|

Relatório da Sita mostra que gestão da bagagem está muito melhor


Relatório da Sita mostra que gestão da bagagem está muito melhor ...  



Dublin, Irlanda, Maio de 2017 - A gestão de bagagens pelas companhias aéreas do mundo melhorou novamente em 2016, já que a indústria concentra investimentos em tecnologia e prepara uma mudança de manuseio até junho de 2018. De acordo com o Sita Baggage Report 2017, a taxa de bagagem mal manipulada foi de 5,73 malas por mil passageiros em 2016, uma queda de 12,25% em relação ao ano anterior e o menor índice já registrado.

Esta é uma boa notícia para o número crescente de passageiros que, no ano passado, atingiu um recorde histórico de 3,77 bilhões. Desde 2007, a taxa de bagagem extraviada caiu 70% devido ao investimento em tecnologias e melhorias de processo pelas companhias aéreas e aeroportos do mundo. Nos próximos 18 meses, espera-se que esta situação melhore ainda mais. Os membros da IATA, composta pela maioria das companhias aéreas do mundo, adotaram uma resolução exigindo que cada bagagem despachada seja rastreada ao longo de sua viagem até junho de 2018.

Ilya Gutlin, presidente da SITA para soluções de viagem aérea, diz: "É frustrante para os passageiros e companhias aéreas quando as malas são extraviadas, mas os dias de não saber onde está sua bagagem será uma coisa do passado em breve. Estamos à beira de uma nova era na gestão de bagagens, porque as companhias aéreas do mundo estão se comprometendo a controlar a bagagem ao longo de sua jornada. Isto requer a captura de dados, gestão e partilha entre as companhias aéreas, aeroportos e manipuladores de terra dando uma melhor visão de onde cada peça está e em cada fase. Na SITA, estamos fornecendo várias inovações de rastreamento que permitirão à comunidade de transporte aéreo aumentar suas capacidades de rastreamento sem grandes investimentos de capital".

A resolução 753 da IATA está entrando em vigor em junho de 2018 e, a partir daí, toda mala deve ser rastreada e registrada em quatro pontos obrigatórios: check-in; carregamento de aeronaves; transferência entre companhias; e na chegada ao ser entregue de volta para o passageiro. Quando isso estiver em vigor, as companhias aéreas poderão compartilhar as informações com seus passageiros e parceiros de código compartilhado, permitindo rastrear sua bagagem, assim como um pacote. Com esta informação, os passageiros permanecerão informados e todas as partes envolvidas na sua viagem poderão tomar medidas se os voos forem interrompidos e as suas bagagens atrasadas.

Um ponto crítico no processo de manuseio de malas é quando os passageiros e sua bagagem precisam passar de uma aeronave para outra, ou de uma companhia para outra. Malas têm um maior risco de extravio neste momento, especialmente se as conexões são apertadas. Em 2016, cerca de metade (47%) das malas atrasadas ​​estavam em processo de transferência. A introdução do rastreamento obrigatório neste ponto do processo fornecerá dados em tempo real que podem ser usados ​​para evitar atrasos.

A bagagem extraviada afeta negativamente tanto a experiência do passageiro como as finanças da companhia aérea e o relatório da SITA mostra que os custos financeiros permanecem altos, apesar da queda de 12,25% na taxa. A SITA relata que a conta global para recuperar e devolver as malas aos passageiros estava na ordem de US $ 2.1 bilhões em 2016.

Gutlin acrescenta: "Estamos usando a tecnologia para transformar a gestão de bagagem. Isto irá melhorar tanto a experiência do passageiro e ajudar a reduzir o custo para as companhias aéreas. Para ter sucesso, precisamos cooperar e colaborar em toda a indústria e nos desafiar a encontrar novas formas de trabalhar e compartilhar dados para melhorar a experiência dos passageiros aéreos e melhorar as operações".

A SITA é provedora de TI e comunicações para a indústria de transporte aéreo e é a única fornecedora  que abrange todas as áreas de gerenciamento de bagagens, desde captura de dados até gerenciamento e compartilhamento, usando a tecnologia de última geração. A SITA é reconhecida como líder em rastreamento de malas há mais de 20 anos, com seus sistemas em todos os principais aeroportos do mundo. O SITA Worldtracer é patrocinado pela IATA como o serviço de rastreamento de bagagens da indústria de escolha. O Sita Bagjourney é o primeiro sistema de rastreamento de bagagem baseado no sistema comunitário que fornece uma visão de ponta a ponta da viagem da bagagem, usando dados de várias fontes. Hoje a SITA está liderando a comunidade de bagagens, fornecendo tecnologia e serviços profissionais para ajudar a indústria a cumprir o prazo da IATA até junho de 2018.

Sobre a SITA
A SITA é a provedora de soluções de comunicações e TI que transforma as viagens aéreas através de tecnologia para companhias aéreas, aeroportos e aeronaves. O portfólio da empresa abrange desde serviços gerenciados de comunicações globais e infraestrutura até soluções de eAircraft, gerenciamento de passageiros, bagagem, self-service, aeroporto e gerenciamento de fronteiras.  Composta por mais de 400 membros da indústria de transporte aéreo, a SITA tem uma compreensão única de suas necessidades e coloca forte ênfase na inovação tecnológica.
Quase todas as companhias aéreas e aeroportos do mundo fazem negócios com a SITA e suas soluções de gerenciamento de fronteiras são usadas por mais de 30 governos. Com presença em mais de 1.000 aeroportos em todo o mundo e uma equipe de atendimento ao cliente de mais de 2.000 funcionários, a SITA oferece um serviço inigualável a mais de 2.800 clientes em mais de 200 países.

Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented