|

NOTIMP - Noticiário da Imprensa - 27/06/2016 / Portugal e EUA estudam criação de base espacial no aeroporto das Lajes


Portugal e EUA estudam criação de base espacial no aeroporto das Lajes ...


Centro internacional de investigação para o clima, energia, espaço e oceanos vai nascer nos Açores em 2017 ...

Virgílio Azevedo ...

A criação de uma base espacial no Aeroporto Internacional das Lajes, na ilha Terceira, onde possam ser feitos lançamentos low cost de foguetões com microsatélites e grandes constelações de satélites, está a ser estudada pelo Ministério da Ciência, governo regional dos Açores, NASA, agência americana de meteorologia e oceanos (NOAA), Departamento de Energia dos EUA, dez universidades portuguesas e americanas e várias empresas.

A base espacial é a principal componente do projeto de instalação de um grande centro de investigação internacional nos Açores, que começou a ser publicamente discutido a 10 de junho nas celebrações do Dia de Portugal em Nova Iorque, numa conferência que reuniu responsáveis de todas estas instituições e empresas.

E que vai continuar com novas conferências a 27 de junho na Universidade dos Açores, em Ponta Delgada, a 4 de julho em Lisboa, a 19 de setembro em Bruxelas e em novembro e dezembro em três universidades americanas que têm parcerias com Portugal: o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) e as universidades do Texas em Austin e Carnegie Mellon.

O centro de investigação vai chamar-se AIR Center (Azores International Research Center) e o objetivo é desenvolvê-lo em infraestruturas já existentes no arquipélago dos Açores, como o aeroporto das Lajes, as instalações de medição da radiação atmosférica do Departamento de Energia do Governo dos EUA na ilha Graciosa ou o Departamento de Oceanografia e Pesca (DOP) da Universidade dos Açores na ilha do Faial.

Note-se que os Açores acolhem também estações da Rede Atlântica de Estações Geodinâmicas Espaciais nas ilhas das Flores e de Santa Maria, a Estação de Rastreio de Satélites da Agência Espacial Europeia (ESA) e a Estação Sensor Galileu (o GPS europeu), igualmente em Santa Maria.

“A evolução da tecnologia tem sido muito rápida e permitiu democratizar o acesso ao espaço”, afirma ao Expresso o ministro da Ciência. Manuel Heitor (ver entrevista) recorda que “há cinco anos o lançamento de um satélite custava no mínimo quatro milhões de euros e hoje custa apenas 150 mil, enquanto os satélites mais pequenos pesavam 50kg e hoje pesam 1kg”.

A tendência na indústria é colocar constelações de satélites no espaço, pelo que “ter uma base espacial no meio do Atlântico, numa localização muito favorável para esse tipo de lançamentos, é uma grande vantagem. E o aeroporto das Lajes tem todas as infraestruturas adequadas e espaço aéreo livre para acolher uma base de acesso low cost ao espaço”.

Sete projetos em discussão
Além da base espacial, que poderá ter o nome de Atlantic Spaceport, estão em discussão mais seis projetos. Um deles é o ASORES, Plano de Ação para a Sustentabilidade, Proteção Operacional e Resiliência da Terra e dos Sistemas Espaciais, promovido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), NASA, ESA, Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) e consórcio empresarial C3P.

O outro é a instalação em São Miguel do centro de dados da grande antena parabólica de 32 metros do futuro radiotelescópio SKA, que vai ser construída na ilha.

O SKA, um projeto global que envolve mais de 100 instituições de 21 países, incluindo Portugal, terá uma rede de centenas de milhares de antenas concentradas principalmente na África do Sul e na Austrália, e começará a funcionar em 2023.

Nesta área há ainda um terceiro projeto, a construção de um radar de rastreio e vigilância do lixo espacial. O boom dos satélites comerciais, governamentais e militares em todo o mundo fez crescer para um milhão o número de objetos em órbita à volta da Terra, fragmentos de satélites desativados e de foguetões. Estes objetos podem chocar com os satélites ativos, a Estação Espacial Internacional ou qualquer nave lançada da Terra.

E se decaírem das suas órbitas atuais, muitos deles não se vão desintegrar totalmente ao atravessarem a atmosfera, devido à sua dimensão, podendo atingir qualquer zona habitada do planeta. Uma síntese da FCT sobre os sete projetos sublinha que “os Açores podem tirar partido do seu reduzido tráfego aéreo e localização geográfica única para acolherem um radar de rastreio e vigilância espacial e assegurar a cobertura permanente sobre o Atlântico”.

Mas não é só ao espaço que o futuro AIR Center se poderá dedicar. Um laboratório no Departamento de Oceanografia e Pesca da Universidade dos Açores na cidade da Horta, na ilha do Faial — o Lab-Horta@DOP & Cold Water Coral Lab —, com infraestruturas que permitam a recriação artificial das condições naturais do ambiente do mar profundo, irá abrir oportunidades de investigação nas fontes hidrotermais, ecossistemas, biologia marinha, geologia e oceanografia.

Depois, o modelo de incubação de empresas da ESA que já existe em Portugal (incubadora em rede em Coimbra, Porto e Cascais) pode ser replicado nos Açores, atraindo capitais privados da UE e EUA. O documento da FCT propõe a instalação de um campus que acolha empresas inovadoras “de elevado risco e elevado retorno” (startup).

Fausto Brito e Abreu, secretário do Mar, Ciência e Tecnologia do governo regional dos Açores, admite ao Expresso que “a ligação do AIR Center com as negociações entre Portugal e os EUA sobre o futuro da Base das Lajes será óbvia quando se acordarem as compensações para os Açores, embora os processos sejam paralelos”.

Nesta fase de discussão do projeto do centro de investigação internacional no arquipélago “estamos a tentar que todo o processo chegue a um nível de maturação tal, que se torne irreversível quando chegar a nova Administração americana saída das eleições presidenciais de novembro”.




Acompanhe aqui o Noticiário relativo ao Comando da Aeronáutica veiculado nos principais órgãos de comunicação do Brasil e até do mundo. O NOTIMP apresenta matérias de interesse do Comando da Aeronáutica, extraídas diretamente dos principais jornais e revistas publicados no país.




PORTAL G-1


241 pessoas são resgatadas após incêndio em avião em Cingapura

Aeronave da companhia Singapore Airlines fez aterrissagem de emergência. Voo tinha como destino a Milão, mas retornou 2h30 depois após vazamento.

Fonte: Agência Efe

As equipes de emergência do aeroporto de Cingapura resgataram 241 pessoas de um avião da companhia aérea Singapore Airlines que teve que realizar uma aterrissagem de emergência e pegou fogo.
O avião partiu esta madrugada do aeroporto de Changi, com destino a Milão (Itália), mas retornou a Cingapura após duas horas e meia ao ser detectado um vazamento de combustível, segundo o "Channel News Asia".
Assim que o avião pousou, um dos motores começou a pegar fogo, mas a pronta reação das equipes de emergência conseguiu apagar o incêndio antes que se espalhasse ao longo da asa.
Os 222 passageiros e 19 tripulantes a bordo foram resgatados e as autoridades aeroportuárias do país abriram investigação para determinar as possíveis causas do incidente.

Helicóptero do exército da Colômbia desaparece com 16 militares a bordo

Aeronave sobrevoava o estado de Tolima. Veículo participava de "missão operacional".

Agência Efe

O exército da Colômbia perdeu contato neste domingo (26) com um de seus helicópteros quando este sobrevoava o departamento (estado) de Tolima com 16 militares a bordo.
O helicóptero, um MI-17 de prefixo EJC 3393, voltava de Quibdó, capital do departamento de Chocó para a base militar de Tolemaida, a maior da Colômbia, em uma "missão operacional" quando perdeu o contato a 56 quilômetros ao norte da cidade de Mariquita, disse o Exército em comunicado.

Helicóptero militar desaparece com 3 pessoas na Tailândia

Forças armadas do país sofreram vários acidentes nos últimos anos. UH-1 transportava equipes de telecomunicações e mantimentos a uma base.

Agência Efe

As equipes de resgate na Tailândia retomaram neste domingo (26) a busca de um helicóptero militar que desapareceu no sábado (25) com três pessoas a bordo enquanto sobrevoava uma região montanhosa do leste do país.
O helicóptero UH-1 desapareceu enquanto transportava equipes de telecomunicações e mantimentos a uma base de radares situada no parque nacional de Khao Chamao e Khao Wongkot, na província de Chanthaburi.
Dois helicópteros das forças aéreas e pessoal da marinha participam das tarefas de busca, que havia sido cancelada à noite, após três horas de rastreamento.
As forças armadas da Tailândia sofreram vários acidentes de helicópteros nos últimos anos devido a falhas mecânicos ou problemas de visibilidade.
Em 2011, 17 soldados morreram ao cair em poucos dias três helicópteros na região montanhosa do oeste do país. Em 2014, nove militares perderam a vida após o acidente de outro helicóptero no norte do país.

Dilma volta para Brasília após passar fim de semana em Porto Alegre

Presidente afastada chegou neste sábado (25) na capital gaúcha. Dilma Rousseff deixou a casa do ex-marido em direção à base aérea.

Do G1 Rs

Após passar o fim de semana com a família, em Porto Alegre a presidente afastada, Dilma Rousseff, deixou a capital gaúcha por volta das 17h30 deste domingo (26). Ela foi vista saindo da casa de ex-marido Carlos Araújo, na Zona Sul da cidade, em direção à base aérea de Canoas, onde o avião da FAB a aguardava para levá-la de volta a Brasília.
Na manhã de domingo, Dilma andou de bicicleta pelas ruas do bairro Assunção, também na Zona Sul. Ela estava acompanhada de dois seguranças. O passeio durou cerca de uma hora. Logo depois, a presidente retornou para casa, um prédio na Avenida Copacabana.
Porto Alegre tem sido o destino de Dilma aos finais de semana. A filha, Paula, os dois netos Gabriel e Guilherme, e o ex-marido Carlo Araújo, moram na cidade.
A petista chegou à capital do Rio Grande do Sul no início da tarde de sábado (25), para passar o final de semana com familiares. A agenda da presidente afastada é particular. O Palácio do Planalto não informou nem mesmo a data de retorno a Brasília. A tendência, porém, é que seja na noite deste domingo (26).
Apesar de afastada, rotina semelhante é mantida
Dilma está afastada da Presidência da República desde 12 de maio, após ser notificada da decisão do Senado de instaurar o processo de impeachment. Na ocasião, os senadores autorizaram que, durante o afastamento de até 180 dias, ela permanecesse no Palácio do Alvorada e mantivesse salário integral, segurança pessoal, equipe a serviço de seu gabinete pessoal, carro oficial, assistência saúde e o direito de utilizar avião da Força Aérea Brasileira (FAB).
Segundo assessores palacianos, desde que foi afastada do Planalto, Dilma tem tentado manter uma rotina de trabalho semelhante aos tempos em que comandava o país. Ela continua acordando cedo, por volta das 5h30, e fazendo o tradicional passeio matinal de bicicleta pelos arredores do Palácio da Alvorada.

Helicóptero está desaparecido em SP

Segundo a FAB, aeronave decolou às 7h56 com destino a Americana (SP). Grupamento Aéreo da PM e bombeiros fazem buscas.

Do G1 São Paulo

Um helicóptero está desaparecido em São Paulo desde a manhã deste domingo (2). Equipes do Corpo de Bombeiros, do grupamento Aéreo da Polícia Militar e da Força Aérea Brasileira (FAB) fazem buscas pela aeronave.
Em nota, a FAB informou que o helicóptero desaparecido é uma aeronave modelo Bell 407 e que decolou de São Paulo às 7h56 com destino a Americana (SP).
Uma aeronave da FAB, modelo SC-105, deve reforçar as buscas na madrugada desta segunda-feira (27). Segundo os bombeiros, a ação está concentrada nas proximidades do quilômetro 30 da Rodovia dos Bandeirantes.
A FAB não informou a quantidade de tripulação e de possíveis passageiros da aeronave desaparecida.

JORNAL CORREIO DO POVO


Helicóptero com sócio de Russomanno desaparece após decolagem

Além do colega do deputado federal, outras cinco pessoas estavam na nave, incluindo a piloto

Fonte: Notícias Ao Minuto

Um helicóptero desapareceu após decolar do aeroporto de Congonhas, em São Paulo, na manhã deste domingo (26), com direção à Americana, também em SP. Estavam na aeronave seis pessoas, e uma delas era o empresário Geraldo Vágner Lanzoti, sócio do deputado federal Celso Russomanno.
De acordo com o R7, a aeronave era um modelo Bell 407. Os outros passageiros identificados são Osmar Marchini, Vágner Lanzoti e Francisco Rebolo. O nome da pilotoé Josilde. A identidade do quinto passageiro não foi informada.
O sumiço do helicópeto foi relatado à Aeronáutica, em Curitiba, pelo esposo da piloto. A Força Aérea Brasileira vai iniciar as buscas nesta segunda-feira (27).
No Facebook, Celso Russomanno se manifestou e pediu ajuda. Veja o relato do deputado a seguir:
“URGENTE, POR FAVOR COMPARTILHEM!
Amigos de Caieiras e Região. Hoje às 8h07 da manhã, o helicóptero em que meus amigos estavam desapareceu e até o momento não tivemos nenhuma notícia, estava próximo ao pedágio da Bandeirantes, nesta região de Caieiras. Se vocês ouviram algum barulho, viram algum sinal de fumaça, ou movimento diferente na região, por favor entrem em contato com as autoridades e me avisem o quanto antes. Peço que compartilhem com todos que puderem. As famílias estão desesperadas. Seguem as fotos e nomes da piloto e passageiros. Helicóptero Bell 407, matrícula PR CBB. Piloto Josilde, Vagner Oliveira, Vagner Lanzoti, Oscar Marchini e Francisco Rebolo”, escreveu.

JORNAL FOLHA DE PERNAMBUCO


Hub da Latam no aguardo do plano político

No cenário político atual, as conversas acontecem com os aliados do governo interino de Temer

Raquel Freitas, Da Folha De Pernambuco

Em abril de 2015, época em que a Latam apostou nos três estados - Ceará, Rio Grande do Norte e Pernambuco - para receber o hub, o frenesi entre os concorrentes era grande. Os governos estaduais correram para reunir o máximo de dados técnicos que embasassem a capacidade dos seus terminais para atrair o empreendimento, com investimentos de R$ 3,9 bilhões, gerando oito mil empregos diretos, e com capacidade para alavancar o Produto Interno Bruto (PIB) do Recife em US$ 512 milhões por ano.
Pouco mais de um ano depois, o clima é de espera. Todos estão no aguardo da companhia aérea. Há fontes que dizem, em reserva, que o investimento não vai sair. Entretanto, a maior das diferenças entre um ano e outro foi no campo político. Palco de articulação, senadores e deputados conversavam, na ocasião, com os aliados da presidente afastada Dilma Rousseff na tentativa de arrematar o aporte. Agora, o cenário é outro e as conversas estão acontecendo com os aliados do governo interino Michel Temer. O problema é que, na opinião dos especialistas, a atual gestão está focada em arrumar as contas da União.
"Para todos os efeitos, essa é uma decisão empresarial. O capital não tem ideologia partidária, tem dono. Supondo que o Governo Temer não queira beneficiar uma articulação que nasceu com o PT, é importante saber que tipo de impacto tem isso nas gestões aliadas, a exemplo dos governos de Pernambuco (Paulo Câmara) e do Rio Grande do Norte (Robinson Faria), cujos partidos são o PSB e o PSD (respectivamente) ", explica o cientista político e professor da Faculdade Damas, Elton Gomes, frisando que, se assim fizesse, Temer daria um tiro pé. O governador do Ceará, Camilo Santana, é do PT.
Entretanto, a mudança de governo não tem afetado o bastidor de articulação em prol do hub da Latam. Assim que assumiu o Ministério da Defesa, Raul Jungmann tratou de conversar com Paulo Câmara e com o secretário de Turismo do Estado, Felipe Carreras, sobre o assunto. Garantindo, inclusive, a liberação da base aérea para construção de terminais exclusivos no Aeroporto do Recife, caso a Latam decidir por sediar o seu centro de conexões do Nordeste no Aeroporto dos Guararapes/Gilberto Freyre.
O que o professor Gomes levanta, no entanto, é que a pauta da gestão atual do Governo Federal está atrelada à administração dos gastos públicos. "Diante dessa situação, outros assuntos se tornam prioridades, a exemplo do Rio de Janeiro, que, sem capacidade para honrar seus compromissos fiscais, recebeu socorro financeiro recentemente", ressalta. Para Thales Castro, professor da Unicap, como se trata de investimento privado, esse tipo de decisão não dá margem para influência política. "Se tiver, vai ser bastante sutil", pondera, acrescentando que o papel do poder público, nesse caso, pode estar associado à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). "Que pode atuar nas recomendações logísticas e fornecimento de dados, o que poderá embasar a decisão da companhia aérea", justifica.

JORNAL O ESTADO DE SÃO PAULO


FAB busca helicóptero que desapareceu em SP

Aeronave decolou da capital com destino a Americana, no interior

Alexandre Hisayasu

Um helicóptero que decolou na manhã deste domingo, 27, às 7h56, da capital paulista com destino a Americana, no interior do Estado, está desaparecido. Segundo a Força Aérea Brasileira (FAB), a aeronave é um modelo Bell 407.
Buscas estão sendo realizadas em parceria com a Polícia Militar e receberão reforço de mais uma aeronave na manhã desta segunda-feira.
A FAB não informou os nomes dos passageiros e do piloto da aeronave desaparecida.

REVISTA ISTO É DINHEIRO


Série "Como eu comecei": ele é ex-militar, procurador do trabalho, professor e empreendedor


O polivalente empresário Renato Saraiva cresceu em Vigário Geral (RJ) e, ainda muito jovem, enxergou na carreira militar uma opção para mudar de vida. Passou no concurso para sargento da aeronáutica, estudou Direito e virou promotor do trabalho. Após mudar-se para o Recife (PE), decidiu empreender. Foi assim que surgiu o CERS Cursos Online, que hoje tem 27 estúdios espalhados pelo Brasil, 120 mil alunos e faturou R$ 70 milhões em 2015.

PORTAL R7


Helicóptero desaparece após decolar de São Paulo em direção a Americana

Uma piloto e cinco passageiros — entre os quais Geraldo Vágner de Oliveira, sócio do deputado federal Celso Russomanno — estavam a bordo da aeronave

Um helicóptero com cinco passageiros e uma piloto desapareceu na manhã deste domingo (26) na região de Perus, zona norte de São Paulo. A aeronave, um Bell 407, decolou do aeroporto de Congonhas às 08h57 e emitiu o último sinal de radar às 11h06 da manhã.
Estavam no helicóptero o empresário Geraldo Vágner de Oliveira, sócio do deputado federal Celso Russomanno, Osmar Marchini, Vágner Lanzoti e Francisco Rebolo. Os nomes do quinto passageiro e da piloto não foram informados.
O helicóptero tinha decolado de São Paulo com destino a Americana (SP).
O desaparecimento foi relatado a Salvaero (Busca e Salvamento Aeronáutico), da Aeronáutica, em Curitiba, pelo marido da piloto.
Um helicóptero Àguia sobrevoou o local à procura da aeronave.
A FAB (Força Aérea Brasileira) informou que irá iniciar as buscas com um avião SC105 Amazonas a partir das 6h da manhã desta segunda-feira (27).

REVISTA ISTO É


Rápidas


Débora Bergamasco

A Missão das Nações Unidas para Estabilização do Haiti (Minustah), principal missão de paz integrada pelo Brasil, completa 12 anos neste mês. Ao todo, mais de 32,9 militares do País participaram da iniciativa desde 2004.

OUTRAS MÍDIAS


REDE TV


FAB, Bombeiros e PM buscam helicóptero desaparecido no interior de SP

Um helicóptero modelo Bell 407 está desaparecido em São Paulo desde a manhã deste domingo (26). Equipes do Corpo de Bombeiros, do grupamento Aéreo da Polícia Militar e da Força Aérea Brasileira (FAB) fazem buscas pela aeronave.
O helicóptero saiu de São Paulo com destino a Americana, no interior do Estado.
As buscas se concentram na região do quilômetro 30 da rodovia dos Bandeirantes.
Esse tipo de aeronave tem capacidade para, no máximo, seis passageiros, mas a FAB não informou a quantidade pessoas que estariam a bordo.

EXPRESSO (PORTUGAL)


Portugal e EUA estudam criação de base espacial no aeroporto das Lajes 

Centro internacional de investigação para o clima, energia, espaço e oceanos vai nascer nos Açores em 2017
Virgílio Azevedo
A criação de uma base espacial no Aeroporto Internacional das Lajes, na ilha Terceira, onde possam ser feitos lançamentos low cost de foguetões com microsatélites e grandes constelações de satélites, está a ser estudada pelo Ministério da Ciência, governo regional dos Açores, NASA, agência americana de meteorologia e oceanos (NOAA), Departamento de Energia dos EUA, dez universidades portuguesas e americanas e várias empresas.
A base espacial é a principal componente do projeto de instalação de um grande centro de investigação internacional nos Açores, que começou a ser publicamente discutido a 10 de junho nas celebrações do Dia de Portugal em Nova Iorque, numa conferência que reuniu responsáveis de todas estas instituições e empresas. E que vai continuar com novas conferências a 27 de junho na Universidade dos Açores, em Ponta Delgada, a 4 de julho em Lisboa, a 19 de setembro em Bruxelas e em novembro e dezembro em três universidades americanas que têm parcerias com Portugal: o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) e as universidades do Texas em Austin e Carnegie Mellon.
O centro de investigação vai chamar-se AIR Center (Azores International Research Center) e o objetivo é desenvolvê-lo em infraestruturas já existentes no arquipélago dos Açores, como o aeroporto das Lajes, as instalações de medição da radiação atmosférica do Departamento de Energia do Governo dos EUA na ilha Graciosa ou o Departamento de Oceanografia e Pesca (DOP) da Universidade dos Açores na ilha do Faial. Note-se que os Açores acolhem também estações da Rede Atlântica de Estações Geodinâmicas Espaciais nas ilhas das Flores e de Santa Maria, a Estação de Rastreio de Satélites da Agência Espacial Europeia (ESA) e a Estação Sensor Galileu (o GPS europeu), igualmente em Santa Maria.
“A evolução da tecnologia tem sido muito rápida e permitiu democratizar o acesso ao espaço”, afirma ao Expresso o ministro da Ciência. Manuel Heitor (ver entrevista) recorda que “há cinco anos o lançamento de um satélite custava no mínimo quatro milhões de euros e hoje custa apenas 150 mil, enquanto os satélites mais pequenos pesavam 50kg e hoje pesam 1kg”. A tendência na indústria é colocar constelações de satélites no espaço, pelo que “ter uma base espacial no meio do Atlântico, numa localização muito favorável para esse tipo de lançamentos, é uma grande vantagem. E o aeroporto das Lajes tem todas as infraestruturas adequadas e espaço aéreo livre para acolher uma base de acesso low cost ao espaço”.
Sete projetos em discussão
Além da base espacial, que poderá ter o nome de Atlantic Spaceport, estão em discussão mais seis projetos. Um deles é o ASORES, Plano de Ação para a Sustentabilidade, Proteção Operacional e Resiliência da Terra e dos Sistemas Espaciais, promovido pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), NASA, ESA, Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD) e consórcio empresarial C3P. O outro é a instalação em São Miguel do centro de dados da grande antena parabólica de 32 metros do futuro radiotelescópio SKA, que vai ser construída na ilha.
O SKA, um projeto global que envolve mais de 100 instituições de 21 países, incluindo Portugal, terá uma rede de centenas de milhares de antenas concentradas principalmente na África do Sul e na Austrália, e começará a funcionar em 2023.
Nesta área há ainda um terceiro projeto, a construção de um radar de rastreio e vigilância do lixo espacial. O boom dos satélites comerciais, governamentais e militares em todo o mundo fez crescer para um milhão o número de objetos em órbita à volta da Terra, fragmentos de satélites desativados e de foguetões. Estes objetos podem chocar com os satélites ativos, a Estação Espacial Internacional ou qualquer nave lançada da Terra. E se decaírem das suas órbitas atuais, muitos deles não se vão desintegrar totalmente ao atravessarem a atmosfera, devido à sua dimensão, podendo atingir qualquer zona habitada do planeta. Uma síntese da FCT sobre os sete projetos sublinha que “os Açores podem tirar partido do seu reduzido tráfego aéreo e localização geográfica única para acolherem um radar de rastreio e vigilância espacial e assegurar a cobertura permanente sobre o Atlântico”.
Mas não é só ao espaço que o futuro AIR Center se poderá dedicar. Um laboratório no Departamento de Oceanografia e Pesca da Universidade dos Açores na cidade da Horta, na ilha do Faial — o Lab-Horta@DOP & Cold Water Coral Lab —, com infraestruturas que permitam a recriação artificial das condições naturais do ambiente do mar profundo, irá abrir oportunidades de investigação nas fontes hidrotermais, ecossistemas, biologia marinha, geologia e oceanografia. Depois, o modelo de incubação de empresas da ESA que já existe em Portugal (incubadora em rede em Coimbra, Porto e Cascais) pode ser replicado nos Açores, atraindo capitais privados da UE e EUA. O documento da FCT propõe a instalação de um campus que acolha empresas inovadoras “de elevado risco e elevado retorno” (startup).
Fausto Brito e Abreu, secretário do Mar, Ciência e Tecnologia do governo regional dos Açores, admite ao Expresso que “a ligação do AIR Center com as negociações entre Portugal e os EUA sobre o futuro da Base das Lajes será óbvia quando se acordarem as compensações para os Açores, embora os processos sejam paralelos”. Nesta fase de discussão do projeto do centro de investigação internacional no arquipélago “estamos a tentar que todo o processo chegue a um nível de maturação tal, que se torne irreversível quando chegar a nova Administração americana saída das eleições presidenciais de novembro”.

A GAZETA DO IGUAÇU (PR)


Tocha Olímpica chega nesta terça ao Paraná

Thays Petters
Londrina, no norte do Paraná, será a primeira cidade do Estado a receber a Tocha Olímpica nesta terça-feira (28). O percurso contempla 15 cidades, incluindo Foz do Iguaçu, por onde o símbolo olímpico permanecerá por dois dias, 30 e 1º de julho. As orientações sobre os bloqueios das ruas e avenidas e os estacionamentos serão repassadas hoje (27) a imprensa durante uma coletiva na Prefeitura Municipal. O Foztrans e a Guarda Municipal serão responsáveis pela segurança do trânsito. Exército, Marinha, Aeronáutica, Polícia Nacional, Rodoviária Federal, Civil, Militar, Polícia Federal e demais forças se segurança da fronteira também atuarão durante o evento.


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented