|

Acessibilidade nos Jogos Rio 2016 é tema de seminário no Aeroporto Santos Dumont

Seminario-PNAE-SDU-2


Acessibilidade nos Jogos Rio 2016 é tema de seminário no Aeroporto Santos Dumont ...

Por meio de uma parceria entre a Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuária (Conaero), a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) e a Secretaria de Direitos Humanos do Ministério da Justiça e Cidadania, foi realizado em 9/6 o “Seminário Planos de Contingência para atendimento aos PNAE durante os Jogos Rio 2016” no Aeroporto Santos Dumont.

      O objetivo do encontro foi compartilhar os planos de atendimento e melhorias que estão sendo desenvolvidos pelas operadoras aeroportuárias e companhias aéreas que vão atuar no atendimento aos Passageiros com Necessidade de Atendimento Especial (PNAE), considerando o aumento do fluxo desse público durante os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos 2016.

      O superintendente do Santos Dumont, Aparecido Iberê de Oliveira, abriu o evento agradecendo a disponibilidade e envolvimento de todos. “Essa iniciativa é muito apropriada para que possamos tirar dúvidas em relação aos procedimentos e conhecer os projetos dos outros órgãos e aeroportos”, disse Iberê.

      Em seguida, João Paulo Alves, representante do CTOE, também comentou sobre a ideia de se fazer o encontro no formato de seminário. “Essas apresentações proporcionam uma troca de conhecimento entre os envolvidos no que envolve a infraestrutura da acessibilidade aeroportuária, além de servirem como benchmarking”, pontuou.

      O Aeroporto Santos Dumont deu início à programação, que seguiu com as apresentações dos aeroportos de Confins, Manaus, Salvador, Viracopos e Brasília e das companhias aéreas Avianca, Azul, LATAM e Gol. A sequência de painéis terminou com as palestras da Anac e da Secretaria de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Ministério da Justiça e Cidadania.

      O coordenador de Tráfego do Aeroporto Santos Dumont, José Carlos Rodrigues, e Alfredo Vignoles, da Segurança Operacional, citaram as principais ações e soluções implementadas para melhor atender aos PNAEs e ressaltaram a constante mobilização gerada no aeroporto com a realização periódica dos simulados de acessibilidade. “Buscamos sempre essa parceria com as companhias aéreas e equipes de rampa para estabelecer laços de cooperação não somente com o aeroporto, mas entre eles também”, frisou.

      Para ele, o gerente de Operações da Anac, Marcelo Lima, o resultado do encontro foi positivo, pois o tema foi tratado de forma séria, com criatividade e gestão. “O grande desafio vai ser a atitude no atendimento, afinal, os PNAE utilizam esse modal pois têm a certeza de que vão ser tratados com dignidade. Nas Olimpíadas o que vai fazer a diferença é o cuidado individual e o trabalho humanizado”, concluiu.


Leia também:









Receba as Últimas Notícias por e-mail, RSS,
Twitter ou Facebook


Entre aqui o seu endereço de e-mail:

___

Assine o RSS feed

Siga-nos no e

Dúvidas? Clique aqui




◄ Compartilhe esta notícia!

Bookmark and Share



Eventos






Publicidade






Recently Added

Recently Commented