|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 14/12/2016 / Anac aprova regra que autoriza aéreas cobrarem por bagagem despachada


Anac aprova regra que autoriza aéreas cobrarem por bagagem despachada ...

Normas foram aprovadas pela agência nesta terça (13); outra regra exige que aéreas devolvam bagagem extraviada em voos domésticos em até sete dias ...
 
Laís Lis ...

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou na manhã desta terça-feira (13) novas normas relativas a direitos e deveres dos consumidores de serviços aéreos. Entre as mudanças aprovadas pela diretoria da agência está a permissão para que as empresas passem a cobrar pelas bagagens despachadas.

As novas regras começam a valer em 90 dias, a partir de 14 de março.

Com isso, a exemplo do que ocorre em outros países, as companhias aéreas poderão criar políticas próprias para despachar bagagens. Atualmente, as empresas são obrigadas a oferecer gratuitamente uma franquia de 23 quilos para passageiros domésticos e de duas malas de 32 quilos para voos internacionais.

A partir de agora, as aéreas poderão estipular franquias menores de bagagem e, em contrapartida, oferecer passagens mais baratas aos consumidores.

Segundo a Anac, apesar da possibilidade de as empresas passarem a cobrar pelo despacho de malas, cada companhia terá autonomia para criar suas regras próprias de bagagens, inclusive, mantendo as franquias atualmente em vigor.

Na prática, a mudança nas regras de bagagem deve impactar principalmente as passagens aéreas promocionais, mais baratas – como já acontece atualmente, por exemplo, nas companhias low-cost (baixo custo) americanas e europeias. A tendência é que as passagens mais caras deem a bagagem despachada como cortesia.

Bagagem de mão
A resolução da diretoria da Anac também aumenta de 5 para 10 quilos o peso máximo das bagagens de mão por passageiro.

As empresas aéreas argumentam que a flexibilização de bagagens vai baratear as passagens de quem não despachar mala.

“Mas esse peso pode ser maior, caso a companhia aérea entenda que é economicamente útil diferenciar o seu serviço das outras”, ponderou o diretor da Anac Ricardo Fenelon.

Recentemente, o presidente da Azul, Antonoaldo Neves, afirmou em Brasília que “quem embarca sem mala paga por quem está com mala, já que as companhias não podem discriminar preço”.

A Anac também reduziu para 7 dias o prazo máximo para a devolução de bagagens extraviadas em casos de voos domésticos e para 21 dias para voos internacionais. Após esse prazo, se a bagagem não for localizada, as empresas aéreas terão no máximo uma semana para indenizar os passageiros.

Nome
A mudança da regra altera também os procedimentos adotados quanto ao nome impresso na passagem aérea. O novo regulamento determina a correção de possíveis erros no preenchimento do nome e do sobrenome até o momento do embarque.

Política de cancelamento
A agência reguladora fixou ainda que o consumidor tem direito a desistir da compra até 24 horas depois de receber o comprovante de compra do bilhete, caso ela seja feita com no mínimo sete dias de antecedência. “Entende-se ser esta a melhor prática regulatória e é a adotada nos Estados Unidos. Estende a todos os consumidores a prática adotada por alguns agentes”, explicou. Nesses casos, os consumidores devem ser ressarcidos integralmente.

Informação
A norma aprovada pela Anac prevê que as empresas aéreas apresentem detalhadamente os valores de todos os serviços contratados pelas empresas, com informações sobre o serviço ofertado e as taxas extras.

A nova regra também proíbe a inclusão de serviços acessórios, como poltrona conforto, sem solicitação do consumidor. "A norma proíbe a contratação automática do serviço. Ele deve ser solicitado pelo passageiro”, afirmou o diretor da Anac, Ricardo Fenelon.

O diretor destacou que a nova norma evita que o consumidor tenha que desmarcar os serviços caso não queira adquiri-los.

Companhias
As companhias aéreas (Gol, Latam e Azul) foram questionadas pelo G1 sobre as novas regras, mas ainda não se pronunciaram.



Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO


Estação antártica brasileira começa a ser reconstruída


Marcelo Leite E Lalo De Almeida Eviados Especiais à Antártida

Começou nesta terça (13) a obra da nova Estação Antártica Comandante Ferraz, que será construída pela empresa chinesa Ceiec (Corporação Chinesa de Importações e Exportações Eletrônicas). A base custará US$ 99,6 milhões.
O projeto arquitetônico é do Estúdio 41, escritório de Curitiba que venceu concurso para escolher a estrutura da nova estação. Ela substituirá a que pegou fogo em 2012 (causando a morte de dois militares da Marinha Brasileira) e os módulos antárticos emergenciais (MAE) que compõem a base atual de operações.
Uma equipe precursora chinesa de 12 pessoas -gerente, tradutor, dois engenheiros e oito técnicos e operadores- desembarcou na enseada Martel, ilha do Rei George, na tarde de segunda-feira (12). A ilha fica perto da ponta da península Antártica, a parte do continente gelado mais próximo da América do Sul.
Já na manhã seguinte o grupo da Ceiec deu início ao trabalho. O gerente Jiao Yang percorreu o terreno com o chefe da EACF, capitão de fragata Rodrigo Kristoschek, no comando desde novembro.
Toda a conversa teve a mediação do tradutor Wang Teng, que se apresenta em português como Tiago. O propósito da caminhada era escolher o local em que será erguido o alojamento chinês de 33 m por 18 m, que precisa ficar pronto até o dia 22.
Em paralelo, outro engenheiro orientava um operador de retroescavadeira a erguer um pequeno barranco na praia de seixos. Ali será fixado o píer para atracação dos botes e barcaças que serão usadas para descarregar do navio Yong Sheng partes da estação fabricadas na China.
Dois mergulhadores brasileiros fizeram as medições de profundidade pedidas pelos chineses, a poucos metros da linha de maré. Vestiam macacões estanques conhecidos como "sapões".
A estação atual não conta com um atracadouro. Todo o desembarque é feito ou com botes (pessoas e bagagens) ou com chatas -pequenas embarcações para transporte de combustível e maquinário.
A chegada do cargueiro Yong Sheng está prevista para quinta-feira (15). Nele virão outros 53 contratados da Ceiec, entre eles dois cozinheiros, e todo o material necessário para a construção.
Nesta primeira fase da obra, que prossegue até o final do verão antártico, em março, haverá finalização apenas das fundações. A montagem do corpo principal da estação, com 4.500 m2 e 17 laboratórios, ocorrerá no verão 2017/18, quando até 90 chineses trabalharão na obra.
TRATADO
Nenhum país possui jurisdição sobre a Antártida, que com 14 milhões de km2 é quase do tamanho da América do Sul. O Tratado Antártico, de 1959, pôs em suspenso todas as pretensões territoriais e destinou o continente à pesquisa científica e à preservação ambiental.
Membros consultivos (com direito a voto) do tratado têm a obrigação de realizar estudos de alto nível na região. As pesquisas têm de ser aprovadas por um comitê científico internacional e, no caso do Brasil, contam com logística fornecida pela Marinha.
A estação é guarnecida por um time permanente de militares, o chamado grupo-base, quase sempre composto por 15 pessoas. Eles permanecem na base o ano todo.
Durante o inverno o "GB" fica isolado, pela impossibilidade de aproximação de navios após o congelamento da baía do Almirantado, onde fica a enseada Martel. O abastecimento é feito por fardos lançados em paraquedas por aviões Hércules C-130 da Força Aérea Brasileira.
Todo o entorno da estação possui áreas protegidas, como aquelas cobertas por musgo. Além dessas plantas simples, só outras duas espécies vegetais são encontradas na Antártida, e só na costa do continente, onde também vivem aves, como pinguins, e vários tipos de foca.
O espaço disponível para a estação, assim, é restrito. Isso cria dificuldades para a obra, pois não sobra muito espaço para mover os vários contêineres espalhados pelo terreno, todo ele coberto de pedras e pedrisco.
Uma das primeiras providências será a derrubada do chamado "garajão". Nesse grande depósito estão guardadas no momento mais de 400 "marfinites", as típicas caixas de plástico branco resistente em que a Marinha transporta boa parte dos suprimentos para a estação.
"Que onça", disse o chefe Kristoschek, usando o jargão da Marinha para situações complicadas.
Os jornalistas Marcelo Leite e Lalo de Almeida viajaram de Punta Arenas até a Antártida a convite da Marinha

PORTAL G-1


Venezuela fecha fronteira com o Brasil por 72h

Cônsul-adjunto diz que medida é ataque a "máfias" de contrabando de moeda. Fronteira com Pacaraima foi fechada às 0h desta terça (13).

Inaê Brandão E Emily Costa

A fronteira de Pacaraima, cidade no Norte de Roraima, com a Venezuela foi fechada às 0h desta terça-feira (13) por ordem do presidente Nicolás Maduro, informou ao G1 o cônsul-adjunto do Consulado da Venezuela em Roraima, José Martinez.
O acesso, que fica a 250 KM de Boa Vista, é o único ponto que liga o Brasil com a Venezuela. Segundo Martinez, a fronteira ficará fechada por 72h e será reaberta às 0h de quinta (15).
A medida, segundo ele, foi publicada em decreto oficial e serve para enfrentar as "máfias" que operam na região e fazem contrabando da moeda venezuelana.
A Venezuela também mandou fechar a fronteira com a Colômbia, com o mesmo objetivo de enfrentar o descaminho de dinheiro.
O presidente Nicolás Maduro mandou, no último domingo (11), recolher todas as notas de 100 bolívares para enfrentar esses supostos grupos colombianos que armazenam o papel-moeda para desestabilizar a economia do país.
A medida para eliminar a nota surge no momento em que o Banco Central da Venezuela anuncia seis novas notas, de 20.000, 10.000, 5.000, 2.000, 1.000 e 500 bolívares, e mais três moedas, de 100, 50 e 10 bolívares, para se adaptar à galopante inflação que afeta o país.
Confome a EFE, Maduro afirmou, em seu programa na emissora de TV estatal, que há bancos nacionais envolvidos e que "a operadora" que dirigiu o plano contra o papel-moeda da Venezuela é uma ONG "contratada pelo Departamento do Tesouro dos Estados Unidos". A nota é a de maior valor em circulação atualmente na Venezuela
"Decidi tirar de circulação as cédulas de 100 bolívares (um dólar equivale na Venezuela a 670 bolívares) nas próximas 72 horas e dar um prazo prudente para que os que possuam cédulas de 100 bolívares o declarem perante os bancos públicos e perante o Banco Central (BCV)", disse Maduro.

Avião com sobreviventes de acidente com Chapecoense pousa em Manaus

Em solo amazonense, avião foi recebido com "saudação de águas". Aeronave com UTI móvel parou na capital amazonense para abastecimento.

O avião que leva o lateral da Chapecoense Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel de volta para Chapecó pousou em Manaus na tarde desta terça-feira (13). A aeronave conta com UTI móvel e parou na capital amazonense para ser abastecida. O voo ainda fará outra parada em Brasília. Os dois estão entre os sobreviventes do acidente com o avião do time catarinense.
A aeronave pousou no Terminal 2 do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, Zona Oeste de Manaus, por volta das 15h (horário de Brasília) e deve decolar cerca de 1 hora depois. Em solo amazonense, a aeronave foi recebida com "saudação de águas" - homenagem da Infraero.
O traslado é feito por uma aeronave VC-99 Legacy com duas UTIs móveis e o acompanhamento de médicos da Chapecoense e da FAB. A previsão é que chegue a Chapecó (SC) por volta das 21h (horário de Brasília).
Goleiro transferido
O goleiro Jackson Follmann foi o primeiro dos sobreviventes do trágico acidente a retornar ao Brasil, na noite de segunda-feira (12). O jogador Neto, outro sobrevivente da queda do avião, não tem previsão de alta.
Follman foi transportado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) móvel. O goleiro, de 24 anos, teve parte da perna direita amputada e apresentou boa recuperação. Ele chegou a São Paulo no início da madrugada desta terça-feira (13). O avião, equipado com uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), pousou no Aeroporto de Congonhas à 0h20.
Acidente
O voo que transportava a equipe da Chapecoense partiu na noite de segunda-feira de Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em direção a Medellín. Segundo a imprensa local, a aeronave perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília), entre as cidades de La Ceja e Abejorral, e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.
Segundo autoridades colombianas, há 71 mortos e seis sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

Paraguai diz que Venezuela "não está convidada" para reunião do Mercosul

Ministra de Relações Exteriores venezuelana disse que iria à próxima reunião do bloco, mas chanceler paraguaio afirma que ela não será recebida.

Por Agencia Efe

O governo do Paraguai disse nesta terça-feira (13) que a ministra das Relações Exteriores da Venezuela, Delcy Rodríguez, não participará da reunião de chanceleres do Mercosul, que será realizada na quarta-feira em Buenos Aires, por não estar convidada, já que o bloco suspendeu seu país no exercício de seus direitos.
"Ela (Delcy Rodríguez) não está convidada. O governo venezuelano não está convidado", afirmou hoje o chanceler paraguaio, Eladio Loizaga, aos jornalistas em Assunção.
O chanceler acrescentou que "a decisão tomada em 2 de dezembro suspendeu a Venezuela de seus direitos e, portanto, o país não pode participar dessa reunião".
Delcy Rodríguez disse no fim de semana que assistiria à reunião de chanceleres do Mercosul na capital argentina para levar uma mensagem de "integração".
Loizaga ressaltou que a ministra venezuelana pode comparecer ao local do encontro e se reunir "bilateralmente" com sua equivalente argentina, Susana Malcorra, mas ressaltou que sua participação na reunião de chanceleres não será aceita.
"Não vai participar, e se participa, nós não aceitaríamos, se quer participar não vamos aceitar, porque é uma decisão tomada", disse Loizaga.
Suspensão
No dia 2 de dezembro, os países fundadores do Mercosul, Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai, comunicaram à Venezuela que a suspendiam de exercer seus "direitos inerentes" como Estado-parte do bloco, por ter descumprido o Protocolo de Adesão.
A Venezuela rejeitou o anúncio e, após assegurar que esta decisão é "ilegal", afirmou que seguiria no bloco ocupando a presidência rotativa.
Além disso, o governo venezuelano assegurou que seu país incorporou 1.479 normas do Mercosul à sua legislação interna, o que equivale a 95% do conjunto de leis que os Estados devem cumprir para sua adesão ao bloco.
Os chanceleres do Mercosul se reunirão em Buenos Aires para começar a debater o plano de ação do primeiro semestre de 2017, período no qual a Argentina exercerá a presidência rotativa do bloco, que assumirá em 1º de janeiro, sem a realização da tradicional cúpula de presidentes.

Anac aprova regra que autoriza aéreas cobrarem por bagagem despachada

Normas foram aprovadas pela agência nesta terça (13); outra regra exige que aéreas devolvam bagagem extraviada em voos domésticos em até sete dias.

Por Laís Lis, G1, Brasília

Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aprovou na manhã desta terça-feira (13) novas normas relativas a direitos e deveres dos consumidores de serviços aéreos. Entre as mudanças aprovadas pela diretoria da agência está a permissão para que as empresas passem a cobrar pelas bagagens despachadas. As novas regras começam a valer em 90 dias, a partir de 14 de março.
Com isso, a exemplo do que ocorre em outros países, as companhias aéreas poderão criar políticas próprias para despachar bagagens. Atualmente, as empresas são obrigadas a oferecer gratuitamente uma franquia de 23 quilos para passageiros domésticos e de duas malas de 32 quilos para voos internacionais.
A partir de agora, as aéreas poderão estipular franquias menores de bagagem e, em contrapartida, oferecer passagens mais baratas aos consumidores.
Segundo a Anac, apesar da possibilidade de as empresas passarem a cobrar pelo despacho de malas, cada companhia terá autonomia para criar suas regras próprias de bagagens, inclusive, mantendo as franquias atualmente em vigor.
Na prática, a mudança nas regras de bagagem deve impactar principalmente as passagens aéreas promocionais, mais baratas – como já acontece atualmente, por exemplo, nas companhias low-cost (baixo custo) americanas e europeias. A tendência é que as passagens mais caras deem a bagagem despachada como cortesia.
Bagagem de mão
A resolução da diretoria da Anac também aumenta de 5 para 10 quilos o peso máximo das bagagens de mão por passageiro.
As empresas aéreas argumentam que a flexibilização de bagagens vai baratear as passagens de quem não despachar mala.
“Mas esse peso pode ser maior, caso a companhia aérea entenda que é economicamente útil diferenciar o seu serviço das outras”, ponderou o diretor da Anac Ricardo Fenelon.
Recentemente, o presidente da Azul, Antonoaldo Neves, afirmou em Brasília que “quem embarca sem mala paga por quem está com mala, já que as companhias não podem discriminar preço”.
A Anac também reduziu para 7 dias o prazo máximo para a devolução de bagagens extraviadas em casos de voos domésticos e para 21 dias para voos internacionais. Após esse prazo, se a bagagem não for localizada, as empresas aéreas terão no máximo uma semana para indenizar os passageiros.
Nome
A mudança da regra altera também os procedimentos adotados quanto ao nome impresso na passagem aérea. O novo regulamento determina a correção de possíveis erros no preenchimento do nome e do sobrenome até o momento do embarque.
Política de cancelamento
A agência reguladora fixou ainda que o consumidor tem direito a desistir da compra até 24 horas depois de receber o comprovante de compra do bilhete, caso ela seja feita com no mínimo sete dias de antecedência. “Entende-se ser esta a melhor prática regulatória e é a adotada nos Estados Unidos. Estende a todos os consumidores a prática adotada por alguns agentes”, explicou. Nesses casos, os consumidores devem ser ressarcidos integralmente.
Informação
A norma aprovada pela Anac prevê que as empresas aéreas apresentem detalhadamente os valores de todos os serviços contratados pelas empresas, com informações sobre o serviço ofertado e as taxas extras.
A nova regra também proíbe a inclusão de serviços acessórios, como poltrona conforto, sem solicitação do consumidor. "A norma proíbe a contratação automática do serviço. Ele deve ser solicitado pelo passageiro”, afirmou o diretor da Anac, Ricardo Fenelon.
O diretor destacou que a nova norma evita que o consumidor tenha que desmarcar os serviços caso não queiram adquiri-los.
Companhias
As companhias aéreas (Gol, Latam e Azul) foram questionadas pelo G1 sobre as novas regras, mas ainda não se pronunciaram.

Com concorrência de 113 por vaga, ITA aplica provas do vestibular

Estudantes iniciam maratona de provas a partir desta terça-feira (13). Vestibular será dividido em quatro dias e aplicado até sexta-feira (16).

Do G1 Vale Do Paraíba E Região

Cerca de 12,4 mil estudantes iniciam nesta terça (13) as provas do vestibular 2016 do Instituto de Tecnológico de Aeronáutica (ITA), um dos mais concorridos do país. Neste ano, a concorrência no ITA será de 113 candidatos por vaga. Em 2015, eram 90 inscritos por vaga.
As provas que começam nesta terça serão aplicadas em quatro dias - até sexta-feira (16) - em 23 cidades dos país. São 12,4 mil alunos disputando 110 vagas nos seis cursos de graduação oferecidos pelo ITA: engenharia mecânica-aeronáutica, eletrônica, computação, aeroespacial, civil-aeronáutica e aeronáutica.
Nesta edição, o número de inscrições teve leve retração na comparação com o último vestibular, quando houve recorde de 12,5 mil candidatos inscritos. Mesmo com menos de candidatos, a concorrência será maior pela queda na oferta de vagas, 30 a menos do que a última edição.
As inscrições de alunos de escolas particulares representam 61% das 12,4 mil - cerca de 7,5 mil. Os alunos de instituições públicas são 39% - 4,9 mil. São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza são as que concentram a maior parte dos candidatos. São 1,8 mil candidatos da capital paulista, 1,2 mil do Rio e mil da cidade do Ceará. São José dos Campos, sede do ITA, tem 993 inscritos.
O ITA é um dos vestibulares mais concorridos do país na área de engenharia e oferece seis cursos na graduação: Engenharia Aeronáutica; Engenharia Eletrônica; Engenharia Mecânica-Aeronáutica; Engenharia Civil-Aeronáutica; Engenharia de Computação e Engenharia Aeroespacial.
Além de São José, sede do instituto, o vestibular será aplicado em outras 22 cidades no país: Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Goiânia, Juiz de Fora, Londrina, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, São José do Rio Preto, Salvador, São Paulo, Teresina e Vitória.

AGÊNCIA BRASIL


Temer homenageará colombianos que se solidarizaram com tragédia da Chapecoense


Paulo Victor Chagas

O presidente Michel Temer vai homenagear, nos próximos dias, as autoridades e cidadãos colombianos que demonstraram solidariedade com o Brasil após o acidente com o voo da Chapecoense, que matou 71 pessoas no último dia 29 de novembro. Duas condecorações serão concedidas a colombianos que atuaram no resgate das vítimas e participaram da cerimônia no estádio Atanasio Girardot, em Medellín. Um dia depois da tragédia, no local que seria o palco da final entre a Chapecoense e o Atlético Nacional, as autoridades colombianas conduziram uma emocionante cerimônia de homenagem às vítimas, com a presença de mais de 40 mil pessoas.
Além da Ordem do Mérito da Defesa, que premia personalidades civis e militares que prestaram serviços às Forças Armadas, o governo vai entregar a Ordem de Rio Branco, considerada a mais alta condecoração da diplomacia brasileira. Serão homenageados o ministro da Defesa da Colômbia, Luís Carlos Villegas Echeverri, o diretor da Polícia Nacional da Colômbia, Jorge Hernando e o comandante da Força Aérea Colombiana, Carlos Eduardo Bueno Vargas.
O prefeito de Medellín, Federico Gutierrez, e outros cidadãos que auxiliaram no resgate das vítimas também receberão as comendas. Na semana passada, o Ministério do Esporte concedeu a Cruz e a Medalha do Mérito Desportivo ao Club Atlético Nacional, equipe que disputaria a final da Copa Sul-Americana contra a Chapecoense. Após o acidente, o time solicitou à Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) que a equipe catarinense fosse reconhecida como campeã do torneio. Os familiares das vítimas já receberam a mesma condecoração.
Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) deve realizar o transporte dos colombianos que confirmarem presença no evento, previsto para a próxima sexta-feira (16) no Palácio do Planalto. Hoje (13), três sobreviventes da queda do avião desembarcaram no Brasil e devem continuar o tratamento médicos iniciado na Colômbia.
Edição: Amanda Cieglinski

AGÊNCIA CÂMARA


Comissão discute nesta quarta o Programa Nuclear Brasileiro


Da Redação - Rl

 A Comissão de Fiscalização Financeira e Controle reúne-se nesta quarta-feira (14) para acompanhar a apresentação do Programa Nuclear Brasileiro.
Foram convidados:
- o diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha, almirante de esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Júnior;
- o diretor do Centro Tecnológico da Marinha em São Paulo, contra-almirante André Luis Ferreira Marques; e
- o secretário da Comissão Interministerial para os Recursos do Mar, contra-almirante Renato Batista de Melo.
A reunião será realizada às 11 horas, no plenário 9.


PORTAL EXAME.COM


GOL divulga os resultados prévios de tráfego do mês de novembro de 2016


SÃO PAULO, 13 de dezembro de 2016 A GOL Linhas Aéreas Inteligentes S.A. (“GLAIrdquo;), (BMFBOVESPA: GOLL4 e NYSE: GOL), (SP: CCC, Fitch: CC e Moody’s: Caa3), o maior grupo brasileiro de serviços de transporte aéreo e viagens, anuncia os números prévios de tráfego do mês de novembro e do acumulado de 2016. As comparações referem-se ao mesmo período de 2015.
Destaques GOL
O volume de decolagens no sistema total reduziu 19,4% e o total de assentos disponibilizados ao mercado recuou 19,0% no mês de novembro. No acumulado de 2016, o volume de decolagens e o total de assentos decresceram 17,0% e 16,7%, respectivamente.
A oferta no mercado doméstico reduziu 4,9% em novembro comparado ao mesmo período de 2015. No acumulado do ano até novembro, a capacidade reduziu 5,4% frente aos 11 primeiros meses de 2015.
A demanda doméstica aumentou 0,7% no mês, levando a taxa de ocupação para 78,0% ou 4,4 p.p. superior quando comparada ao mesmo período de 2015. Até o mês de novembro, a demanda doméstica recuou 5,7%, com uma taxa de ocupação de 77,8%.
A oferta e a demanda da GOL no mercado internacional em novembro de 2016 reduziram 17,0% e 9,9%, respectivamente, levando a taxa de ocupação para 75,9%, aumento de 6,0 p.p. em relação ao mesmo período de 2015. No acumulado do ano, a oferta apresentou queda de 17,6%, enquanto que a demanda recuou 14,2%, o que resultou em uma taxa de ocupação 3,0 p.p superior e registrando 74,6%.

PORTAL IG -ÚLTIMO SEGUNDO


Sobreviventes da Chapecoense, Alan Ruschel e Rafael Henzel chegam a Chapecó

Dos quatro brasileiros que saíram com vida da tragédia aérea, apenas o zagueiro Neto segue na Colômbia

Por Ig São Paulo

ImagemMais dois sobreviventes da tragédia com o avião da Chapecoense desembarcaram no Brasil na noite desta terça-feira: o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel. Eles chegaram por volta das 21h30 (de Brasília) no aeroporto de Chapecó e foram direto para o Hospital da Unimed, onde continuarão seus respectivos tratamentos.
A aeronave VC-99 Legacy da FAB (Força Aérea Brasileira), equipada com UTIs móveis, decolou da Colômbia pela manhã e fez escalas em Manaus e Brasília antes de seguir para Santa Catarina. Outro sobrevivente da Chapecoense, o goleiro Follmann, já havia desembarcado em solo brasileiro e está em São Paulo. Já o zagueiro Neto continua na cidade colombiana de Rionegro e deve retornar nos próximos dias.
Ambos não tiveram qualquer contato com a imprensa.
Ainda no aeroporto, o médico da Força Nacional do SUS, Luiz Edgar Leão Tolini, os dois apresentam quadro de saúde estável e até caminharam pelo avião durante o voo. "Eles passaram bem durante o voo, não demonstraram medo durante a viagem e conversaram entre si".
Não existe uma previsão de estadia da dupla no hospital de Chapecó. Alan Ruschel e Rafael Henzel ficarão em quartos de isolamento no setor C no hospital, onde seguirão sendo acompanhados por uma grande equipe médica, podendo receber visitas somente de pessoas autorizadas pelas famílias.
Follmann passou por nova cirurgia
Primeiro sobrevivente a retornar para o Brasil, o goleiro Jackson Follmann foi submetido a uma cirurgia na vértebra na tarde desta terça-feira, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. De acordo com o novo boletim médico divulgado, a intervenção aconteceu sem qualquer intercorrência.
O jogador já havia passado por uma cirurgia quando estava na Colômbia, amputando parte da sua perna direita. Follmann foi uma das seis pessoas retiradas com vida na tragédia aérea que matou 71 pessoas em território colombiano, onde a equipe da Chapecoense jogaria a final da Copa Sul-Americana diante do Atlético Nacional. Além dele, também sobreviveram o lateral Alan Ruschel, o zagueiro Neto, o jornalista Rafael Henzel, a comissária de bordo Ximena Suárez e o técnico da aeronave Erwin Tumiri.

JORNAL O TEMPO (MG)


Pelo segundo dia seguido, Aeroporto de Confins opera por instrumentos

Até as 12h desta terça-feira (13), foram registrados 10 voos atrasados e dois cancelados

Camila Kifer

Pelo segundo dia consecutivo, o tempo chuvoso faz com que o Aeroporto Internacional de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, opere por instrumentos. Até 10h, segundo informou a BH Airport, que gerencia o terminal, havia dois voos cancelados e 10 atrasados.
Já na parte da tarde a situação se normalizou e o aeroporto voltou a operar visualmente. Às 16h30 haviam apenas três chegadas e três partidas em atraso.
Nessa segunda (12), em pleno aniversário de 119 anos de Belo Horizonte, o aeroporto registrou mais de 90 voos atrasos.
Sem equipamento
Segundo o professor Deusdedit Carlos Reis, do curso de ciências aeronáuticas da Fumec, essa situação seria minimizada se Confins tivesse um sistema de pouso por instrumentos mais moderno.
“Hoje, o aeroporto trabalha com o ILS categoria I (Instrument Landing System), que conduz a aeronave a até 60 metros do solo. Curitiba e Galeão já têm o ILS categoria II, que traz o avião até 30 metros. Guarulhos instalou o ILS III, que leva a aeronave por instrumentos até o solo”, detalhou.
O diretor de operações de Confins, Daniel Bircher, disse que um estudo da Aeronáutica não apontou a necessidade da instalação do ILS II no terminal, já que em apenas 0,75% dos dias do ano o aeroporto fica fechado por causa de nevoeiros. O aparelho custa entre R$ 15 milhões e R$ 20 milhões.
Caos da chuva
Em Belo Horizonte, o temporal que atingiu a capital mineira durante a noite dessa segunda também alagou ruas e avenidas das regiões da Pampulha e de Venda Nova. Na última, a avenida Vilarinho foi a mais atingida. Além de alagar a via, que mais parecia com um rio, carros foram arrastados pela enxurrada e passageiros da linha 62 do Move (Floresta/ Estação Venda Nova) ficaram ilhados.
Na manhã desta terça, duas irmãs foram arrastadas por enxurradas na rua Expedicionário Jesus Ramos, no bairro Jardim Felicidade, na Região Norte de Belo Horizonte. As crianças foram socorridas e encaminhadas para Hospital Risoleta Toletino Neves com quadro de parada cardiorrespiratória, conforme os militares do Corpo de Bombeiros.
(Com informações de Gláucio Castro)

PORTAL BRASIL


Inscrições para profissionais de saúde da FAB terminam quinta-feira (15)

Vagas são para Rio de Janeiro e Petrópolis (RJ); Santa Tereza (ES); Belo Horizonte e Barbacena (MG)

Interessados em participar do processo seletivo para a incorporação de profissionais médicos, farmacêuticos e dentistas do Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR), no Rio de Janeiro, têm até quinta-feira (15) para fazer a inscrição.
As vagas são para as localidades de Rio de Janeiro e Petrópolis (RJ); Santa Tereza (ES); Belo Horizonte e Barbacena (MG).
De acordo com as orientações divulgadas, serão selecionados médicos nas especialidades de clínica médica, otorrinolaringologia, psiquiatria, anestesiologia, cirurgia geral, ginecologia e obstetrícia, dermatologia, radiologia, urologia, medicina do trabalho, pediatria e radiologia.
Em relação aos dentistas, as vagas são para as especialidades de clínica odontológica, periodontia, radiologia odontológica e imagionologia, endodontia, odontopediatria, prótese dental, ortodontia e cirurgia buco-maxilo-facial. As especialidades para os farmacêuticos são bioquímica e hospitalar.
Incorporação
Ainda de acordo com as instruções, os candidatos selecionados serão incorporados à Força Aérea Brasileira (FAB), em fevereiro de 2017, no posto de Aspirante a Oficial do quadro QOCon MFDV. Eles participarão da primeira fase do Estágio de Adaptação e Serviço (EAS), por aproximadamente 60 dias corridos, nas localidades pretendidas.
Depois, serão designados para prestar serviço nas diversas organizações militares do III COMAR a fim de cumprirem a segunda e a terceira fase do programa de estágio.
As Orientações Específicas e outras informações estão disponíveis no site do COMAR 3, no link SERMOB-3.

OUTRAS MÍDIAS


WWW.SONOTICIAS.COM.BR (MT)


Soldado da FAB que residia no Nortão morre em acidente na BR-163 no Pará

Herbert de Souza
Willian Bezerra de Sousa, 22 anos, morreu, ontem, em um acidente envolvendo um Fiat Uno branco, que ele dirigia, e uma caminhonete GM D10, azul. A colisão frontal ocorreu na BR-163, no Pará, a cerca de 35 quilômetros da divisa com Guarantã do Norte (252 quilômetros de Sinop), nas proximidades da base aérea localizada na Serra do Cachimbo. O jovem não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.
O policial rodoviário federal Lizio Carlos confirmou, ao Só Notícias, que na caminhonete estavam duas pessoas que tiveram lesões leves e foram encaminhadas para um hospital na região. O estado atual de saúde das vítimas não foi informado.
Lizio explicou, com base em informações de testemunhas, que o Fiat Uno seguia sentido Pará, quando rodou na pista e possivelmente invadiu a pista contrária, atingindo a caminhonete que seguia em sentido inverso. Segundo ele, chovia muito no momento do acidente. A versão contada por testemunhas ainda será investigada e as responsabilidades pelo acidente passam a ser apuradas.
Segundo a funerária Memorial, Willian era soldado da Força Aérea Brasileira (FAB) e morava em Guarantã do Norte. Ele está sendo velado na capela da funerária no município e o sepultamento está previsto para hoje, às 18h30.

BARBACENAONLINE


Cerimônia no Pátio da Bandeira marca formatura de alunos na Epcar

Cento e cinquenta alunos, entre 17 e 21 anos
Da Redação
A Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) forma 158 alunos em cerimônia realizada a partir das 09h de sábado (17). A turma ‘ODIN’ é composta por jovens do sexo masculino com faixa etária entre 17 e 21 anos, oriundos de diversas regiões do país.
A cerimônia será marcada por alguns ritos simbólicos, dentre eles, a passagem do Estandarte da Escola, que é feita pelo líder do Corpo de Alunos ao primeiro colocado do segundo Esquadrão. A condução do Estandarte é honra concedida ao Aluno primeiro colocado do terceiro ano, posição alcançada pelo discente que mais se destaca nas avaliações intelectuais, físicas e militares.
Na solenidade estarão presentes autoridades civis e militares, entre elas o Tenente­-Brigadeiro do Ar Dirceu Tondolo Nôro e o Major-­Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira, atuais Diretor­geral e Vice­diretor do Departamento de Ensino da Aeronáutica (DEPENS) respectivamente. Após chegar à AFA, o jovem passa por uma adaptação de aproximadamente 40 dias e, tendo concluído o estágio com sucesso, é declarado Cadete da Aeronáutica. Os cadetes passam quatro anos no curso de formação de nível superior em Administração Pública e Ciências Aeronáuticas, com habilitação em Aviação Militar.
Com informações da Seção de Comunicação Social/EPCAR

SRZD (RJ)


Comandante do Exército: A voz do equilíbrio

Por Sidney Rezende
Nas minhas palestras, textos e vídeos, tenho feito apelo no sentido de buscarmos a “razão”, “sensatez”, “equilíbrio de pensamento e ação”, “tranquilidade” e “respeito ao outro” como elementos indispensáveis para ajudar a tirar o Brasil da crise. Em resumo, um apelo à união.
Reconheço que cresce o pensamento oposto. Multiplicam os que pensam ser a saída o “radicalismo”, “ódio”, “agressividade”, “acusações contra terceiros sem provas”. Neste aspecto, sou absolutamente legalista. A polícia investiga, a Justiça pune. Lógico, as duas instituições precisam exercer suas atribuições, de fato. E não de “mentirinha”.
A saída – neste momento – é o centro com o devido respeito às boas intenções que possam existir na cabeça dos extremistas de esquerda e de direita. E por que isso? Pela simples razão de que os interesses do Brasil têm que ser colocados acima dos nossos individuais. Angustia o alto número de trabalhadores desempregados e a aflição destes brasileiros em precisar colocar comida na mesa da família, e isso não ser possível. Resolver isso é o mais importante. Caso contrário, veremos aumentar os bolsões de pobreza.
Esta longa introdução é para elogiar a postura absolutamente séria, honesta, franca e necessária do atual comandante do Exército, general Eduardo Villas Bôas, quando ele diz que há “chance zero” de setores das Forças Armadas, principalmente da ativa, mas também da reserva, se encantarem com a volta dos militares ao poder.
O senso de responsabilidade de todos os militares exige mesmo uma postura mais racional em contraponto a atitudes emocionais que encontramos nas ruas. Afinal, o gaúcho Eduardo Dias da Costa Villas Bôas, 63 anos, é o chefe de 217 mil militares. A tropa não pode flertar com aventuras.
Ele acerta novamente quando identifica “tresloucados” ou “malucos” civis que, vira e mexe, batem à sua porta cobrando intervenção no caos político. Em entrevista à colega Eliane Cantanhêde, do “Estadão”, ele esclareceu melhor o que pensa. “Esses tresloucados, esses malucos vêm procurar a gente aqui e perguntam: ‘Até quando as Forças Armadas vão deixar o país afundando? Cadê a responsabilidade das Forças Armadas?’” E o que ele responde? “Eu respondo com o artigo 142 da Constituição. Está tudo ali. Ponto”. (Art. 142. As Forças Armadas, constituídas pela Marinha, pelo Exército e pela Aeronáutica, são instituições nacionais permanentes e regulares, organizadas com base na hierarquia e na disciplina, sob a autoridade suprema do Presidente da República, e destinam-se à defesa da Pátria, à garantia dos poderes constitucionais e, por iniciativa de qualquer destes, da lei e da ordem.
Numa outra ocasião – no ano passado – o comandante também deixou claro o caráter legalista dos militares. “Há uma atenção do Exército. Eu me pergunto: o que o Exército vai fazer? O Exército vai cumprir o que a Constituição estabelece. Não cabe a nós sermos protagonistas neste processo. Hoje o Brasil tem instituições muito bem estruturadas, sólidas, funcionando perfeitamente, cumprindo suas tarefas, que dispensam a sociedade de ser tutelada. Não cabem atalhos no caminho”.
Prossegue o general: “A gente encarna uma referência de valores da qual a sociedade está carente. Não tenho dúvida. A sociedade esgarçou seus valores, essa coisa se perdeu. Essa é a principal motivação de quererem a volta dos militares. Mas nós estamos preocupados em definirmos para nós a manutenção da estabilidade, mantendo equidistância de todos os atores. Somos uma instituição de Estado. Não podemos nos permitir um descuido e provocar alguma instabilidade. A segunda questão é a legalidade. Uma instituição de Estado tem de atuar absolutamente respaldada pelas normas em todos os níveis. Até para não termos problemas com meu pessoal subordinado. Vai cumprir uma tarefa na rua, tem um enfrentamento, fere, mata alguém, enfim… não está respaldado. E aí, daqui a pouco, tem alguém meu submetido na Justiça a júri popular. Terceiro fator: legitimidade. Não podemos perder legitimidade. O Exército tem legitimidade por quê? Porque contribui para a estabilidade, porque só atua na legalidade. Pelos índices de confiabilidade que a sociedade nos atribui, as pesquisas mostram repetidamente, colocam as Forças Armadas em primeiro lugar. E, por fim, essa legitimidade vem também da coesão do Exército. Um bloco monolítico, sem risco de sofrer qualquer fratura vertical. Por isso, as questões de disciplina, de hierarquia, de controle são tão importantes para nós. O Exército está disciplinado, está coeso, está cumprindo bem o seu papel”.
Ideias mais claras, impossível. Falas oportunas.

METROPOLES (DF)


Avião com sobreviventes da tragédia da Chapecoense faz pouso no DF

De dentro do avião, o jornalista Rafael Henzel cumprimentou a imprensa e mostrou a camisa do Atlético Nacional de Medellín
Daniel Ferreira e Kelly Almeida
ImagemUma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB) com dois dos sobreviventes da queda do avião da LaMia parou em Brasília, na tarde desta terça-feira (13/12), para abastecimento e troca da tripulação. Na aeronave, estavam o lateral da Chapecoense Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel. Os dois deixaram a Colômbia nesta terça e chegam a Chapecó (SC) pouco antes das 21h, no horário de Brasília. Também houve escala em Manaus.
De dentro do avião, Henzel cumprimentou a imprensa e mostrou a camisa do Atlético Nacional de Medellín pela janela. Um médico ortopedista acompanha os dois sobreviventes. A aeronave da FAB é adaptada com uma unidade de terapia intensiva (UTI) que permite aos dois sobreviventes ficarem deitados.
Em Chapecó, Ruschel e Henzel continuarão recebendo tratamento médico. Na segunda-feira (12), o goleiro Jackson Follmann chegou em São Paulo, onde segue em acompanhamento. Agora, dos quatro brasileiros sobreviventes da tragédia, apenas o zagueiro Neto continua internado na Colômbia.
O avião que levava os jogadores da Chapecoense a Medellín, na Colômbia, onde a equipe disputaria a primeira partida da final Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, caiu próximo ao aeroporto internacional da cidade na madrugada de 29 de novembro. Com o acidente, 71 pessoas morreram.


SPORTV


Alan Ruschel e Rafael Henzel chegam a Chapecó e já estão em hospital

Avião com o lateral e o jornalista pousou nesta terça-feira, vindo de Brasília. Dupla
vai continuar tratamento médico em clínica da cidade nos próximos dias
Por SporTV.com
Chapecó, SC
ImagemO avião com o lateral Alan Ruschel e o jornalista Rafael Henzel pousou na noite desta terça-feira na cidade de Chapecó. Os dois foram encaminhados para um hospital na cidade, para mais exames e seguir o tratamento na cidade, ao lado dos familiares e amigos. A dupla viajou acompanhada de suas esposas e do médico Carlos Mendonça, representante da Chapecoense, além de toda a equipe médica da FAB.
O voo saiu de Rio Negro, na manhã desta terça-feira, fez escalas em Manaus e em Brasília, antes de chegar a Chapecó. Após o pouso, os dois foram transportados do avião para uma ambulância em macas. Rafael Henzel ainda se recupera da fratura de sete costelas, ainda de outra fratura no pé direito. Alan Ruschel teve uma lesão na coluna e passou por cirurgia ainda na Colômbia. Além disso, teve uma infecção urinária, que está sob controle.
- É muito emocionante, estou chorando. É lindo, maravilhoso. Agora estou chorando de alegria, feliz por ele estar de volta. Muito obrigada a todos - disse a esposa de Rafael Henzel, Jussara Dercino.
Amigo de infância de Alan Ruschel, Anderson dos Santos se emocionou muito com o retorno do jogador ao Brasil.
- É uma alegria, é difícil falar. Eu fui um dos primeiros a receber a notícia. Por um momento, pensei que tinha perdido ele. Graças a Deus, ele foi iluminado. Eu estou feliz só de poder entrar no quarto, dar um beijo, um abraço nele.
No hospital, Rafael e Alan foram recebidos por familiares, amigos e moradores de Chapecó. Os dois saíram de suas ambulâncias sob os gritos de "o campeão voltou".
Neste momento, são três sobreviventes da queda do avião da Chapecoense que já estão no Brasil. Apenas o zagueiro Neto segue internado na Colômbia. Na segunda-feira, o goleiro Follmann foi transferido para São Paulo, onde passou por uma cirurgia na coluna cervical nesta terça e passa bem.
O avião que levava a delegação da Chapecoense para a disputa da Sul-Americana, em Medellín, caiu no dia 29 de novembro, a poucos minutos da chegada na cidade colombiana. O acidente deixou 71 mortos, entre eles 19 jogadores. Além dos três jogadores da Chape e do jornalista Rafael Henzel, dois tripulantes bolivianos sobreviveram.

SPORTV


No avião, médico posta foto com Alan e Henzel com camisa do Nacional

Jogador e jornalista chegam no Brasil nesta terça-feira em avião da FAB
Por SporTV.com
Medellín, Colômbia
ImagemO médico intensivista Edson André Stakonski publicou nesta terça-feira uma foto com o jogador Alan Ruschel e com o jornalista Rafael Henzel no avião, antes de iniciarem a viagem de volta ao Brasil. Na aeronave da Força Aérea Brasileira, Henzel aparece na imagem com a camisa do Atlético Nacional.
Depois de sair da Colômbia, o avião ainda vai parar em Manaus e Brasília, antes de chegar a Chapecó, por volta de 21h30 da noite desta terça-feira. O goleiro Jackson Follmann já está em São Paulo, no Hospital Albert Einstein, onde realizou uma cirurgia na coluna cervical. O único brasileiro que permanece na Colômbia é o zagueiro Neto, que já respira sem a ajuda de aparelhos e mudou da unidade intensiva para a semi-intensiva.
Quando chegarem a Chapecó, Alan Ruschel e Rafael Henzel irão para um hospital de um rede privada para continuar o acompanhamento médico. A unidade já está mobilizada para dar seguimento ao processo de recuperação dos dois sobreviventes do trágico acidente com o avião da Chapecoense, ocorrido há quinze dias. A diretoria Carolina Ponzi destacou que todos os profissionais necessários para atender aos pacientes estarão à disposição no centro médico. Ela ainda ressaltou que Ruschel e Henzel contarão com privacidade em função da exposição da tragédia. A diretora afirmou também que os dois poderão voltar às suas casas assim que tiverem condições clínicas. A médica, no entanto, preferiu não fazer previsões de quando eles serão liberados e disse que só saberá após a chegada e a avaliação dos sobreviventes.




Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented