decolagens de helicópteros e aeronaves de asas fixas em situações extraordinárias.
No último dia 21 de julho, a Prefeitura de São Paulo e o Ministério da Defesa manifestaram a intenção de instalar um parque municipal em parte da área do sítio aeroportuário de Marte. Na primeira fase do projeto, dos 2,1 milhões de metros quadrados do aeroporto, 406 mil serão destinados ao parque. A área, que corresponde a 20% do espaço existente permanece sem uso desde a inauguração do aeroporto.
Nesta semana, uma nova reunião marcou a próxima fase para a transferência do acervo do Museu da Tam para uma área anexa ao novo parque, localizada num terreno hoje desocupado, ao lado do Hospital da Aeronáutica (HASP). O museu contará com um amplo prédio, maior que o existente atualmente em São Carlos, no interior paulista, e terá ainda um anexo dedicado a eventos e outro dedicado a oficinas de manutenção e restauro. Espera-se que, além do acervo do Museu da TAM, o novo museu, cujo nome ainda está indefinido, receba aeronaves de outros museus civis e militares, incluindo os da própria FAB.
A Prefeitura estaria agora definindo os detalhes finais do fechamento definitivo da pista para operações regulares, administradas hoje pela Infraero. A meta seria retirar, até 2019, todas as operações de asas fixas do aeroporto. No entanto, a previsão é que a pista seja mantida, operando apenas em exceções ou casos específicos, como eventos ou em apoio ao museu.
O aeroporto movimenta atualmente pouco mais de 125.000 passageiros ao ano, em mais de 70 mil operações aéreas. A previsão é que a aviação de asa fixa seja transferida para aeroportos instalados na região metropolitana, como o Catarina, localizado em São Roque, ou mesmo os aeroportos de Jundiaí e Sorocaba.
Mais detalhes do projeto que deve ser firmado sobre área do Campo de Marte serão anunciados no dia 7 de agosto. Nessa data haverá assinatura do protocolo de intenções e do termo de liberação de acesso.

Nota da Aeronáutica
A Aeronáutica, em nota, esclarece que "deverá ser firmada uma Cessão de Uso de Área à Prefeitura Municipal de São Paulo para a construção de um parque municipal e de um museu aeroespacial, que ocupará cerca de 30 mil m² da área total cedida". E prossegue: "As construções que existem hoje na área de uso público, como o Hospital da Aeronáutica, Parque de Material Aeronáutico e aeroporto, permanecerão em funcionamento normal, inclusive os empreendimentos privados instalados na área administrada pela Infraero".

PORTAL MÍDIA NEWS (MT)


Exposição Santos Dumont chega a Cuiabá

Mostra será aberta no dia 09 de agosto e fica em cartaz até o início de outubro
Uma das principais atrações da exposição Santos Dumont na Coleção Brasiliana Itaú, que chega a Cuiabá no dia 09 de agosto, a réplica do avião Demoiselle já começou a ser montada no local.
A mostra, uma parceria entre o Itaú Cultural e a Secretaria de Estado de Cultura (SEC-MT), retrata momentos importantes da vida de Alberto Santos Dumont e acontece até o dia 1º de outubro com entrada gratuita.
Também conhecido como Libellule, o Demoiselle foi o melhor modelo de avião criado por Santos Dumont. O primeiro exemplar voou em 1907, sendo desenvolvido até 1909. Os Demoiselle foram os menores e mais baratos aviões de sua época.
A intenção de Santos Dumont era que essas aeronaves fossem fabricadas em larga escala e, com isso, ajudassem a popularizar a aviação. Como o inventor disponibilizava os planos a quem se interessasse, Demoiselles foram fabricados por diferentes oficinas e foram muitas as unidades construídas.
Primeiro ultraleve da história da aviação, o Demoiselle surgiu como o número 19 do aviador e foi depois aperfeiçoado no número 20. Feito de bambu e coberto com seda envernizada, voava com um motor de 25-30 cv e pesava apenas 115 quilos.
“O 14-Bis foi o marco inicial da aviação, mas a obra-prima de Santos Dumont foi a Demoiselle”, confirma Marcos Villares Filho, sobrinho-bisneto do aviador. “Não dava para fazer uma obra melhor naquela época, era a menor e a mais barata possível”, disse ele em entrevista concedida ao jornal Estado de São Paulo.
“Com ela, durante um ano, fiz voos todas as tardes e fui, em certa ocasião, visitar um amigo em seu castelo”, lembrou o inventor. “Como era um aeroplano pequenino e transparente, deram-lhe o nome de Libelulle ou Demoiselle. Este foi, de todos os meus aparelhos, o mais fácil de conduzir, e o que conseguiu maior popularidade”, conta o inventor no livro O Que Eu Vi, O Que Nós Veremos.
Com a Demoiselle, Santos Dumont obteve a carteira de piloto de monoplanos, acumulando todas as permissões da Federação Aeronáutica Internacional: de piloto de balão livre, piloto de dirigível, piloto de biplano e piloto de monoplano.
Após provar que podia voar com segurança e incentivar que outras pessoas replicassem seu modelo, Santos Dumont encerrou a carreira e vendeu sua Demoiselle para o então principiante Roland Garros, que em 1913 seria o primeiro a cruzar sozinho o Mar Mediterrâneo sem fazer escalas, morreu lutando na 1.ª Guerra Mundial, em 1918, e desde 1928 dá nome a um dos mais famosos torneios de tênis do mundo, em Paris.
A exposição
A mostra Santos Dumont na Coleção Brasiliana Itaú Cultural chega a Cuiabá em sua primeira itinerância no dia 09 de agosto e fica aberta ao público, no Palácio da Instrução, até o dia 1º de outubro.
A exposição remonta a trajetória do homem que se dedicou à inovação, ao design e à ciência e convida o visitante a passear por diversos lugares e momentos que fizeram parte da história do inventor, como a fazenda Cabangu, onde nasceu, e a Belle Époque francesa, em que conquistou sua fama.
Objetos, documentos e fotos do aviador integram a exposição, com imagens que resgatam os balões, dirigíveis e aeroplanos. Há ainda uma reprodução de sua biblioteca, com publicações que o inspiraram, além de algumas de sua autoria.
Serviço
Santos Dumont na Coleção Brasiliana Itaú
De 09 de agosto a 1º de outubro
Visitação de terça a sexta-feira, das 8h às 19h, sábados, domingos e feriados, das 9h às 18h
Entrada gratuita
Agendamento escolar pelo telefone 3613-9240
Informações: equipamentos@cultura.mt.gov.br ou 3613-0232

PORTAL AEROFLAP


FAB e prefeitura de SP assinam acordo para criação de museu no Campo de Marte

Cessão da área prevê a construção de um parque público e de um museu aeroespacial
O Comando da Aeronáutica, por intermédio do Ministério da Defesa, assina nesta segunda-feira (07/08) um protocolo de intenções com a Prefeitura de São Paulo para a criação de um parque público e de um museu aeroespacial no Campo de Marte.
A formalização do protocolo prevê a cessão de uso de uma área a ser destinada ao uso público. O espaço tem cerca de 400 mil metros quadrados e corresponde a 20% da área total do Campo de Marte (em azul no mapa).
“O grande propósito, neste acordo com a Prefeitura de São Paulo, é o de usar essa área para o bem social. Por isso, o Comando da Aeronáutica sempre se mostrou favorável à cessão de uso com um produtivo encargo em contrapartida. Assim, o município edifica para a sociedade um museu aeroespacial. Não é um museu da FAB, nem de empresa pública ou particular. É um museu para a cidade, para o estado e para o país, gerando emprego e capacidades, assim como o novo parque, um dos maiores da região metropolitana", explicou o Chefe do Gabinete do Comandante da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno.
A expectativa é de que o parque possa ser utilizado para atividades esportivas, culturais e de recreação, além de receber a visita de moradores e turistas. Com cerca de 30 mil metros quadrados, o museu deverá contar com um grande acervo de aviões, fotos, publicações e relíquias da história da indústria e de personagens da aviação brasileira.
A previsão é de que a partir da assinatura do protocolo em, no máximo, 90 dias, haja a formalização do termo de cessão da área e o lançamento das pedras fundamentais do parque e do museu.
Via - Força Aérea Brasileira

PORTO FERREIRA HOJE (SP)


V Campeonato Nacional de Acrobacia Aérea está sendo realizado na Academia da Força Aérea

A Academia da Força Aérea (AFA) em Pirassununga está recebendo a quinta edição do Campeonato Nacional de Acrobacia Aérea, organizada pelo CBA – Comitê Brasileiro de Acrobacia e Competições Aéreas. A competição teve início ontem, sexta-feira (03) e termina amanhã, sábado (05/06)
A organização homenageia este ano o Comandante Luiz Carlos Basson DellAglio, que faleceu no ano passado quando sua aeronave Extra 230 caiu durante uma apresentação acrobática no aeroporto de Maringá, um dos principais organizadores da competição nacional de acrobacia.
No total, 27 competidores estão disputando em quatro categorias: Básica (11), Intermediária (5), Esporte (10) e Ilimitada (1). Na categoria Básica, dos 11 competidores, 6 são mulheres.
No primeiro dia da competição os ventos fortes não impediram a realização dos voos. Na manhã de hoje as nuvens baixas prejudicaram a competição, mas no período da tarde os voos voltaram a acontecer.
A narração do evento está sendo feita por Vadico, que também estará do Domingo Aéreo, que acontece no dia 13 de agosto também na Academia da Força Aérea.
O acontecimento que marcou o segundo dia da competição foi a chegada na AFA da Esquadrilha da Fumação, após um longo período em exibição na Colômbia e regiões norte e centro-oeste do Brasil.
A entrada na AFA é gratuita para o público, sendo obrigatório o preenchimento do cadastro de acesso à área militar. Os interessados devem preencher formulário disponível no site do CBA, www.acrobacia.com.br.
Confira abaixo os participantes, por categoria (com nome, avião e prefixo), sendo que a Básica já está por ordem de classificação parcial, com os resultados do primeiro dia da competição:
Básica
1º - Juliana Braschetti – Pitts S-2C – PP-ZTE
2º - Thiago Sabino – Decathlon – PP-OGN
3º - Jean Dalegrave – Christen Eagle – PP-ZEX
4º - Pedro Anunciação – Decathlon – PP-OGN
5º - Binho – CAP=10B – PP-CHA
6º - Vinicius Henrique – Decathlon – PP-OGN
7º - Thayane Moura – RV-7 – PR=ZUL
8º - Lisa Ritter – RV-7 – PR-ZUL
9º - Gabriela Prante – RV-7 – PR-ZUL
10º - Aline Schumacher – RV-7 – PR-ZUL
11º - Patrícia Ramanauskas – Decathlon – PP-ZPA
Intermediária
1 – Cristiano – Pitts S-2C – PT-ZTE
2 – Camilo – Pitts S-2A - PT-ZMM
3 – Yancovitz – Pitts S-2C – PT-ZTE
4 – Menegatti – Christen Eagle – PP-ZEX
5 – Talomei – Pitts S-2C – PT-ZTE
Esporte
1 – Oswaldo – Decathlon – PP-OGN
2 – Rambo – Pìtts S-2A – PT-ZMM
3 – Faco – CAP 10B – PT-ZIC
4 – Locatelli – CAP 10B – PT-NBW
5 – Rafaelli – Decathlon – PP-OGN
6 – Bola – CAP 10-B – PT-CAA
7º - João Erick – Decathlon - PT-JEV
8º - Leonardo – RV-4 – PT-EGT
9º - Polaco – Christen Eagle – PP-ZEX
10º - Dudu Venzon – Decathlon – PT-ZPA
Ilimitada
1 – Márcio Oliveira – Sukhoi 26MX – PT-ZCC



Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented