|

Drones começam a ser usados para coleta de dados na Internet das Coisas (IoT)


Drones começam a ser usados para coleta de dados na Internet das Coisas (IoT) ...  



Dublin, Irlanda, Maio de 2017 - Uma solução da AeroVironment e OSIsoft, permite que dados fotográficos, termográficos e de levantamento por vídeo produzidos por drones sejam transformados em big data. Novo sistema já está sendo aplicado na vigilância de estações remotas e torres de linha ...

Fundada em 1977 pelo Dr. Paul MacCready, a AeroVironment é pioneira na criação de veículos de acionamento humano. O portfólio de sucessos da empresa inclui o primeiro veículo a atravessar as 23 milhas do Canal da Mancha, o primeiro veículo movido a energia solar e, desde 1985, UAVs (também chamados de drones). A empresa desenvolveu drones originalmente para os militares e o Departamento de Defesa, mas o valor dos dados visuais coletados por drones criou demanda no setor comercial. Agora, com a ajuda do PI System da OSIsoft, a AeroVironment está descobrindo novas aplicações para os dados de drones.

"Precisamos pensar nos drones como mais um dispositivo móvel em todo o mundo da IoT (Internet das Coisas)", disse Nazlin Kanji, diretor de produtos da AeroVironment, durante a User Conference da OSIsoft de 2017, em São Francisco. "Eles são mais uma fonte de dados e podemos usar esses dados para desenvolver análises." Para produzir inteligência prática usando dados de drone, a AeroVironment criou o Sistema de Apoio à Decisão da AeroVironment (AV SAD).

"Os clientes não estão interessados em dados brutos", observou Kanji. O AV SAD proporciona percepções que funcionam em conjunto com as necessidades do cliente, além de ter sido criado em arquitetura aberta, o que permite o compartilhamento de dados com soluções de parceiros, como o PI System. Com a solução da AeroVironment e OSIsoft, dados fotográficos, termográficos e de levantamento por vídeo produzidos por drones são combinados a dados de sensor do PI System, proporcionando uma camada adicional de valor aos clientes e aumentando a visibilidade operacional.

Com esse fluxo de informações, empresas podem usar dados em tempo real, históricos e visuais do AV SAD e do PI System para obter percepções de maneira antecipada, de modo que possam implementar estratégias de manutenção preventiva para corrigir problemas antes que se tornem catastróficos.

Melhores decisões baseadas em dados
A combinação de dados visuais obtidos por drones com dados de sensores do PI System pode não apenas economizar o dinheiro dos clientes, mas também, salvar vidas. Operários de linhas de serviços públicos (conhecidos como técnicos de linha) têm um entre os dez empregos mais perigosos do mundo. Técnicos de linha são encarregados de realizar inspeção física e reparos em torres e linhas de serviços públicos, o que coloca suas vidas em risco constantemente. A combinação de imagens de drones e dados em tempo real do PI System está melhorando a segurança no trabalho e as estratégias de manutenção desses operários.

Para um cliente, a AeroVironment usou drones para aplicar marcas geográficas nas torres, o que estabeleceu nome e localização de cada uma. Essas marcas visuais foram mapeadas para o AF, onde dados de registro geográfico e imagens visuais coletados por drones foram combinados a dados de sensores do Data Archive. A mistura de informações era apresentada no centro de controle por meio do PI Vision, dando aos técnicos de linha uma visão completa de todos os dados e torres em um único sistema.
Agora os técnicos de linha podem ver e identificar remotamente a origem dos problemas, de modo que precisam realizar inspeções físicas apenas em ativos específicos, diminuindo substancialmente ferimentos e mortes relacionados ao trabalho.

Outros benefícios do uso dos dados
O AV SAD e o PI System também trazem outros benefícios para os clientes da AeroVironment. Dados visuais coletados por drones podem melhorar a segurança de subestações remotas ao identificar invasões ou vândalos, que podem custar aos provedores milhões de dólares em danos. Imagens de sensores e de drones também podem promover uma melhor gestão dos ativos de subestações ao identificar problemas de carga em postes, a fim de determinar se é necessário atualizar ou alterar a infraestrutura. Além disso, os provedores de serviços públicos podem aumentar a conformidade ambiental por meio do monitoramento e controle da vegetação ao redor de sua infraestrutura, identificando quais árvores estão mortas ou sob estresse para que equipes possam eliminar riscos em potencial.

Uma nova e poderosa fonte de dados
Drones são uma nova e poderosa fonte de dados visuais, que podem ser combinados a dados de sensores para permitir uma nova visibilidade sobre o desempenho operacional. Com dados históricos e em tempo real, empresas podem usar essas percepções para tomar decisões melhores e mais fundamentadas em relação ao reparo e à manutenção.

Saiba mais sobre a OSIsoft
Fundada em 1980, a OSIsoft é líder em inteligência operacional e tem como principal produto o PI System, uma das tecnologias mais usadas para a Internet das Coisas na indústria. O sistema captura dados de sensores, equipamentos diversos e transforma em informação para ajudar a reduzir custos, aumentar a produtividade e criar novos serviços. A OSIsoft está presente em 127 países, sendo usada em 95% das grandes empresas de óleo e gás e em mais de 65% das corporações que compõem a lista Fortune 500 com as maiores indústrias. No Brasil, a OSIsoft está presente há mais de dez anos. Mais informações em www.osisoft.com.br  


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos







Publicidade






Recently Added

Recently Commented