|

Lufthansa começa a operar voos diretos entre o aeroporto JFK, em Nova York, e Berlim



Lufthansa começa a operar voos diretos entre o aeroporto JFK, em Nova York, e Berlim ...  



Dublin & New York, Novembro de 2017 - No dia em que a Lufthansa celebrava 16 anos do primeiro voo de longa distância entre Berlim e os Estados Unidos, foi reintroduzida a rota Berlim-Nova York (Aeroporto JFK) para os passageiros que estão interessados em voar diretamente para Berlim. Pela primeira vez, desde 2001, a Lufthansa está deixando uma aeronave de longa distância em Berlim, com o objetivo de conectar a capital alemã à Big Apple.  

Desde a semana passada, a Lufthansa oferece voos diretos cinco vezes por semana - de segunda, terça, quarta, quinta e sábado - usando um Airbus A330-300 para Berlim. Com a nova rota, o Grupo Lufthansa oferece voos diretos da região metropolitana de Nova York para quatro destinos na Alemanha - Frankfurt, Munique, Dusseldorf e Berlim.

“O Grupo Lufthansa considera a inclusão da rota JFK-Berlim um importante pilar do relacionamento entre alemães e americanos. A decisão revela mais uma vez o grande comprometimento do grupo em servir os Estados Unidos”, disse Tamur Goudarzi Pour, vice presidente de vendas para as Américas do Grupo Lufthansa. “Além disso, os passageiros que viajarem nestes novas rotas vão poder experimentar o serviços de qualidade e os produtos que o Grupo Lufthansa tem orgulho de oferecer.”

A nova rota Berlim-Nova York vai ser transferida para a Eurowings, o braço da Lufthansa para as rotas ponto a ponto com foco em lazer, em meados de 2018, com a incorporação do Aeroporto de Tegel para as operações de longa distância da Eurowings.  A Eurowings tem planos de acelerar o crescimento das rotas de longa distância no horário de verão europeu 2018, aumento a capacidade para uma frota de dez aeronaves. A expansão vai dar à companhia de baixo custo uma presença particularmente forte na região Rhine-Westphalia, de onde a companhia vai servir vários destinos em todo mundo com pelo menos sete aeronaves de longa distância. As cidades servidas vão incluir destinos populares nos Estados Unidos, Caribe e Extremo Oriente.

A rota JFK- Aeroporto de Tegel conecta dois pontos turísticos mais vivos e mais globais. Berlim é uma cidade dinâmica com fortes raízes históricas e diversidade cultural. Os passageiros que voam para lá podem esperar encontrar um surpreendente cenário artístico, bem como muitos marcos modernos e históricos.

“Nós damos muito boas vindas ao comprometimento da Lufthansa”, disse Burkhard Kieker, CEO do visitBerlin, o órgão de turismo de Berlim. “A nova conexão direta vai garantir que Berlim esteja muito bem conectada com os nossos maiores mercados intercontinentais.”

O número de visitantes americanos em Berlim continua a subir. Entre janeiro e agosto de 2017, algo em torno de 259 mil americanos visitaram a cidade, um aumento de 9,9% se comparado ao mesmo período do ano anterior.

Além dos voos diretos, os clientes do Grupo Lufthansa na área de Nova York têm uma ampla variedade de opções de viagem com conexões rápidas para Berlim através dos hubs da Alemanha, Suíça e Áustria. No horário de 2017, o Grupo Lufthansa oferece aproximadamente 70 frequências de Nova York para os vários hubs na Europa. E destes hubs  (Frankfurt, Munique, Viena, Zurique e Dusseldorf), os passageiros encontram 387 frequências para chegar ao aeroporto de Tegel, em Berlim. Mais informações www.lh.com


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented