|

Jogos Olímpicos Rio 2016 - Chefes de Estado serão recebidos em bases aéreas da FAB



Jogos Olímpicos Rio 2016 - Chefes de Estado serão recebidos em bases aéreas da FAB ...

Cerca de cem autoridades, como chefes de estado, chefes de governo e soberanos, além de ministros do esporte e autoridades olímpicas que têm prerrogativa, são esperados pelo governo brasileiro para acompanhar a abertura, o encerramento e as competições dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

De acordo com as orientações do Ministério da Defesa (Plano Estratégico de Emprego Conjunto das Forças Armadas), as comitivas internacionais que chegarem ao país em jatos privados serão recebidas em bases aéreas da Força Aérea Brasileira (FAB). A previsão é de que a maioria desembarque na Base Aérea do Galeão (BAGL), na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro, cidade-sede das competicões. Mas as Bases Aéreas de São Paulo (BASP) e de Brasília (BABR), cidades onde serão realizadas partidas de futebol, também serão utilizadas para receber autoridades. 

Todos os locais terão infraestrutura para realizar as ações alfandegárias de aeroportos internacionais. A FAB será responsável por coordenar as ações entre as instituições envolvidas, como Polícia Federal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), Receita Federal, Sistema de Vigilância Agropecuária Internacional (Vigiagro), para o desembaraço alfandegário. Em caso de voos domésticos, o aeroporto Santos-Dumont também está apto a receber as autoridades.

  Arquivo CecomsaerProtocolo – As autoridades serão recebidas pelo comandante da base, com honras militares. O protocolo para receber os chefes de estado não deverá ultrapassar 20 minutos. De acordo com o Coronel Alexandre Pinto Sampaio, coordenador-geral do receptivo no âmbito da FAB, a instituição será colaboradora com o trabalho do Comitê Olímpico Internacional (COI) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE). 
  Arquivo Cecomsaer
Experiente Galeão - A Base Aérea do Galeão é experiente no recebimento de autoridades. Na Conferência da Organização das Nações Unidas - Rio+20 – quase 3 mil integrantes de comitivas desembarcaram no Brasil nesta organização da FAB. A recepção e despedida do Brasil do Papa Francisco, em 2014, também ocorreu nesta unidade militar. A Base também atuou na Copa das Confederações e na Copa do Mundo.

“Desde 2011, com os jogos mundiais militares, viemos nos preparando. Este é o nosso dia-a-dia”, afirma o Comandante da BAGL, Tenente-Coronel Leonardo Guedes, sobre uma das expertises da unidade. A experiência foi descrita em manual. “As lições aprendidas com os eventos anteriores serão colocadas em prática”, diz. 

De acordo com o oficial, cerca de 1,5 mil militares estarão envolvidos diretamente com esta tarefa. “Teremos tres pontos para desembarque simultaneo dentro da Base Aerea do Galeão, o que nos permite receber ate nove chefes de estado por hora”, detalha. A organização vai funcionar 24horas. A estimativa de maior movimento é para a abertura do evento, em 05 de agosto.


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented